Connect with us

Maranhão

MARANHÃO: Setres promove Feira Territorial de Economia Solidária na Baixada

Publicado

em

Foi encerrada no sábado (27), a 1ª Feira Territorial de Economia Solidária e Agricultura Familiar da Baixada Ocidental, realizada no município de Presidente Sarney. A feira foi uma promoção da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), em parceria com o Fórum Estadual de Economia Solidária (Feesma) e a Delegacia Federal de Desenvolvimento Agrário (DFDA).

 “A ação conjunta dos parceiros é que possibilita, aos produtores, o acesso à qualificação para empreendedorismo, ao microcrédito, ao escoamento da produção e à articulação entre os grupos”, garantiu o secretário de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy. 

A feira contou com grupos produtores de 19 municípios da região, 135 expositores e 59 grupos produtores diferentes, que fizeram uma verdadeira festa em comercialização, integração entre os grupos e geração de renda para os expositores e para o município-sede do evento. Dentre os produtos expostos estavam o artesanato em cerâmica de Alcântara, o mel de tiúba cinza – abelha sem ferrão – de São Bento, a cachaça artesanal Azulzinha, de Central do Maranhão, dentre muitos outros.

 “A Feira de Economia Solidária e Agricultura Familiar é o resultado de um trabalho muito grande feito através de uma rede de apoiadores, que passa pela articulação entre os produtores, entre os municípios, entre os organizadores e que acaba chegando ao público como essa festa toda”, explica Mariana Nascimento, coordenadora de Economia Solidária da Setres.

As Feiras de Economia Solidária e Agricultura Familiar funcionam como um importante espaço de comercialização direta, dando maior visibilidade à produção dos empreendimentos solidários e estabelecendo relações saudáveis entre produtores e consumidores, procurando fortalecer a ideia de um consumo consciente e responsável dos produtos e serviços de origem solidária.

Para a realização das feiras, uma grande cadeia de parceiros foi formada, dentre órgãos estaduais e federais, além de entidades da sociedade civil organizada, movimentos sociais e bancos públicos.

A agenda de qualificação para produtores obedeceu a uma programação diurna – ao longo do dia – antes da exposição em si, que aconteceu durante três noites. Dentre as capacitações que foram oferecidas, estão a oficina “Comercialização e Consumo Solidário”, além de palestras mais práticas, como a que será ministrada pela Agerp, sobre os efeitos das queimadas.

Comercialização fortalecida

Um dos estandes mais visitados foi o do município de Alcântara, representado pela Associação de Mulheres do Itamatatiua, comunidade remanescente de quilombo. Segundo a artesã Ângela de Jesus, o sucesso da comercialização foi tão grande, que quase toda a produção do grupo acabou na primeira noite de exposição. “A gente não esperava comercializar quase tudo no primeiro dia”, contou.

O produtor da cachaça artesanal “Azulzinha”, do município de Central do Maranhão, se declarou encantado com a integração proporcionada pela feira. “Sem dúvida nenhuma que esse é um espaço legítimo de divulgação e escoamento da nossa produção”, destacou. “Fazer o consumidor conhecer nosso produto é fundamental para a continuidade de nosso empreendimento e a feira faz isso muito bem”, garantiu.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Carreata abre programação de combate ao trabalho infantil

Publicado

em

O Dia Mundial de Combate à Exploração do Trabalho Infantil em Imperatriz foi marcado por carreata realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, na manhã de sábado,12. As avenidas Getúlio Vargas, Dorgival Pinheiro, Santa Tereza, entre outras ruas do centro da cidade, compuseram o percurso. Participaram do momento todos os órgãos da Rede de proteção à criança e ao adolescente como Conselho Tutelar, programas da Sedes, CMDCA e outros. Ao final, foi entregue café individual aos participantes. As atividades não se limitam apenas ao dia 12, mas seguem até o próximo dia 30 e alcançam também a zona rural da cidade.

A data foi instituída pela Organização Internacional do Trabalho no ano de 2002, para conscientizar sociedade em geral, trabalhadores, empregadores e governos de todo o mundo contra o trabalho infantil. Janaína Ramos, secretária da Sedes, faz o alerta: “Os dados de trabalho infantil são alarmantes, sabemos que a própria pandemia tem contribuído para isso. Precisamos unir forças para combater esta prática!”.

De fato, o que apontam as manchetes de vários jornais brasileiros e órgãos de apoio à infância e adolescência, é que esta exploração voltou a crescer no mundo. Informações do site da Unicef mostram que 160 milhões de crianças e adolescentes são vitimas da prática mundialmente. O mesmo site informa que, no Brasil, antes da pandemia, já havia mais de 1,7 milhão de crianças e adolescentes nessa situação, e até 2022 o quadro tende a piorar, potencializado com a pandemia da Covid-19.

A articuladora do Selo Unicef na Sedes, Milaelly Santos, explica que “serão realizadas neste mês, ações especiais voltadas ao combate desta prática, cujo tema deste ano é “Dignidade é dignidade, não se negocia”. Moradores da zona rural também estão incluídos no público das atividades, para que o máximo de pessoas tomem conhecimento e apoiem a causa”, disse.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Prefeitura prorroga decreto que flexibilizou atividades

Publicado

em

A Prefeitura de Imperatriz prorrogou na sexta-feira (11), a vigência do decreto nº 034 de 05 de maio, que determinou flexibilizações de atividades em Imperatriz. O documento nº 041 é válido até o dia 22 de junho de 2021, quando novas medidas serão tomadas ou novamente prorrogadas.

A redação do artigo 1º do decreto diz: “Ficam prorrogadas até o dia 26 de Junho de 2021 as medidas restritivas de prevenção ao coronavírus, já previstas no decreto nº 034 de 5 de junho de 2021”. Documento na íntegra está disponível no Diário Oficial do Município na edição de sexta-feira, 11 de junho, em: http://www.diariooficial.imperatriz.ma.gov.br/edicoes

A obrigação do uso de máscaras, bem como o distanciamento social, em qualquer situação e lugar e todos os protocolos sanitários definidos pelos órgãos competentes estão mantidos. A Prefeitura pode rever esse decreto, para medidas necessárias em decorrência de fatos supervenientes. As avalições quanto à situação dos números da Covid-19 em Imperatriz são realizadas diariamente e, se a estabilidade continuar, as restrições também serão amenizadas como sempre tem sido feito. Caso a situação seja ao contrário, as restrições aumentam também. De acordo com os últimos boletins, está existindo estabilidade em Imperatriz e por isso o prefeito Assis Ramos definiu por prorrogar por mais 11 dias o decreto anterior.

Além disso, ações de controle e verificação para cumprimento das medidas restritivas de combate à pandemia continuam. As fiscalizações são feitas dia e noite, todos os dias por órgãos da Prefeitura: Guarda Municipal, Secretaria de Trânsito, Vigilância Sanitária, Defesa Civil, Meio Ambiente, Secretaria de Governo, Polícia Militar, Sefazgo, Planejamento Urbano, entre outros.

Em caso de denúncias por aglomeração ou descumprimento das medidas sanitárias, a população pode ligar para a Guarda Municipal (99) 99120-7328; Vigilância Sanitária (99) 99138-2781; Ouvidoria (99) 99100-7184 ou no 190 da Polícia Militar. 

Continue lendo

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Mulher cai no golpe do “galã da internet” e fica sem moto

Publicado

em

Na cidade de Açailândia, no sul do Maranhão, um encontro do Dia dos Namorados, no sábado, 12, terminou na Delegacia. Tudo porque uma mulher teve a motocicleta Honda Biz, de cor vermelha com placa PSJ-9128, furtada por um homem com que havia marcado um encontro.

Segundo o Boletim de ocorrência, a mulher disse que mantinha contatos online com o homem, a cerca de três meses, e que no Dia dos Namorados, resolveram se conhecer pessoalmente.

O que era para ser uma noite romântica se transformou em pesadelo, após o homem pedir a moto para abastecer, sair e não mais voltar, deixando a vítima sem o veículo.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze