Connect with us

Tocantins

MPE denuncia policiais militares que atiraram contra delegado no TO

Publicado

em

O Ministério Público Estadual denunciou os quatro policiais militares que atiraram contra o delegado da Polícia Civil, Marivan da Silva Souza. A ação agora será analisada por um juiz, que pode aceitar ou não a denúncia. O caso aconteceu no dia 28 de outubro, no momento que os militares procuravam assaltantes de um carro-forte, em Guarai.

A denúncia é contra os policiais Cleiber Levy Gonçalves Brasilino, João Luiz Andrade da Silva, Thiago Mariano Duarte Peres e Frederico Ribeiro dos Santos. O advogado do soldado João Luiz, Indiano Soares, disse que vai apresentar defesa e tentar desclassificar a denúncia pois, para ele, o processo deve ser julgado na Justiça Militar. Ele entende ainda que o caso não deve ser tratado como tentativa de homicídio.

No documento, o MPE afirma que eles praticaram tentativa de homicídio, usando de meio que resultou em perigo comum, já que os tiros foram disparados na rua, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. A promotoria ainda pede que eles sejam julgados pelo Júri Popular.

A denúncia pede ainda que o crime seja considerado hediondo, já que os tiros foram disparados contra um integrante da Força Nacional de Segurança Pública, no exercício da função ou em decorrência dela.

O promotor Cristian Monteiro relata na ação que os policiais estavam na região de Guaraí desde o dia 27 de outubro em busca de assaltantes que roubaram um carro-forte na BR-153, perto de Presidente Kennedy. Eles procuravam um homem que seria o principal mandante do assalto, conhecido como Juninho Nicolau, o qual trafegava em um veículo de cor branca.

Durante as buscas, os policiais estavam sem farda em uma caminhonete descaracterizada e armados com fuzis calibre.223. Em um determinado momento, eles viram um veículo, também de cor branca, sendo conduzido pelo delegado.

Os militares, então, começaram a perseguição, que aconteceu por mais de 15 km. Os tiros foram registrados na avenida Bernardo Sayão, da cidade de Guaraí. Conforme consta na denúncia, os veículos estavam em uma velocidade de 30 km/h a 50 km/h e a uma distância de 15 metros a 25 metros um do outro.

Segundo o MPE, em nenhum momento qualquer dos militares ordenou que a vítima parasse ou encostasse o veículo. Foram efetuados quatro disparos contra o delegado.

A vítima disse que no momento ouviu um som parecido com um estouro de pneu e percebeu que estava sangrando. Resolveu parar para ver o que tinha acontecido. Foi quando os militares se aproximaram e, armados, pediram que o delegado descesse do carro com as mãos na cabeça.

Segundo o promotor, “os acusados agiram contrariamente ao que regula o procedimento operacional padrão da Polícia Militar do Estado do Tocantins, bem como a vítima em nenhum momento deu razões para o ato hediondo dos acusados”.

Prisão

No dia 29 do mês passado, o juiz plantonista Ciro Rosa de Oliveira decretou a prisão dos policiais. Segundo ele, o objetivo era evitar que os militares destruam provas e interfiram no depoimento de testemunhas.

Eles deixaram a cela do Quartel do Comando Geral no dia 14 de novembro. A decisão foi da juíza Célia Regina Regis, que entendeu que não havia risco dos militares interferirem no andamento da investigação. Ela negou o pedido da defesa dos PMs para que o caso fosse transferido para à Justiça Militar.
Baleado

O delegado foi baleado com três tiros e acabou perdendo parte da orelha. “Estava andando devagar na avenida, não estava correndo, até porque o trânsito estava movimentado, quando ouvi um barulho. Encostei o carro e saí, só depois percebi que tinha sido baleado. Me falaram para deitar no chão e apontaram as armas. Aí falei que eu era delegado. Eu estava desarmado”, relatou ele na época. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Sala do Empreendedor é instalada no Jalapão

Publicado

em

A região do Jalapão contará com mais um local de atendimento para os pequenos negócios. O novo Ponto de Atendimento e Sala do Empreendedor do Sebrae foram inaugurados neste sábado, 19, localizado na Praça do CAT – Sedematur, em Mateiros, município onde está localizada a maior parte da região ecoturística do Jalapão.

Mais de 1.700 pequenos negócios serão beneficiados com o atendimento presencial e local do Sebrae Tocantins, contando, inclusive, com orientação para acesso ao crédito.  O prefeito de Medeiros, João Martins, comemorou o novo Ponto, ressaltando o quanto será importante para todos os municípios que fazem parte do consórcio de municípios do Jalapão.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Rogério Ramos enfatizou o quanto a presença dos micro empreendedores é importante para o desenvolvimento do Jalapão. “A região se destaca muito pelos pequenos negócios e isso se soma a uma grande estrutura, de um lugar rico, já conhecido internacionalmente. O Sebrae tem uma equipe muito qualificada para atender e transformar grandes regiões”, pontuou.

Para o superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, com este Ponto de Atendimento, o time do Sebrae irá reforçar as ações para fortalecer o atendimento aos pequenos negócios da região. “As pequenas empresas vão fazer do Jalapão uma região turística como qualquer outra do País. Não tenho dúvidas que podemos ser o ponto turístico mais visitado do Norte do Brasil”, afirmou.

A inauguração contou ainda com a presença do diretor de Administração e Finanças Jarbas Meurer, a senadora Kátia Abreu, o Diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, o vice-presidente de varejo da Caixa, Celso Leonardo,  o prefeito de São Félix do Tocantins, Carlos Irael, a prefeita de Lizarda, Suelen Lustroso, além de autoridades locais.

Cidade Empreendedora

Na ocasião, também foi assinado o Termo de Adesão do município de Mateiros ao Programa Cidade Empreendedora. O objetivo é promover o crescimento e o fortalecimento dos pequenos negócios nos municípios do Tocantins através de dez eixos, que vão das compras públicas, sala do empreendedor à implantação do Projeto Força Mulher, ações de educação empreendedora, entre outros.

Continue lendo

Tocantins

Evento em parceria com Sebrae reúne educadores de todo o Tocantins

Publicado

em

Nesta segunda e terça-feira, 21 e 22, profissionais de todo o Estado participam do I Simpósio de Educação da Regional Portal do Jalapão. O evento, gratuito e on-line, é uma realização da Prefeitura de Porto Nacional, em parceria com o Sebrae, com abordagem nas Novas Aprendizagens em Uma Nova Escola – Estreitando Fronteiras.  Interessados podem se inscrever pelo link http://bit.ly/estreitandofronteiras e a transmissão será pelo canal do Sebrae Tocantins, no Youtube.

“A ideia do Simpósio surgiu a partir da observação que fizemos neste período de pandemia, sobre o fato de educadores e escolas terem que se reinventar para levar o ensino e aprendizagem para os alunos da rede. A parceria do Sebrae neste evento é importante, porque visualizamos que podemos ir mais longe com o apoio de todos”, enfatizou a diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Porto Nacional, Alexandra Albuquerque Gomes.


A coordenadora de Educação Empreendedora do Sebrae, Izana Assunção, ressaltou o papel da instituição de fortalecer as escolas no sentido de fomentar o empreendedorismo. “Queremos reforçar o protagonismo dos professores e estudantes e tornar as escolas mais empreendedoras, inspirando alunos e professores”, destacou.

A programação conta com os temas de ensino e avaliação durante e pós pandemia, modelos híbridos e flexíveis de ensino, Inteligência Emocional na Adversidade, além de interação entre as secretarias municipais e sorteio de livros. Um dos palestrantes é o professor doutor Hamilton Werneck. Autor de 26 livros, entre eles, “Se você finge que ensina, eu finjo que aprendo”, ele vai abordar Como Ensinar Bem e Avaliar Melhor na Pandemia e Pós-Pandemia. “

A analista e gestora do Sebrae de Porto Nacional, Milena Rodrigues, afirmou que a instituição “não poderia ficar de fora de um evento como esse, logo que apoia as empresas do Estado, capacitando-as para cumprir com eficácia o seu papel no processo de desenvolvimento econômico e social”, pontuou.

Programação

21/06

8h – Abertura

9h – Tema: Como Ensinar Bem e Avaliar Melhor na Pandemia e Pós-Pandemia – Professor doutor Hamilton Werneck.

14h – Tema: Modelos Híbridos e Flexíveis – Professora doutora Arlenes Spada

16h – Case Escola de Araguaína  – Professora mestra Elisangela Silva de Sousa

22/06

8h – Acolhimento e interação no chat com secretarias municipais de Educação da Regional

9h – Inteligência Emocional na Adversidade – Professor e master treinador Emerson Pinduka

Continue lendo

Tocantins

Polícia Civil do Tocantins ganha nova estrutura denominada “Cidade da Polícia”

Publicado

em

A partir desta segunda-feira, 21, as unidades administrativas da Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), começam a funcionar na nova estrutura denominada Cidade da Polícia. O prédio está localizado na Quadra 202 Sul, em Palmas, e possui uma área de 2.823m² construída, com mobiliários novos e ambiente adaptado para receber a comunidade em geral.

Na nova instalação, inicialmente passam a funcionar a Delegacia Geral da Polícia Civil e suas diretorias de polícia da Capital, do Interior, e a de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado. No local também está sendo instalado o administrativo da Superintendência da Polícia Científica.  Além de moderna e integrada, com o novo prédio a redução de despesas com aluguel será de 23%, uma vez que as unidades, que estavam instaladas em diversos prédios, agora estarão reunidas na Cidade da Polícia.


O secretário de Segurança Pública do Tocantins, Cristiano Sampaio, celebrou a importante conquista que, segundo ele, trará benefícios não só a PC-TO. “Toda a sociedade ganha com a mudança uma vez que terá acesso aos principais serviços oferecidos pelo PC-TO em um só lugar, além do aparelhamento da polícia que irá trabalhar de forma mais integrada”, informou.

A delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra, explicou sobre a fase de mudança e adaptação, destacando os ganhos para a PC-TO. “Essa é a oportunidade de continuar levando segurança à população de uma forma inovadora, seguindo exemplos nacionais. A proposta do espaço também permitirá um trabalho mais integrado, beneficiando uma comunicação interpessoal e uma vivência presencial”, destacou.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze