Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Governo realiza obras em estradas na Região Tocantina

Publicado

em

Os 12 km de estrada, que interligam os municípios de Imperatriz e Davinópolis, na Região Tocantina, estão sendo recuperados pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

As obras, iniciadas semana passada, estão na fase inicial sendo feitos os trabalhos de raspagem e terraplenagem da via, permitindo o tráfego aos veículos, além da limpeza nas laterais da pista,  para que na segunda etapa, sejam realizados os serviços de retirada de toda a camada asfáltica danificada e colocação do novo pavimento.

A recuperação do trecho completo da estrada está previsto no Plano Rodoviário do Programa Viva Infraestrutura, determinado pela governadora Roseana Sarney, tendo em vista que a malha viária estadual, nos anos anteriores, não recebeu nenhum tipo de manutenção, como é o caso da rodovia entre Imperatriz e Davinópolis.

“Era perceptível, que ao longo dos anos, esta estrada não recebeu a manutenção devida e com o passar do tempo, o asfalto foi se desgastando até que a pista ficasse completamente destruída. No início do governo Roseana, a Sinfra elaborou um plano para sua completa restauração e é o que está sendo feito agora”, explicou o secretário Adhemar Freitas (Sul do Maranhão) a respeito do início dos trabalhos.

Freitas acompanhou de perto, durante toda a semana passada, o movimento dos cerca de 30 operários que trabalham neste período das obras e lembrou que “no fim de 2009, o secretário Max Barros (Infraestrutura) em visita a Imperatriz durante o governo itinerante, lançou o edital de licitação para execução dos serviços, sendo este processo concluído no término de fevereiro e, agora, as máquinas trabalham a todo vapor, para no menor tempo possível, concluir os trabalhos” finalizou.

A estrada de acesso a Davinópolis recebe diariamente um fluxo intenso de veículos, sejam carros, motos, caminhões ou ônibus, em virtude de a maioria dos moradores do município, trabalhar em Imperatriz e também, pela cidade sediar empreendimentos importantes, como uma fábrica de postes de eletrificação e cerâmicas no setor da construção civil.

“Nós estamos satisfeitos com essa iniciativa do governo e mais felizes ainda, pelo fato de ser feito aqui, não somente uma ação paliativa, mas, uma reconstrução da estrada. Nós agradecemos a governadora Roseana pela medida que contempla nossa população”, comemorou o prefeito de Davinópolis, Francisco Pereira Lima – o Chico do Rádio.

A expectativa da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) é que o andamento dos trabalhos sigam o cronograma determinado e com a baixa intensidade de chuvas registrada nos últimos dias, as etapas previstas, possam ser antecipadas.

Duplicação da Pedro Neiva

Já na Rodovia Pedro Neiva de Santana (MA – 122), os trabalhos para duplicação da rodovia se intensificaram e a construtora responsável pelos serviços, realiza as ações determinadas pelo Governo do Estado no trecho que interliga os municípios de Imperatriz a João Lisboa. 

No perímetro de 12 km, as máquinas trabalham na abertura lateral da estrada e no início dos procedimentos para a execução da drenagem profunda. Atualmente, as frentes de serviço estão nas proximidades do povoado Camaçari, na divisa entre os dois municípios.

A obra, autorizada pela governadora Roseana em dezembro passado, foi vistoriada na última semana pelo vice-governador João Alberto, que determinou um ritmo mais célere para os trabalhos.

“Comuniquei ao engenheiro da empresa que os serviços estavam lentos e isso não poderia continuar. A governadora exige que a obra seja entregue dentro do prazo estipulado”, destacou.

Segundo João Alberto, “a recomendação, é que se esta determinação não for cumprida pela empresa vencedora do processo licitatório para realizar a duplicação, em dez dias o contrato será suspenso com o Governo do Estado”.

Ele acrescentou, ainda, que a administração estadual dispõe de recursos do tesouro em caixa e nada impede que a obra seja tocada com mais celeridade. “Não existe motivos para a lentidão nos serviços, porque os pagamentos estão normais”, exclamou.

Depois que estiver concluída, a duplicação da Rodovia Pedro Neiva de Santana, vai permitir melhores condições de tráfego para os motoristas e o trânsito no local, que é intenso, vai ficar facilitado. A obra beneficia os moradores de Imperatriz, João Lisboa, Senador La Rocque, Buritirana e Amarante do Maranhão e será mais um dos belos cartões postais da Região Tocantina.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

Navio é colocado em quarentena após tripulante testar para a Covid-19 no Maranhão

Publicado

em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quinta-feira (29) que monitora a tripulação a tripulação do navio ‘MV Pipit Arrow’, após um dos tripulantes testar positivo para a Covid-19. A embarcação está atracada em uma área de fundeio na Baía de São Marcos, no litoral de São Luís.

O navio, que tem bandeira do Panamá, saiu da Bahia e chegou a São Luís em 19 de julho. Após a notificação suspeita do caso, a Anvisa foi notificada e determinou o isolamento do tripulante e a embarcação foi colocada em quarentena.

O nome e a nacionalidade do homem não foi identificada. Até o momento, não foi confirmado se o tripulante foi infectado com algum tipo de variante do novo coronavírus.

Continue lendo

Maranhão

ITINGA DO MARANHÃO: Conselho Tutelar precisa passar por melhorias

Publicado

em

O promotor de justiça Tiago Quintanilha Nogueira, que responde pela Promotoria de Justiça de Itinga do Maranhão, inspecionou, na terça-feira, 27, o Conselho Tutelar da cidade. Acompanharam a vistoria secretária de Assistência Social de Açailândia, Arly Brenda Lima Franco Jardim, conselheiros tutelares, integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, incluindo a presidente Maria Valdirene Fernandes da Costa.

Na ocasião, foi constatado que o prédio do Conselho necessita de algumas melhorias, assim como o veículo pertencente ao referido órgão.

Foi discutida também a efetivação do Plano Municipal da Primeira Infância no Município, plano intersetorial que visa ao atendimento aos direitos das crianças na primeira infância (até os seis anos de idade) no âmbito do município, cuja elaboração é recomendada pelo Marco Legal da Primeira Infância (Lei 13.257/2016).

Outro tema tratado foi a implantação do Sipia no Conselho Tutelar, sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Igualmente foi abordado o treinamento dos integrantes da rede de proteção acerca da escuta especializada, procedimento de entrevista previsto na Lei Federal n. 13.431/17, sobre possível situação de violência contra criança ou adolescente, no intuito de garantir a proteção e o cuidado da vítima.

Continue lendo

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Instalada sala de depoimento especial para crianças e adolescentes

Publicado

em

Após procedimento do Ministério Público do Maranhão, por meio do titular da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Açailândia, com atribuição na Infância e Juventude, Tiago Quintanilha Nogueira, foi instalado no Fórum da Comarca de Açailândia uma sala de depoimento especial para crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência.

A sala está apta para uso. Um curso sobre depoimento especial para as servidoras do setor psicossocial (psicóloga e assistente social) está agendado para o próximo mês de setembro, conforme ofício enviado ao promotor de justiça Tiago Quintanilha Nogueira pelo juiz Frederico Feitosa de Oliveira, diretor do Fórum de Açailândia.

De acordo com o promotor de justiça, a Lei Federal nº 13.431/2017 alterou a dinâmica da forma de colheita da prova testemunhal junto a crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, por reconhecer que estes não podem sofrer a denominada “vitimização secundária” ou “revitimização”, decorrente de entraves ou falta de profissionalismo no atendimento prestado por órgãos de proteção. “O depoimento especial procura imprimir maior qualidade e celeridade na tramitação dos feitos, quer perante a autoridade policial, quer perante a autoridade judiciária”, completou Tiago Quintanilha.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze