- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Secretário Ricardo Murad detalha programa Saúde é Vida a deputados

Mais Lidas

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, fez nesta terça-feira (20), no plenário da Assembleia Legislativa, uma explanação detalhada e esclarecedora sobre o novo modelo público de assistência à saúde que está sendo implantado no Maranhão por meio do Programa Saúde é Vida. “Quando assumimos em 2009, eram gastos R$ 23 milhões por mês nas unidades da rede de saúde do Estado. Até dezembro deste ano, com os hospitais que ainda vamos inaugurar nos próximos meses, estaremos aplicando R$ 51 milhões mensalmente para atender a população com qualidade e dignidade em todas as unidades do Estado”, garantiu ele.

Ricardo Murad participou de uma sessão especial durante mais de sete horas para prestar todos os esclarecimentos aos deputados de oposição e governistas sobre o Programa Saúde e Vida, e para mostrar as realizações do governo no setor. A presença do secretário atendeu a um requerimento do presidente da Comissão de Saúde da Assembléia, deputado Doutor Pádua. Murad foi acompanhado de técnicos da saúde e do secretário de Estado de Assuntos Políticos, Hildo Rocha.

 “É uma honra voltar a esta Casa para debater uma questão que precisa ser prioridade em todo governo. O programa que estamos implantando no Maranhão garante uma rede interligada e capaz de resolver com eficiência e agilidade os problemas dos maranhenses que entrarem nas nossas unidades de saúde”, afirmou Ricardo Murad logo no início da sessão comandada pelo presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo.

Ricardo Murad mostrou aos parlamentares o novo modelo de assistência da saúde no Maranhão – amplamente discutido e aprovado pela Comissão de Intergestores Bipartite (CIB). “A aprovação do perfil mínimo de cada município e a regionalização da saúde foram os primeiros passos para a concreta implantação desse processo revolucionário de atenção à saúde, porque garante atendimentos básicos nos municípios, divide o estado em 19 regiões com atendimentos de média complexidade e macrorregionais com resolução de alta complexidade”, informou ele.

Qualidade dos serviços

O perfil mínimo municipal de atendimento de saúde abrange programas de hiperdia, hanseníase/tuberculose; imunização; prevenção do câncer do colo de útero e mama; controle de doenças transmissíveis e vigilância em saúde. Na rede de urgência e emergência cada município terá que manter em funcionamento hospitais com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, nebulização, leitos de obstetrícia clínica; sala de procedimentos; consultórios médicos e sala de classificação de risco. Na rede materno infantil, devem ser oferecidas consultas e exames de pré-natal e um centro de parto normal. 

Na atenção secundária, os Municípios vão oferecer internação hospitalar clínica e obstetrícia; observação em clínica cirúrgica (somente em unidades habilitadas) e procedimentos ambulatoriais: exames ambulatoriais, Raio X, ultrassonografia e eletrocardiograma.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias