- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Projeto da 2ª Caminhada Pela Liberdade Religiosa é apresentado em coletiva

Mais Lidas

Com apoio da Secretaria de Estado da Igualdade Racial (Seir), a 2ª Caminhada pela Liberdade Religiosa será realizada nesta sexta-feira (18). Para falar sobre a ação, o Fórum Estadual de Religiões de Matriz Africana do Maranhão (Ferma), o Coletivo de Entidades Negras do Maranhão (CEN) e organizações do movimento negro e afro-religioso participaram de entrevista coletiva nesta quarta-feira (16), na sede da Seir.

Na ocasião, o projeto do evento foi apresentado em detalhes. Com o tema “Chega de intolerância! Não toquem em nossos terreiros”, a Caminhada terá concentração na Praça Deodoro (Centro), a partir das 8h30. O intuito é sensibilizar e informar a sociedade sobre cidadania e direitos fundamentais na luta contra a intolerância religiosa no Maranhão.

Um das iniciativas defendidas pelos participantes é a união e organização dos terreiros, que somam aproximadamente 1.200 em São Luís e mais de 5.000 em todo o Maranhão. Para o representante do terreiro Mamãe Oxum e Pai Oxalá, Pai Joãozinho da Vila Nova, “o fortalecimento das religiões de matriz africana depende da soma de esforços entre as casas e do compromisso em manter os terreiros como espaços sagrados”.

A secretária-adjunta da Igualdade Racial, Benigna Almeida, disse estar satisfeita com os resultados do trabalho em conjunto entre a Seir e as organizações representativas das comunidades religiosas de matriz africana. “Vamos continuar investindo nas ações junto às comunidades tradicionais de terreiro, pois reconhecemos o papel social das casas, que, para além da religiosidade, são espaços de acolhimento, saúde, educação, alimentação, música, terapia e orientação, onde pessoas de todas as raças se encontram”, assinalou Benigna Almeida.

A programação da Caminhada começa na manhã desta sexta-feira (18), com um Ritual de Louvação à Natureza e ao Vodun Lissá e Orixá Oxalá. Às 15h, os participantes seguirão da Praça Deodoro até a Praça Nauro Machado, com blocos afros, músicos de terreiros e grupos de capoeira animando todo o cortejo.

São esperadas 3.000 pessoas, entre adeptos e simpatizantes. É livre a participação de todos. A comissão organizadora recomenda o uso de roupas brancas para fortalecer a imagem da caminhada como símbolo da paz.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias