- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

PA: Recuperado, Rayro volta ao Águia de Marabá

Mais Lidas

Afastado mais de um mês por conta de uma lesão no tornozelo, resultado de um acidente com moto, Rayro volta ao time principal do Águia de Marabá para a partida decisiva do returno do Parazão contra o Remo.

Antes de se machucar, o lateral esquerdo marabaense vivenciava a melhor fase da sua carreira. Mas, como ainda não conseguiu recuperar o mesmo ritmo, ele aposta na superação para ajudar o Azulão a vencer com pelo menos dois gols de diferença e assim conquistar o título da Taça Estado do Pará.

O retorno de Rayro ao time foi acelerado por conta da suspensão de Mocajuba, que recebeu o terceiro cartão amarelo no último jogo contra o Remo. Ele se diz clinicamente recuperado do ferimento e torção no tornozelo, que foram causados durante um acidente de moto. Porém, acredita que recuperou apenas 70% do condicionamento físico.

“Fiquei sete rodadas sem jogar e volto justamente na decisão do título. Estamos numa situação difícil na disputa, mas acredito que existe algum propósito maior para que eu volte nesta decisão”.

O lateral esquerdo atuou pela última vez no jogo contra o São Raimundo, quando inclusive chegou a marcar gol no empate em 2 a 2, em jogo válido pela 3ª rodada do segundo turno do Parazão. Após o acidente, ele precisou se afastar quando deu lugar ao novato Mocajuba.

Como perdeu o jogo em casa por 1 a 0, o Águia precisa vencer o Remo com pelo menos dois gols de diferença para ficar com o título da Taça Estado do Pará. O time marabaense tem a obrigação de balançar as redes do rival, mas Rayro destaca que a responsabilidade é de todos os jogadores da equipe e não apenas do ataque. “Tão importante quanto fazer os gols é não levar também. Esse será mais um jogo da superação, felizmente ele acontecerá no Mangueirão, onde contaremos com um gramado de qualidade”.

Trio no ataque O Águia de Marabá arma o seu esquadrão de frente e vai para o tudo ou nada na decisão do returno do Parazão contra o Remo neste domingo. Se quiser ficar com o título e consequentemente brigar para ser campeão estadual, o Azulão precisa vencer o Leão com pelo menos dois gols de diferença, por isso, o técnico João Galvão deve escalar a equipe com três atacantes. Nos últimos dois coletivos ele lançou Branco, Valdanes e Wando no time titular e gostou do resultado.

Após ter abandonado o até então preferido esquema 3-5-2, Galvão manteve o 4-4-2 em praticamente todos os jogos do Parazão 2012. Porém, por conta da atual situação adversa do time na final do returno, o comandante azulino acredita que é hora de mudar e deve confirmar para o jogo de domingo contra o Remo a formação no esquema 4-3-3, com três atacantes.

No coletivo realizado na tarde de ontem, no Zinho Oliveira, Galvão voltou a montar o time com a presença de Valdanes, Branco e Wando, que pinta como novidade na equipe. Alexandre Carioca é quem sai para dar lugar ao terceiro atacante no time.

Após se recuperar de uma lesão muscular na coxa, Wando começou a voltar aos poucos, sendo lançado no segundo tempo das partidas. O jogador acredita que está preparado para assumir a responsabilidade de começar jogando na decisão contra o Remo. Apesar da qualidade e experiência, o jogador que teve passagem marcante pelo Vila Nova (GO) não conseguiu se firmar como titular na equipe, muito em função de lesões.

Com a volta de Marquinhos ao meio campo, o treinador marabaense ganhou mais tranquilidade para escalar três atacantes e não deixar a defesa exposta. Isso porque o jogador é peça fundamental no sistema ofensivo mais também auxilia na marcação. (Diário do Pará)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias