Moradores protestam contra má estruturação na construção de trecho da rodovia Transamazônica (BR-230), na extensão do perímetro do povoado Jarbas Passarinho, nos municípios de Palestina e Brejo Grande, na região de Carajás, no estado do Pará, na manhã desta segunda-feira, 29.

O povoado faz limite com Araguatins, município do Bico do Papagaio, na divisa entre os estados do Tocantins e Pará.

Os moradores bloquearam por cerca de 1h a passagem de veículos e queimaram pneus no local, até que responsáveis pela empresa que executa a obra, chegassem para tratar do assunto.

Eles reclamam que a construtora, teria rebaixado demais a pista, criando uma espécie de cratera, que já impossibilitada a travessia de pedestres de um lado para outro, entre os dois municípios e vai impossibilitar a parada de viajantes, no trecho que possui uma série de comércios como restaurantes, dormitórios, mercearias e outros.

A Transamazônica divide o lado dos povoados que pertencem a Palestina e a Brejo Grande.

Logo com a chegada dos representantes da construtora, o protesto foi suspenso e os veículos liberados para passagem. Uma comissão de moradores se reunião com a empresa para discutir uma medida para solucionar o problema.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.