- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Técnicos do Governo do Estado discutem Macrozoneamento da Amazônia Legal

Mais Lidas

Acontece, nesta quinta-feira (20), a partir das 9h, no auditório da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan) reunião de trabalho entre técnicos do Governo do Maranhão e o chefe geral da Embrapa Monitoramento por Satélite de Campinas (SP), Mateus Batistella. O objetivo da reunião é agilizar a conclusão do Macrozoneamento Ecológico e Econômico da Amazônia Legal em território maranhense.

Segundo o superintendente de Gestão de Planos e de Orçamentos da Seplan, Marco Aurélio de Sousa Martins, a perspectiva do Governo do Estado é concluir o trabalho antes do prazo determinado pelo Decreto Presidencial 7.378 de 1º de outubro de 2010 que estabelece o final de 2012 para a conclusão do Macrozoneamento. “Esse é um importante instrumento de planejamento e de gestão ambiental que vamos disponibilizar para todos os órgãos governamentais e para as mais diversas entidades sejam elas empresariais, sindicais, dentre outras”, afirmou. 

Marco Aurélio também antecipou que esse trabalho vai, também, diagnosticar todas as regiões do Maranhão dentro da Amazônia legal com suas potencialidades e vocações de forma a permitir aos gestores, empresários e demais entes da sociedade civil organizada a tomada de decisões e implementação de programa de governo que tenha em seu âmago desenvolvimento e preservação ambiental.

Integração

Vão participar da reunião, técnicos das Secretarias de Estado de Planejamento, Agricultura, Desenvolvimento Agrário, Indústria e Comércio, Assuntos Estratégicos, Meio Ambiente, Cidades, e de Ciência e Tecnologia, do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e da Embrapa Cocais.

 “A nossa proposta é definir de forma conjunta e compartilhada as ações que vamos colocar em prática para agilizarmos todo o trabalho e o produto final que vamos ter que deve conter mapas temáticos, bancos de dados, enfim, uma série de estudos e produtos de pesquisa englobando todas as regiões do Maranhão, em suas mais diversas peculiaridades”, enfatizou.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias