- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 17 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Acusados de assassinarem auditor fiscal são presos

Mais Lidas

Presos dois acusados de ser os responsáveis pela morte do auditor fiscal José Maria Alves, de 56 anos. O crime ocorreu no último dia 2 de abril, no município de Itapecuru-Mirim, quando a vítima foi baleada e carbonizada dentro da própria caminhonete modelo S-10.

Eduardo Silva Dias, 27 anos, foi capturado na quinta-feira, 26, em Santa Inês, e confessou ter cometido o crime juntamente com Pamelo Cardoso Almada, conhecido por “Tatá”, de 21 anos, preso depois em Santa Luiza do Tide. Os dois foram apresentados na manhã dessa segunda-feira, 30, na Secretaria de Segurança Pública, em São Luís.

As investigações policiais, realizadas em conjunto pela Superintendência da Polícia Civil do Interior (SPCI) e delegacias de Santa Inês e Itapecuru-Mirim, localizaram Eduardo a partir de um cheque depositado após a morte de José Maria. Segundo o delegado Jair Paiva de Lima, da SPCI, Eduardo revelou que tinha um relacionamento amoroso com o auditor fiscal, mas que o principal motivo do crime foi para roubar dinheiro e joias de José Maria.

Crime

Os autores da morte brutal tinham encontrado a vítima em Santa Inês e colocaram um sonífero na bebida do auditor fiscal. Desacordado, José Maria foi levado a Itapecuru-Mirim no próprio carro, dirigido por Pamelo, e seguido por Eduardo em outro veículo. Na rodovia BR-222, antes de atearem fogo na caminhonete, eles dispararam um tiro na cabeça da vítima.

Enquanto aguardam a conclusão do inquérito pelo delegado José Milton de Souza, os dois homicidas permanecem presos temporariamente na capital, à disposição da Justiça. (O Progresso)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias