Connect with us

Pará

Ministério da Justiça e Segup atestam a redução da criminalidade no PA

Publicado

em

Informações divulgadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no mês de agosto indicam que o Pará está entre os 10 Estados que mais reduziram a violência, no período de janeiro a abril deste ano. Segundo o Monitor da Violência, que integra o portal de notícias G1, o Pará é o terceiro Estado que mais contribuiu para a redução da violência no Brasil. As reduções são comprovadas pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), que expôs os dados de agosto e do período acumulado, janeiro a agosto, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (09), na sede da Secretaria, em Belém. Gestores das forças de Segurança estaduais participaram da divulgação dos dados à imprensa.

Entre os dados divulgados destaca-se a redução de 38% nos casos de homicídios registrados no Estado no período de 1º a 31 de agosto, em comparação com o mesmo período de 2018. A diminuição dos índices representa a preservação de 117 vidas, visto que o número de homicídios reduziu de 312 mortes no período, em 2018, para 195 ocorrências este ano. Essa é a maior redução registrada nos homicídios, considerando o período de janeiro a agosto, desde 2010.

Nos casos de roubos houve uma redução de 25%, com 2.241 casos registrados a menos neste ano. Os registros apontam 8.835 ocorrências em 2018 e 6.594 em 2019. Também é a melhor taxa de redução de roubos, comparando todos os meses de agosto, desde 2010.

Os números de roubos a transeuntes tiveram uma redução de 30%, mantendo os índices de queda nesse tipo de crime em todo o Pará. Em agosto de 2018 foram registrados 7.556 casos, já em agosto deste ano 5.302 casos, resultando em uma diminuição de 2.254 ocorrências. Já os dados de roubos a veículos apresentaram diminuição de 45%, sendo 475 e 260 casos em agosto, respectivamente em 2018 e 2019, o que resultou em 215 ocorrências a menos. Os roubos a coletivos tiveram redução de 74% – em agosto de 2018 foram 92 ocorrências, e em agosto deste ano, 24 – menos 68 casos.

“Tudo o que foi alcançado até aqui é fruto do empenho de todas as forças policiais e de um planejamento estratégico, focado na ostensividade e na prevenção. A Polícia Militar, podendo se alocar em pontos estratégicos definidos por nós, levando em conta dias e horários; a Polícia Civil, juntamente com o Centro de Perícias Renato Chaves, atuando fortemente quando a criminalidade viesse a ocorrer. Trabalhamos para que o crime não ocorra, e uma vez ocorrendo, que a polícia judiciária dê uma pronta resposta para que a sensação de impunidade não possa reinar”, enfatizou o titular da Segup, Ualame Machado.

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, demonstraram uma redução de 38%. Em agosto de 2018 foram 331 ocorrências registradas, enquanto no mesmo período de 2019 foram 205 ocorrências – 126 crimes a menos.

Dado Acumulado – No comparativo dos números acumulados de 1º de janeiro a 31 de agosto de 2018 e 2019, os registros de homicídio também caíram em 26%. Foram evitadas 686 ações criminosas. Tendo sido computadas, nesse período, no ano passado, 2.589 ocorrências, e 1.903, no mesmo período, em 2019.

Em relação ao número de roubos foram computados 74.515 casos em 2018, de 1º de janeiro a 31 de agosto. Em 2019 essas ocorrências reduziram para 57.043, no mesmo período, apontando uma diminuição de 23% nas ocorrências de roubos – 17.472 a menos.

Região Metropolitana – A redução do número de homicídios na Região Metropolitana de Belém, no período de 1º a 31 de agosto, comparando os anos de 2018 e 2019, corresponde a 55%. Em 2018, foram 110 casos, e este ano 50, preservando 60 vidas.

Os casos de roubos, na RMB, ao comparar agosto de 2018 e de 2019, alcançaram uma redução de 29%, com  5.475 registros no ano passado e 3.909 neste ano, o que resultou em 1.566 roubos a menos.

De 1º de janeiro a 31 de agosto, ao comparar 2018 e 2019, a redução do crime de homicídio chegou a 48%, com 458 mortes a menos. No ano passado, 949 homicídios foram computados, e 491 este ano.

Polícia Militar – De janeiro a agosto de 2019, a PM registrou a apreensão de 1.508 armas e de 15.418 pessoas à autoridade policial, além de ter recuperado 600 carros e 2.547 motos. Ainda houve a recaptura de 1.562 foragidos.

“O policiamento é direcionado para fazer frente a essa realidade, analisando essas estatísticas criminais. Nosso foco imediato é reforçar a ação nos sete bairros elencados para receber ou que já foram contemplados pelo programa Territórios pela Paz, que são Benguí, Cabanagem, Terra-Firme, Jurunas, Guamá, Icuí, em Ananindeua, Centro, em Marituba. Mas o trabalho intenso é presente em todo o Estado”, citou o comandante-geral da PM, Dílson Júnior. 

Polícia Civil – Entre a produtividade apresentada pela Polícia Civil, no período de janeiro a agosto, está o aumento de 23% dos mandados de prisão cumpridos, de 6% no número de procedimentos instaurados e de 23% nos registros de procedimentos por drogas.  

De acordo com o Delegado-Geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira, a PC está se caracterizando pela celeridade e eficiência na investigação. “Isso se deve a atuação do sistema. A polícia Militar de forma preventiva e ostensiva na rua. As ações pontuais no combate a alguns crimes específicos, realizados pela PC, com investigações qualificadas. Se os números de ocorrências envolvendo crimes diminui, isso possibilita que os policiais civis possam desenvolver uma investigação mais qualificada, e por consequência a identificação de seus autores”, ressaltou Teixeira.

Centro de Perícias – No oitavo mês do ano, o Centro de Perícias Cientificas Renato Chaves realizou 573 exames necroscópicos, 3.042 exames de lesão corporal, 324 exames sexológicos, 150 perícias de local de crime contra a pessoa e 930 perícias veiculares.

“Hoje nós conseguimos dar uma resposta mais rápida para a Polícia Civil na emissão dos laudos. Com isso, a gente consegue melhorar o trabalho investigativo. Por conta da redução dos índices de criminalidade, a gente está conseguindo emitir laudos com 10 dias, e também cobrir uma demanda que estava atrasada”, informou o diretor do CPC Renato Chaves, Celso Mascarenhas. (Aline Saavedra)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

ELDORADO DOS CARAJÁS: BRK Ambiental inaugura novo laboratório de análise da água

Publicado

em

A BRK Ambiental, concessionária responsável por serviços de saneamento em nove municípios do Pará, inaugurou um novo laboratório de análises de controle de qualidade da água para consumo humano em Eldorado do Carajás, na região de Carajás.   

A nova instalação permitirá a realização de mais de 800 amostras de água por mês, o que corresponde a aproximadamente 2.500 parâmetros distribuídos entre análises físico-químicas e microbiológicas em matrizes de água bruta e tratada, atendendo a legislação nacional de qualidade da água para consumo humano do Ministério da Saúde. 

Atualmente, a BRK Ambiental atende cerca de 165 mil pessoas na região com água tratada. O objetivo da companhia é dar continuidade ao monitoramento de forma estratégica, otimizando o processo de amostragem da qualidade da água em todas as etapas do processo de produção, ou seja, desde a captação, processo de tratamento, armazenamento em reservatórios e no sistema de distribuição, visando garantir a proficiência e confiabilidade dos dados gerados. 

“Atestar a qualidade da água com um trabalho rigoroso e transparente faz parte do nosso propósito de transformar a vida das pessoas garantindo água e saneamento de qualidade. Agora, com um novo laboratório, esse serviço traz mais eficiência e praticidade na rotina da operação, beneficiando ainda mais os nossos clientes”, afirma Sandra Leal, gerente de Operações da BRK Ambiental.   

O engenheiro Pedro Gobbo, responsável pelas operações da concessionária no Pará ressalta que, anualmente, são disponibilizados relatórios com informações sobre a qualidade da água distribuída. “Todos os anos, as nossas equipes preparam o relatório anual de qualidade da água, em cumprimento ao Decreto Presidencial nº 5.440/2005, em que é possível atestar as análises das amostras laboratoriais. É importante que a população saiba que a água fornecida pela BRK Ambiental possui qualidade comprovada”, explica Gobbo. 

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Mercado de Morada Nova será inaugurado na sexta, dia 30

Publicado

em

Na próxima sexta-feira (30), no Distrito de Morada Nova, será inaugurado o Mercado Municipal Lúcia Mendes. O empreendimento conta com 52 boxes e dez barracas que serão montadas para vendedores de produtos da horta comunitária dos Residenciais Tiradentes e Jardim do Éden.

Edillany Campos trabalha com moda feminina há cinco anos, mas por causa da pandemia teve que interromper seu trabalho, que será retomado agora com a inauguração do novo mercado, após ser sorteada para ter sua loja em um dos boxes. “Estou muito ansiosa para voltar a minha rotina e trabalhar. Nós esperamos praticamente um ano por causa da pandemia. O ambiente está muito bom, os boxes são bem organizados, estruturados”, pontua a comerciante.

Ela ainda afirma que não tem do que reclamar e espera que o novo mercado abra um leque de oportunidades para quem vive no distrito. “Para nós que moramos aqui em Morada Nova vai melhorar muita coisa porque vai ter oportunidade para as pessoas trabalharem e um local para as pessoas passearem”, comenta.


Outro trabalhador que estava dando uns toques finais no novo ponto de trabalho era o barbeiro Josiel Silva, que atua há 27 anos no ofício. “A minha expectativa é que o ‘trem’ aqui vai ser bom. Nós esperamos um tempo por causa da pandemia, mas é normal. Nós estamos nos sentindo bem e alegres com a inauguração e acho que vai ser bom para todo mundo”, ressalta.

Entre os produtos e serviços que serão ofertados no novo espaço estão açougues, peixarias, hortifrúti, lanchonetes, lojas de roupas, barbearias, chaveiros e outros.

O feirante Antonio Filho trabalha há 12 anos com venda de frutas e compartilha o sentimento ao inaugurar a frutaria no novo mercado. “Nós esperamos que seja muito bom. Morada Nova pela primeira vez está conseguindo um mercado municipal, algo que não existia antes. Então é muito importante para nós termos o mercado aqui”, ressalta.

No mês passado, agentes da Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas (SEVOP) realizaram os últimos ajustes no sistema elétrico e na pintura do novo mercado.

A inauguração do Mercado Municipal Lúcia Mendes ocorre na próxima sexta-feira, às 17h, na Avenida Tocantins, ao lado do Ginásio de Morada Nova cumprindo todos os protocolos contra a Covid-19. (Ronaldo Palheta / Fotos: Aline Nascimento)

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Florada dos Ipês dão atrativo especial a época do ano

Publicado

em

O verão marabaense, entre os meses de junho e agosto, vai ganhando ainda mais cor com a florada de ipês. Amarelo, branco, rosa, os ipês dão um colorido especial para as avenidas e ajudam na arborização da cidade. Essa semana, mais ipês floresceram garantindo um espetáculo de cores na cidade.

Para deixar a cidade ainda mais bonita, a coordenação de paisagismo da Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) e a Sevop (Secretaria de Viação e Obras Públicas) devem plantar até o final do ano mais de 2 mil mudas de ipês. A beleza dessas árvores desperta uma boa sensação na população. Além dos ipês, o paisagismo também semeia espécies como pau preto, açaí, palmeiras e plantas ornamentais.

Edilson Nunes Ferreira, coordenador do paisagismo, explica que a arborização do município é um trabalho que o setor já desenvolve há algum tempo, e esta época em especial os ipês ganham evidência na cidade. “A época da floração do ipê é muito bonita para a nossa cidade. Estamos continuando plantando cada vez mais, nas avenidas principalmente”, pontua.

A equipe do paisagismo atualmente planta grama no Km 07 e está arborizando os locais que precisam. “Já temos uma pista de caminhada e precisamos no futuro ter a sombra para as pessoas fazerem a caminhada tranquilos”, lembra Edilson Nunes, acrescentando que desvios da Folha 33 também estão no rol de locais que recebem o paisagismo no município.

A previsão é que até o mês de dezembro sejam plantadas mais de 2.000 mil espécies de ipês em pontos estratégicos do município.

Rubens Sampaio, secretário municipal de Meio Ambiente, relembra que este mês de julho se trata de um período onde muitas espécies fazem sua floração. “Isso é importante para o meio ambiente, porque as árvores ajudam a diminuir o calor na cidade, sabemos que existe uma necessidade muito grande de arborizarmos Marabá e, às vezes, falta arborização. Fazemos um trabalho junto com o paisagismo da cidade, onde temos um viveiro na Semma que realizam a arborização da cidade somente nos logradouros públicos”, comenta Rubens Sampaio.

As árvores assumem um papel importante na área urbana, uma vez que, absorvem poluição sonora e atmosférica, dando conforto térmico, visual e melhorando consequentemente a qualidade de vida. (Emilly Coelho / Fotos: Sérgio Barros e Paulo Sérgio)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze