- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 17 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Empresário presta depoimento sobre fechamento da Comprêmio em Imperatriz

Mais Lidas

O empresário Danilo de Santana Fernandes, um dos proprietários da empresa de consórcios Comprêmio, filial de Imperatriz, se apresentou, na tarde desta quarta-feira (24), para prestar depoimento sob acusação do fechamento da empresa causando um prejuízo avaliado em R$ 1,5 milhão a centenas de clientes, somando-se os valores já pagos de vários contratos, bem como os prêmios que deveriam ter sido entregues.

Acompanhado de dois advogados e um segurança particular, o empresário, que teria saido da cidade de Imperatriz, confessou que o Consórcio Comprêmios teria sido vendida a um grupo de empresários de Bacabal, no ano passado. Segundo a polícia, os empresários negaram que tenham comprado a empresa. Afirmaram que havia um processo de negociação, mas não foi concretizado.

As pessoas prejudicadas pela empresa de Consórcio Comprêmios protestaram na porta da delegacia. Segundo o repórter Gil Santos, da Mirante de Imperatriz, um dos advogados de defesa do empresário tentou transformar o seu cliente em vítima, alegando que o acusado estava passando por constrangimentos.

O delegado Regional de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos, que o caso será investigado e não descarta a possibilidade do pedido junto à Justiça da prisão preventiva do acusado, sob acusação de crime contra a economia popular.

O promotor Sandro Bíscaro, representando o Ministério Público, também está acompanhando o caso. Ele também não descartou a possibilidade de solicitar junto à Justiça pedido de prisão preventiva e bloqueio de bens do empresário.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia no último dia 10. Centenas de clientes da empresa de consórcios Comprêmio, filial de Imperatriz, procuraram a polícia para denunciar a empresa pela falta de entrega de prêmios aos ganhadores, bem como a falta de cumprimento de contratos assinados. Os clientes, sentindo-se lesados em função de que a loja da Comprêmio em Imperatriz, localizada na Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, no Centro, amanheceu fechada, procuraram a Delegacia do 1º Distrito Policial e denunciaram o fato.

Segundo o delegado Josenildo José Ferreira, que trabalhou no plantão durante nesse dia, foram feitas 300 ocorrências denunciando a Comprêmio em Imperatriz. Segundo o delegado, ele foi obrigado a distribuir senhas para o registro de ocorrências e outras centenas ficaram para ser registradas nos dias seguintes. |iMirante / Foto: O Progresso|

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias