Depois de 10 anos a frente do Partido da Mobilização Nacional (PMN), no Tocantins, Nuir Júnior, deixou a legenda.

Ele alega que se tornou inviável continuar no partido, por conta da sigla não ter alcançado a cláusula de desempenho nas eleições, perdendo tempo de TV e Rádio e fundo partidário.

Nuir disse que abriu conversas com outras legendas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.