Connect with us

Bico do Papagaio

Operação “gato” intensifica ações contra ligações clandestinas de energia no Bico

Publicado

em

No mês de setembro, as equipes da Energisa e da Polícia Civil estiveram nos municípios de Araguatins, Tocantinópolis e Wanderlândia, monitorando e combatendo o uso clandestino de energia elétrica.

Os desvios e gambiarras realizados para fazer o furto de energia colocam em risco toda a população, principalmente os vizinhos de onde está localizado o conhecido ‘gato’. Quando alguém manipula o medidor para não pagar a conta de luz, a energia utilizada naquele local deixa de passar pelo sistema de proteção podendo causar acidentes fatais. Também fica comprometida a qualidade do fornecimento de energia, pois o ‘gato’ rouba a energia dos clientes que pagam a conta regularmente, causando oscilações e até falta de energia.

Para combater essa prática e prevenir situações de riscos para a população, a Energisa, em parceria com a Polícia Civil, vem intensificando suas ações de fiscalização. “Combatendo essa prática, estamos cuidando da segurança dos nosso clientes e melhorando a qualidade da energia que ele recebe em casa”, destaca Eurico Fioravante, engenheiro eletricista e gerente de Medição e Combate a Perdas da Energisa.

A concessionária investe em tecnologias para tornar o combate ao furto mais assertivo e eficaz no Tocantins. “Contamos com um sistema de inteligência que monitora em tempo real o perfil de consumo de cada cliente. Com a análise dessas informações, conseguimos identificar quais os locais suspeitos de furto de energia e enviar equipes em campo para apurar se há de fato uma fraude”, explica engenheiro eletricista. Em média, são identificadas 700 irregularidades por mês.

De janeiro a setembro deste ano, 6.218 casos foram identificados e autuados como furto de energia, em todo o Tocantins. O trabalho de fiscalização faz parte da rotina da concessionária e segue acontecendo em todo o Estado.

. “É importante destacar que quem rouba energia está prejudicando toda a população, pois o ‘gato’ coloca em risco a vida das pessoas e ainda compromete a qualidade da energia que chega nas nossas casas”, enfatiza Fioravante.

O furto de energia e as fraudes no relógio medidor são crimes previstos no Código Penal, no Artigo 155. Além disso, podem causar acidentes fatais, interromper a continuidade do serviço aos consumidores, prejudicar a qualidade da distribuição de energia e impactar diretamente na tarifa a ser paga. “Parte do valor da energia furtada é dividida entre todos os outros clientes. Quando alguém furta energia está prejudicando toda vizinhança”, finaliza.

Para ajudar a combater esses crimes, é só denunciar pelo telefone 0800 721 3330 ou por meio do aplicativo Energisa ON, disponível gratuitamente na loja virtual para as versões IOS, Android e Windows Phone.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

SÍTIO NOVO: Após assumir comando do PL, Murilo é demitido por Jair Farias

Publicado

em

Logo após assumir o comando do Partido Liberal (PL), no município de Sítio Novo, no Bico do Papagaio, com as bençãos do deputado federal, Vicentinho Júnior e do ex-senador, Vicentinho Alves, o líder Murilo Farias, que tem despontado como um dos principais nomes para a sucessão do prefeito, Alexandre Farias (MDB), foi demitido do gabinete político do deputado Jair Farias (MDB).

A informação foi confirmada pelo próprio Murilo para nossa reportagem. Ainda conforma Murilo, medida drástica do deputado, veio em seguida a oficialização da filiação.

Além de sobrinho do deputado, Murilo era considerado um dos principais articuladores e suporte da base de Jair Farias, com atuação política e técnica.

Murilo disse ao webjornal Folha do Bico, que foi surpreendido pela decisão do deputado, mas que não recuará do apoio a Vicentinho Júnior e de uma pré-candidatura a prefeito em 2024.

Outros companheiros de Jair Farias, que falaram em off com nossa reportagem, lamentaram a situação e a falta de diálogo, levando em consideração, a importância de Murilo na articulação do grupo.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Instituto Líber diz que manifestação da FAIARA/Faculdade Aberta tenta ludibriar alunos e opinião pública

Publicado

em

Após o Ministério Público Federal (MPF) propor uma Ação Civil Pública contra a Fundação Educacional do Bico do Papagaio (mantenedora da Faculdade Integrada de Araguatins, atual Faculdade Aberta do Tocantins), o Instituto Líber e a União Brasiliense de Ensino Superior e Pesquisa Eireli (mantenedora da Faculdade Albert Einstein – Falbe), pela oferta irregular de cursos de graduação e a informação ser divulgada pela Folha do Bico, e outros veículos de imprensa, a FAIARA/Faculdade Aberta divulgou uma Nota, direcionada a alguns veículos de imprensa, comentando o caso. Não concordando com as afirmações, o Instituto Líber rebateu nesta segunda-feira, 18, as declarações.

O Instituto Líder chamou de fatídica a Nota da FAIARA/Faculdade Aberta e afirmou que a mesma está eivada de vícios e completamente fora da realidade dos fatos, além de considerar uma clara tentativa de ludibriar alunos e opinião pública.

Clique AQUI e leia toda argumentação do Instituo.

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Município chega a 55 mortes por Covid-19

Publicado

em

A Secretária de Estado da Saúde (SES), através de seu Boletim Epidemiológico, oficializou mais dois óbitos provocados pela Covid-19, no município de Tocantinópolis. As mortes foram confirmadas no boletim de sábado, dia 16 e desta segunda, dia 18.

Vítimas:

Mulher, 79 anos. Comorbidades: doença pulmonar obstrutiva crônica. Óbito em 10/10/21 no Hospital Regional de Augustinópolis.

Homem, 67 anos. Comorbidades: não relatada. Óbito em 06/10/21 no Hospital Regional de Augustinópolis.

O município desde o início da pandemia acumula 2.512 infectados.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze