Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Medicamentos apreendidos em Açailândia não poderão ser comercializados

Publicado

em

Nenhum produto fitoterápico pode ser vendido sem o registro no Ministério da Saúde. Este é o entendimento da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, que reformou decisão de juiz de primeira instância que havia determinado a devolução de medicamentos apreendidos em farmácia de Açailândia pela vigilância sanitária do município.

Os desembargadores Paulo Velten (relator), Jaime Ferreira (revisor) e Anildes Cruz deram provimento ao recurso ajuizado pelo município contra a decisão do juiz de 1º grau, que concedera mandado de segurança à empresa J. Menezes Sobrinho para reaver os produtos. A decisão da 4ª Câmara Cível concluiu pela denegação do mandado.

Revogada

De acordo com o relator da apelação cível, ao proferir a sentença o juiz não atentou para a vigência da Resolução n.º 48/2004, da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece a obrigatoriedade do registro de todos os medicamentos fitoterápicos. Segundo Paulo Velten, o magistrado de base pautou sua decisão em legislação já revogada.

Na opinião de Velten, ao cumprir sua finalidade institucional de promover a proteção da saúde da população, o município deve apreender os medicamentos vendidos em desacordo com as normas legais. (Informações do Tribunal de Justiça)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Salário de servidores municipais será pago nesta segunda, 2

Publicado

em

A Prefeitura de Açailândia, na região Tocantina, através da Secretaria de Economia e Finanças, anunciou, a liberação da folha salarial dos servidores municipais referente ao mês de julho, que será paga na segunda, dia 2.

O pagamento aquece a economia local e assegura aos servidores o poder de compra.

Continue lendo

Maranhão

Navio é colocado em quarentena após tripulante testar para a Covid-19 no Maranhão

Publicado

em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quinta-feira (29) que monitora a tripulação a tripulação do navio ‘MV Pipit Arrow’, após um dos tripulantes testar positivo para a Covid-19. A embarcação está atracada em uma área de fundeio na Baía de São Marcos, no litoral de São Luís.

O navio, que tem bandeira do Panamá, saiu da Bahia e chegou a São Luís em 19 de julho. Após a notificação suspeita do caso, a Anvisa foi notificada e determinou o isolamento do tripulante e a embarcação foi colocada em quarentena.

O nome e a nacionalidade do homem não foi identificada. Até o momento, não foi confirmado se o tripulante foi infectado com algum tipo de variante do novo coronavírus.

Continue lendo

Maranhão

ITINGA DO MARANHÃO: Conselho Tutelar precisa passar por melhorias

Publicado

em

O promotor de justiça Tiago Quintanilha Nogueira, que responde pela Promotoria de Justiça de Itinga do Maranhão, inspecionou, na terça-feira, 27, o Conselho Tutelar da cidade. Acompanharam a vistoria secretária de Assistência Social de Açailândia, Arly Brenda Lima Franco Jardim, conselheiros tutelares, integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, incluindo a presidente Maria Valdirene Fernandes da Costa.

Na ocasião, foi constatado que o prédio do Conselho necessita de algumas melhorias, assim como o veículo pertencente ao referido órgão.

Foi discutida também a efetivação do Plano Municipal da Primeira Infância no Município, plano intersetorial que visa ao atendimento aos direitos das crianças na primeira infância (até os seis anos de idade) no âmbito do município, cuja elaboração é recomendada pelo Marco Legal da Primeira Infância (Lei 13.257/2016).

Outro tema tratado foi a implantação do Sipia no Conselho Tutelar, sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Igualmente foi abordado o treinamento dos integrantes da rede de proteção acerca da escuta especializada, procedimento de entrevista previsto na Lei Federal n. 13.431/17, sobre possível situação de violência contra criança ou adolescente, no intuito de garantir a proteção e o cuidado da vítima.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze