Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Professores municipais de São Luíz continuam paralisação

Publicado

em

Professores da rede municipal de ensino de São Luíz continuam com a paralisação de advertência nesta quinta-feira, 15. A manifestação será na Praça Deodoro. Ontem, quarta-feira, 14, cerca de 500 professores ficaram reunidos em frente ao Palácio de La Ravardière, sede da Prefeitura, em reivindicação por reajustes nos salários. Com a paralisação, mais de 100 mil estudantes estão sem aulas.

De acordo com informações do SINDEDUCAÇÂO – Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público de São Luís, a Prefeitura tem que reajustar os salários dos professores em 27,14%, sendo 16,92% em relação às perdas de 2009 e 10,22% em relação a 2010. O reajuste se refere também ao aumento das verbas repassadas pelo governo federal ao município, por meio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Eles também querem o cumprimento de progressões, titulações, gratificações por locais de difícil acesso que não estariam sendo cumpridas por parte do poder público municipal.

O Imirante tentou contato com membros do SINDEDUCAÇÂO, na tarde desta quarta-feira, 14, mas não foi atendido. Em entrevista ao jornal O Estado, em matéria publicada na edição de ontem, Lindalva Batista alega que a Prefeitura não sinalizou interesse em negociação.

Outro lado

A secretária municipal de Educação, Sueli Tonial, contudo, afirmou que as negociações com os professores estão ocorrendo, mas que a pauta de 2010 ainda não está sendo trabalhada. “Estamos, sim, conversando e negociando, num clima bastante tranquilo. A prefeitura vem atendendo, atendendo e atendendo tudo que eles têm reivindicado. Até me supreendi com essa paralisação. Não havia clima para isso, não precisava”, declarou ela ao Imirante.

Em 2009, segundo Sueli Tonial, foi dado um reajuste de 8% aos professores, e, no próximo mês de maio, será concedido um aumento de progressão horizontal e vertical. Ela afirma que o salário dos docentes da rede municipal de ensino, que tem piso em R$ 1.300,00, é um dos maiores do país e acima do piso nacional. “Espero que não haja outros interesses aliados a esse movimento”, destacou a secretária.

Ela ressaltou que um aumento no repasse do Fundeb – uma das justificativas utilizadas pelos professores para um reajuste – não significa aumento de orçamento da Educação. “O repasse no Fundeb aumentou porque a prefeitura arrecadou menos no ano passado e, consequentemente, a verba do programa federal teve que ser maior para chegar o valor médio de R$ 1.400,00 por aluno. Apenas uma complementação, uma compensação”, explicou ela, dizendo que se os professores demandarem uma reunião e continuação das negociações, ela irá atender. (iMirante)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

GRAJAÚ: Cirurgia por videolaparoscopia é realizada no Hospital Geral

Publicado

em

O Hospital Geral de Grajaú, da rede estadual de saúde, realizou nesta semana a primeira cirurgia por meio de videolaparoscopia. O procedimento foi usado para uma cirurgia de retirada de vesícula de uma paciente de 44 anos de idade, residente do município maranhense de Barra do Corda. A utilização da técnica reflete o avanço já realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no processo de modernização das unidades de saúde. ​

A cirurgia por videolaparoscopia é considerada minimamente invasiva, pois os cortes são substituídos por pequenos furos, quase imperceptíveis feitos com a ajuda de pequenas pinças com câmeras nas pontas, o que permite a visualização em duas dimensões do local da cirurgia e facilitam o procedimento. De acordo com o médico cirurgião responsável pelo procedimento, Adriano Brandes, a técnica de laparoscopia é mais vantajosa para o paciente por ser menos invasiva.  

“Os procedimentos cirúrgicos por vídeo favorecem muito a alta hospitalar em menor tempo, por ser um procedimento menos invasivo do que as cirurgias abertas. Ela é popularmente conhecida como cirurgia à laser e é bem mais simples do que as antigas técnicas usadas. A videolaparoscopia tem algumas vantagens importantes para o paciente no pós-operatório: menor trauma cirúrgico, redução da taxa de infecção, menor dor, diminuição da quantidade de analgésicos após a cirurgia, recuperação mais rápida com retorno precoce às atividades habituais e ao trabalho”, explica o cirurgião. 

Para a diretora administrativa da unidade, Aparecida Kelly Lima Coelho Chaves, quem ganha é a população da região com um hospital cada vez mais equipado, ampliando o alcance da assistência especializada e de qualidade. “Com esta nova técnica, há um benefício não somente na autoestima do paciente, mas é um procedimento que traz menos dor, desconforto e possibilita uma recuperação mais curta. Com a técnica, conseguimos atender mais pessoas em menos tempo”, comentou.

O Hospital Regional de Grajaú, administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), presta atendimento nas áreas de Cirurgia Geral, Ortopedia, ultrassonografias e Clínica Médica. A unidade possui 50 leitos de enfermaria e 11 de UTI e é referência para municípios da região do Centro Maranhense.

Continue lendo

Maranhão

SENADOR LA ROCQUE: Governo anuncia pacote de obras

Publicado

em

“É um dia muito alegre aqui em Senador La Rocque, na presença firme do governador Flávio Dino e com muitas realizações. Nós estamos felizes com a missão dada por ele de executarmos diversas ordens de serviço e atendermos melhor a população”, pontuou o presidente da Agência Executiva Metropolitana do Sudoeste Maranhense (Agemsul), Davison Nascimento, sobre o olhar sensível e humanizado do governador Flávio Dino durante a agenda na cidade de Senador La Rocque, na última quarta-feira (21).

Durante a agenda na cidade, foi entregue Sistema de Abastecimento de Água, assinada Ordem de Serviço para a reforma do Estádio Municipal Reinaldão e entregue cestas de alimentos do Programa Comida na Mesa, além de assinatura de Ordens de Serviço para obras em outros municípios da Região Tocantina. O presidente da Agemsul lembrou que as ações refletem a postura de diálogo e apoio aos municípios pela gestão estadual.

Os municípios da Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense contemplados nesse momento, foram: Senador La Rocque – requalificação do Estádio Municipal Reinaldão; Campestre, Cidelândia, Itinga, São Francisco do Brejão, Sítio Novo – requalificação e urbanização de campos de futebol de pequeno porte pelo projeto Areninha; Lajeado Novo – revitalização da Praça Celso Pereira de Melo; Montes Altos – revitalização e urbanização da orla; Ribamar Fiquene – revitalização e urbanização da orla de Sumaúma.

Abastecimento de água

Durante a agenda em Senador La Rocque, o governador entregou para a população o Sistema de Abastecimento de Água, no bairro Novo Mucuíba. Uma obra que irá beneficiar com água potável de qualidade centenas de famílias. O novo sistema tem vazão de 70 mil litros por hora, 360 metros de profundidade e compreende cerca de 600 metros de rede adutora, um investimento do Governo do Estado superior a R$ 750 mil. 

Comida na Mesa

Também foram entregues 533 cestas básicas, no âmbito do Programa Comida na Mesa. As cestas serão destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade social, em razão das dificuldades oriundas da pandemia da Covid-19.

O governador Flávio Dino destacou o trabalho realizado pela Agemsul. “Quero agradecer ao Davison e toda equipe da Agemsul, porque têm feito um trabalho exemplar na concretização dessas metas. Ele tem tido atenção para verificar o cumprimento dos objetivos, dos resultados e atender com velocidade e, por isso, nós já começamos várias obras. Hoje autorizei o início de mais nove obras e daqui a 15 ou 20 dias, estarei novamente na região. A Agemsul vai concretizar muitos objetivos e metas, sempre visando dois benefícios: primeiro melhorar a vida das pessoas, e segundo gerar emprego e trabalho, mediante essas obras que a Agemsul conclui aqui na Região Tocantina”, declarou.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Estabelecimentos noturnos podem voltar a funcionar até 2h da manhã

Publicado

em

Os protocolos sanitários de combate ao contágio e disseminação da Covid-19 continuam vigentes. Além de reforçar as medidas exigidas pelos órgãos de enfrentamento da doença, o novo decreto municipal, divulgado nesta quinta-feira (22), autoriza que todas as atividades econômicas e de aspecto coletivo voltem a funcionar com o horário restrito até 02h00.

Decisão contempla bares, casas de shows e de demais eventos, clubes, áreas comuns de lazer em condomínios, padarias, delicatessen, restaurantes e similares. Esses locais devem obedecer as conformidades estabelecidas na lei de poluição sonora, obrigatoriedade do uso de máscara de proteção, distanciamento social e a disponibilidade de álcool gel aos clientes, assim como a higienização constante das superfícies.

O novo decreto, de número 53, pode ser conferido na íntegra clicando aqui. Importante observar as determinações decretadas, pois o documento é válido até dia 06 de agosto, quando novas medidas serão tomadas ou apenas prorrogadas, a partir da análise do quadro de desenvolvimento da doença na cidade. Vale ressaltar que a flexibilização da Prefeitura leva em consideração vários indicadores positivos.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 segue em ritmo acelerado no município, com a previsão da imunização das pessoas de 18 anos ainda em agosto. Até o momento, já foram aplicadas mais de 150 mil doses entre a população de Imperatriz, o que reflete na baixa no número de óbitos e na diminuição na ocupação dos leitos.

Mas lembre-se: flexibilizar não é relaxar. Imunização e as medidas sanitárias continuam fundamentais para barrar o avanço da doença.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze