No início da noite desta terça, 8, o ex-governador Marcelo Miranda (MDB), teve mais um pedido de habeas corpus negado. Desta vez no Superior Tribunal de Justiça (STJ), pelo ministro Reynaldo Soares da Fonseca.

Marcelo Miranda está preso em Palmas desde o dia 26 de setembro no Quartel de Comando Geral da Polícia Militar.

José Edmar Brito Miranda está solto desde o dia 27 de setembro após pagar fiança de 200 salários mínimos. O irmão de Marcelo, José Edmar Brito Miranda Júnior, também segue preso. Ele está em uma cela para presos com diploma de nível superior na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Os três são acusados de montarem uma quadrilha que teria desviado cerca de R$ 300 milhões dos cofres públicos do Tocantins.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.