- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 06 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Obra de construção do novo presídio de Imperatriz está lenta

Mais Lidas

Os vereadores Hamilton Miranda de Andrade (PSD), José Carneiro Silva, o Buzuca (PSDB), e Francisco das Chagas Alves de Brito, o Chagão do PSD, acompanhados do deputado federal Francisco Escórcio (PMDB-MA), vistoriaram na manhã de ontem a obra de construção do novo presídio de Imperatriz, localizado na margem da BR-010, próximo à ferrovia Norte-Sul.

Em sua opinião, o vereador Chagão do PSD lamentou a morosidade da obra de construção do novo presídio que estava prevista para ser entregue em dezembro deste ano. “Nós esperamos que, após essa visita, seja impulsionada a obra do novo presídio”, assinala ele, que classificou como “passo de tartaruga” o andamento da obra do novo presídio de Imperatriz.

Já o vereador Buzuca, que também vistoriou a obra, lamentou a morosidade da construção do novo presídio e exigiu providências ao governo do Estado. Na ocasião, os funcionários da construtora responsável pela obra reclamaram de atraso de salário e da falta de condições de trabalho.

“Essa obra precisa ser entregue urgentemente ao povo de Imperatriz, pois essa situação é inadmissível, com uma obra que se arrasta há mais de ano e que ainda está do mesmo jeito”, lamentou.

O vereador-presidente Hamilton Miranda constatou “in loco” que o andamento da obra está muito lenta, inviabilizando o cumprimento do prazo de entregue que estava previsto para dezembro deste ano. “Temos visto poucos trabalhadores no canteiro de obras; não sei o que está acontecendo, mas o cronograma não será cumprido, estando completamente fora de previsão”, afirma.

Miranda observou que, durante a visita ao novo presídio, constatou que haviam apenas cinco operários trabalhando na construção da obra. “Nós viemos aqui de surpresa e verificamos como está a realidade da obra”, disse.

O deputado federal Chiquinho Escórcio que, a constatar a obra quase parada, ligou imediatamente para o secretário de Estado da Justiça, Sérgio Tamer, informando-o sobre a realidade da obra de construção do novo presídio de Imperatriz. “Falei para o secretário que estou preocupado com essa situação, pois a obra está realmente a passos de tartaruga”, frisou.

Ele garantiu que adotará providências, inclusive mantendo contatos com o dono da construtora, para que seja agilizada e concluída o mais breve possível o novo presídio de Imperatriz. “Nós viabilizamos com o governo estadual os recursos, medições foram feitas e pagas, mas a empresa não cumpriu sua parte, podendo ser penalizada”, finalizou.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias