Connect with us

Tocantins

Operação combate falsificação de documentos, falsidade ideológica e sonegação fiscal no TO, PA e MA

Publicado

em

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, deflagrou nesta quinta-feira,18, a terceira fase da Operação “Walking Dead” visando combater uma organização criminosa especializada na prática de crimes de falsificação de documentos públicos e particulares, falsidade ideológica, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro no desvio de valores que deveriam ter sido recolhidos no comércio de grãos e bebidas. Paralelamente, a Polícia Civil do Tocantins está apoiando a Operação Créditos Ilusórios, deflagrada pela Polícia Civil maranhense a partir do compartilhamento de provas produzidas nas operações Walking Dead e Falsário.

No Tocantins, estão sendo cumpridos nesta manhã 14 (quatorze) mandados judiciais, sendo 08 (oito) mandados de busca e apreensão, 04 (quatro) mandados de prisão temporária e 02 (dois) mandados de prisão preventiva, mobilizando cerca de 30 policiais civis tocantinenses.

Segundo o delegado Vinícius Mendes de Oliveira, que comanda a operação, são alvos da operação um auditor da receita estadual, contadores, empresários, intermediários e “laranjas” que se beneficiaram do esquema criminoso auferindo valores que deveriam ter sido recolhidos à Fazenda Pública do Tocantins, a título de impostos. Uma das pessoas presas na operação se passava pelo nome de uma senhora de iniciais S. P. S., falecida em 2010, e que teve o seu nome usado para constituir uma das empresas de fachada em 2014.

Apreensões

Durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão na residência do auditor fiscal, em Araguaína, no Norte do Tocantins, foi detectado que um dos aparelhos celulares apreendidos encontrava-se com sérias avarias. A suspeita da Polícia é que o aparelho teria sido quebrado pelo investigado no intuito de eliminar provas. Isto porque o local é monitorado por circuito interno de TV, o que possibilitaria a ciência da chegada das equipes policiais ao imóvel, assim como a versão apresentada pelo suspeito e pela sua esposa sobre o fato que levou à destruição do equipamento foi totalmente contraditória.

Parcerias

No Maranhão, a Polícia Civil do Tocantins também está apoiando grande ação  desencadeada pela Polícia Civil daquele Estado, a partir de provas obtidas nas operações Walking Dead e Falsário, também deflagradas pelo órgão tocantinense. Denominada “Créditos Ilusórios”, a operação paralela é comandada pela Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), com apoio também das Policias Civis dos Estados do Ceará e Piauí, além do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), dá cumprimento a mandados de busca, apreensão e prisão de membros de uma Organização Criminosa especializada em fraudes tributárias e sonegação de impostos decorrentes do escoamento e comercialização de grãos, principalmente provenientes de municípios do Sul do Maranhão.

Total

Ao todo, ambas as operações estão dando cumprimento a 65 mandados judiciais: 25 mandados de prisão temporária, 02 de prisão preventiva e 38 mandados de busca e apreensão nas Cidades de Araguaína/TO, Xinguara/PA, Riachão/MA, Balsas/MA, Floriano/PI e Fortaleza/CE.

Atuação

No Tocantins, a Polícia Civil, por meio  da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Ordem Tributária – DOT, realiza a nova fase da Walking Dead com apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais – GOTE, 1a Delegacia Regional da Polícia Civil (DRPC), Delegacia Especializada em Investigações Criminais e 2a e 3a Delegacias de Polícia de Araguaína. (Wherbert Araújo)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Conheça o rito do impeachment de Carlesse

Publicado

em



Continue lendo

Tocantins

Leia a denúncia completa que desencadeou a abertura de impeachment contra Carlesse

Publicado

em

Clique AQUI leia a representação por crime de responsabilidade, acatada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Antônio Andrade (PSL), nesta terça-feira, 7, feita pelo advogado Evandro de Araújo de Melo Júnior, que culminou na abertura de impeachment, contra o governador afastado, Mauro Carlesse (PSL).

Continue lendo

Tocantins

Menos de 1% das pessoas com deficiência no Tocantins estão no mercado de trabalho formal

Publicado

em

No mês de dezembro é comemorado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro) que visa conscientizar a sociedade sobre a igualdade de oportunidades a todos os cidadãos. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados neste ano, no Tocantins, cerca de 142 mil pessoas possuem algum tipo de deficiência. Em se tratando do mercado de trabalho, as pessoas com deficiência ainda enfrentam muitos desafios quanto à sua inclusão. Segundo dados da última Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), de 2019, estima-se que no Tocantins somente 628 PcDs possuam vaga no mercado formal de trabalho, revelando uma porcentagem baixíssima de empregabilidade, inferior a 1%. 

No Brasil, de acordo com a Lei nº 8.213/91, toda empresa com mais de 100 funcionários deve ter de 2% a 5% dos cargos oferecidos preenchidos por pessoas com deficiência. “Sem a Lei de Cotas, os deficientes jamais teriam a oportunidade de serem contratados ou realizar um trabalho digno. Reconheço que ainda temos muito o que vencer, porém a luta por igualdade nos direitos vem sendo cada vez mais positiva. Com essa Lei consigo ir além, pois creio que há esperança na inclusão como parte da diversidade e da igualdade de oportunidades a todos os deficientes”, comenta Débora.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze