Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Emap inicia obra de construção do berço 100

Publicado

em

MARANHAComo parte do projeto de expansão do porto do Itaqui, a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), dará início ás obras de construção do berço 100, a partir desta segunda-feira, 28. A empresa  Serveng Civilsan será a responsável pela execução do projeto, que deverá está em funcionamento em aproximadamente em dois anos, numa parceria entre o Governo Federal e Governo do Estado, como parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na continuidade da obra será utilizada parte do recurso de 110 milhões de reais, repassados este mês à Emap, pelo governo federal. O repasse estava bloqueado por pendências administrativas, o que acabou ocasionando um significativo atraso na construção do berço e, em outras obras de modernização do Porto. O desentrave ocorreu após articulações da nova administração do Emap e do Governo do Estado, junto à Secretaria Especial dos Portos (SEP) e TCU. O recurso também será utilizado na recuperação dos berços 101 e 102, construção de retroária, e no gerenciamento e fiscalização dessas obras.

O berço 100 é uma das mais importantes obras de expansão do Itaqui. Quando finalizado, permitirá um aumento na capacidade de movimentação de cargas do terminal portuário, além de permitir a atracação de navios transoceânicos do tipo cape size, que podem carregar até 175 mil toneladas de carga. O berço deve operar prioritariamente grãos, atendendo, dentre outros, ao projeto do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram).

Com as dimensões de 320 metros de comprimento e 26 metros de largura (alargamento da plataforma do cais sul), o destaque mesmo será para a profundidade, que chegará a 15 metros, depois de concluída a dragagem da bacia de atracação.

“O projeto prevê, não só para o berço 100, mas para os demais berços dragados, a profundidade de 15 m, o que permite a atracação de navios de grande porte. Esse é um dos principais diferenciais do Itaqui em relação aos demais portos do mundo, além de ser também o mais próximo dos principais mercados consumidores”, afirmou o presidente da Emap, Hermes Ferreira.

O cronograma da obra consiste, inicialmente, no alargamento do cais sul, para em seguida, iniciar o cravamento das estacas, o que será feito com a utilização da plataforma Iemanjá, já posicionada no lado sul do Porto. “Após a concretagem das fundações, as peças pré-moldadas começarão a ser afixadas”, explicou o diretor de Operações, Ronildo Carvalho. Após essa fase, será construída a retroárea do berço, uma área de 30 mil m2.

A obra toda está orçada em 111 milhões de reais e deve mobilizar de 150 a 200 trabalhadores na sua execução. “Mais de 90% da mão de obra é maranhense”, afirmou Isaú Angelim Filho, gestor da obra pela Serveng. Segundo o técnico, empresas locais também serão fornecedoras de estruturas metálicas e outros bens e serviços essenciais utilizados na construção do berço. A participação garante a movimentação da economia e o crescimento do setor produtivo estadual.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Novo decreto reforça medidas sanitárias de prevenção da Covid-19

Publicado

em

O decreto divulgado pela Prefeitura de Imperatriz, nesta segunda-feira (24), reforça as medidas sanitárias de prevenção da Covid-19 no município. O documento é válido até dia 07 de março e reitera uma série de normas estabelecidas para a realização de eventos no cenário de combate à doença na cidade.

Ficam suspensos os eventos públicos com potencial para gerar grandes aglomerações, como shows, festivais, música ao vivo, programações de carnaval e similares. Dessa maneira, está proibida no município a realização de eventos privados, em espaços abertos ou fechados, com público superior à 2.000 pessoas.

Já em eventos com mais de 300 pessoas em ambientes fechados, como bares, casas de eventos e afins, é obrigatório apresentar a comprovação de vacinação, em duas doses ou dose única, contra a Covid-19. A comprovação pode ser feita com o certificado digital gerado pelo Conecte SUS, assim como também pelo comprovante impresso ou cartão e caderneta preenchidos no dia da vacinação.

O secretário de Governo e Projetos Estratégicos (SEGOV), Eduardo Soares, explica que o maior objetivo com o novo decreto é dar continuidade ao cenário mais favorável do combate da doença em Imperatriz. “A Prefeitura reitera estado de calamidade pública e reforça mediadas de prevenção, principalmente à variante Ômicron. Objetivo é evitar que ocorra o aumento de casos na cidade”, comenta.

Em relação ao mesmo período no ano passado, o secretário ressalta que a situação está diferente, graças a vacinação e as medidas de restrição. “Em janeiro de 2021, estávamos com mais de 200 leitos de UTI ocupados por pessoas com a doença, e nível de mortalidade alto. Agora estamos com mais de 80% dos maiores de 12 anos vacinados e a quantidade de pessoas internadas com sintomas graves é pequena, maior parte dos casos atualmente são com sintomas leves e pessoas em tratamento domiciliar”, completa.

Vale lembrar que o uso de máscara de proteção continua obrigatório em ambientes fechados, público e privado, sendo a utilização facultativa em ambientes abertos, como vias públicas e praças.

Para conferir o documento, acesse: AQUI

Continue lendo

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze