Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Censo aponta crescimento de Imperatriz nos últimos anos

Publicado

em

Os primeiros dados do Censo Demográfico 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram Imperatriz em franco desenvolvimento. O comércio e os serviços, as principais fontes de renda do município, estão atraindo outras áreas como a da construção civil.

No ano 2000, Imperatriz tinha 230.566 habitantes e nos dados revelados agora tem 245.581 (cerca de 15 mil a mais) moradores, sendo 118.289 homens (48,17%) e 127.292 (51,83%) mulheres.

A média de morador por domicílio é de 3,61. Em 2000, era de 4,2. Chama a atenção o número de domicílios particulares permanentemente fechados (68.025) e improvisados ocupados (117). O número desses imóveis fechados caiu de 1.240 unidades em 2000 para apenas 525 este ano.

O número de domicílios coletivos também sofreu alteração ao longo dos últimos 10 anos. Em 2000, os domicílios coletivos eram 69 unidades.

Atualmente, o número é de 59 estabelecimentos com capacidade de abrigar número variado de pessoas, como hotéis, motéis e pousadas, entre outros que não são construídos originalmente para moradia definitiva, mas se tornam alternativa em razão da grande demanda por esse tipo de serviço.

Neste ano, o número de domicílios considerados de uso ocasional chegou a 1.641, quando, em 2000, o número era de 678.

O número de unidades não residenciais que podem ser usadas como depósito, supermercado, entre outros, atualmente é de 2.588, número que o próprio IBGE considerou alto, se comparado com a década passada.

Organização

O período de referência usado para o levantamento do IBGE foi de 31 de julho a 1º de agosto deste ano. Quem morreu ou nasceu antes desse período não foi contabilizado. Em um hipotético caso em que uma pessoa estivesse morando no Estado vizinho do Pará e tenha vindo para Imperatriz, antes desse período, também não foi recenseada por Imperatriz, mas pelo antigo endereço.

Com a conclusão do estudo no dia 30 de outubro, o instituto abriu prazo para organizar os dados. A média geral de morador por domicílio pode ter discreta alteração, quando for tirada a média, incluindo os domicílios que os recenseadores encontraram fechados.

Uma das novidades do Censo foi a Região Metropolitana do sudoeste do Maranhão, que compreende os municípios de João Lisboa, Senador La Rocque, Buritirana, Amarante do Maranhão, Davinópolis, Governador Edison Lobão, Ribamar Fiquene e Montes Altos, que tem Imperatriz como pólo.

Criada por uma Lei Complementar em 2005, a Região Metropolitana tem 343.143 habitantes e depende exclusivamente de Imperatriz.

Dados

As informações colhidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) serão fundamentais para direcionar as políticas públicas pelos gestores das três esferas de governo.

No caso dos municípios, terão informações sobre as áreas de saúde, educação e infraestrutura. As informações como o número de pessoas do mesmo sexo convivendo juntas, por exemplo, serão divulgadas somente em dezembro, em data ainda não definida.

Para fazer a coleta das informações, o IBGE dividiu Imperatriz em 243 setores com quatro postos de coleta montados em pontos estratégicos. O número de recenseadores foi diminuindo na mesma proporção em que as áreas iam sendo recenseadas.

A coordenação do IBGE informou que a maior dificuldade enfrentada foi a resistência de alguns moradores em repassar informações. Alguns não foram encontrados em casa ou no trabalho. O número de pessoas que usou a internet para atender o IBGE foi considerado muito baixo. (iMirante)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Maranhão

IMPERATRIZ: Moradores reclamam de coleta de lixo

Publicado

em

Moradores de diversos bairros de Imperatriz, município da região Tocantina, no estado do Maranhão, tem reclamado da falta de coleta de lixo.⠀

Os moradores relatam que a coleta de lixo não acontece há uma semana, e que o mau cheiro já está insuportável em diversas ruas.⠀

A Secretaria de Limpeza Pública disse que oito carros estavam em manutenção, mas nos próximos dias a atendimento deve ser normalizado. (Informações e imagens ImperatrizOnline)

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Homem é morto com tiro nas costas na Avenida Jacob

Publicado

em

Na noite desse sábado (21), um homem identificado por Fernando Silva Gomes, de 26 anos, foi morto com um tiro nas costas, em Imperatriz, na região Tocantina.

De acordo com informações policiais, Fernando era morador da cidade de João Lisboa, a 637 Km de São Luís e trabalhava em uma loja de material de construção em Imperatriz. Ainda segundo a polícia, a vítima não resistiu ao ferimento e acabou vindo a óbito.

O caso está sendo investigado e até o momento, não há informações sobre o suspeito do crime e a motivação do homicídio.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Motorista embriagado no Povoado Lagoa Verde é flagrado na BR-010

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na noite desse domingo (22) na BR-010, no Povoado Lagoa Verde, em Imperatriz, na região Tocantina, no estado do Maranhão, um motorista com sinais de embriaguez.

Segundo os policiais rodoviários, por volta das 19h25 de domingo uma equipe da PRF de plantão na Unidade Operacional da PRF na Lagoa Verde recebeu denúncia anônima que havia um veículo de passeio de cor branca realizando várias manobras em zigue-zague na BR-010. De imediato a equipe PRF deslocou-se e alcançou o veículo denunciado na altura do km 263, onde foi dada ordem de parada ao carro que era conduzido por um homem de 48 anos.

Os policiais perceberam que o condutor apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica, tais como odor etílico, andar cambaleante, vestes em desalinho e olhos vermelhos. Ao ser questionado, narrou que havia iniciado a ingestão por volta de 15h30 e que tinha ingerido cerca de quatro latas de cerveja. Após ser submetido a exame de alcoolemia, os policiais rodoviários constataram o teor de 1.09 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Em consulta aos sistemas de segurança, os policiais verificaram que o condutor do veículo também não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Diante das informações, os policiais rodoviários constataram a princípio os delitos de conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool, embriaguez ao volante e dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano.

Continue lendo
publicidade Bronze