Connect with us

Bico do Papagaio

PALESTINA DO PARÁ: Nova eleição aguarda definição de data

Publicado

em

O Cartório Eleitoral da 57ª Zona com sede em São João do Araguaia, responsável pelos municípios de São Domingos do Araguaia, Brejo Grande, Palestina do Pará e Bom Jesus do Tocantins, informou nesta segunda-feira, 8, que aguarda publicação de Resolução do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) normatizando o processo eleitoral para realização de nova eleição para o cargo de prefeito em Palestina do Pará.

A prefeita reeleita em 2012, Maria Ribeiro da Silva e de sua vice Maria Liduína Pantoja tiveram sua cassação confirmada pelo TRE no dia 25 de junho, acusadas de conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais e captação ilícita de sufrágio. O Tribunal determinou uma nova eleição.

O chefe do Cartório Eleitoral da 57ª Zona Eleitoral, Tony Jorge Vitorino da Silva Júnior, disse ao webjornal Folha do Bico que a Justiça Eleitoral aguarda apenas a normatização e parâmetros determinados pelo TRE via Resolução para iniciar o processo, inclusive a definição da data da eleição. Tony afirmou ainda que a escolha do novo prefeito de Palestina deve acontecer até outubro ou novembro.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Chuva causa transtornos em ruas e avenidas

Publicado

em

A manhã de segunda, 1ª, começou com transtornos a moradores em diversos pontos da cidade, devido a forte chuva que provocou vários pontos de alagamentos e impedimento de tráfego de veículos.

Pontos sempre críticos como ruas do bairro Setor Irial e Avenida Araguaia, no centro da cidade, são os que mais preocupam. Motoristas tiveram que deixar seus veículos, por conta da forte enxurrada que desceu por uma avenida do setor Irial.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Secretária de Educação entrega cargo

Publicado

em

A professora Doralice Sousa Dantas não é mais secretária municipal de Educação de Araguatins. Ela entregou o cargo este final de semana ao prefeito Aquiles da Areia (PP). Na manhã desta segunda, 1º, o gestor já deu posse a substituta. A escolhida foi a também professora e ex-diretora regional de Educação, Ulissevânia Sales.

Professora Dorinha como é popularmente conhecida, deixou o cargo menos de dois nesses após ser nomeada. Ele ainda não oficializou os motivos da decisão.

Continue lendo

Bico do Papagaio

CARRASCO BONITO: RESEX do Extremo Norte é selecionada para programa Adote Um Parque

Publicado

em

O Ministério do Meio Ambiente divulgou hoje (1°) a lista de unidades de conservação federais da região da Amazônia Legal selecionadas para a primeira etapa do programa Adote Um Parque.

Portaria n° 73/2021, publicada no Diário Oficial da União, traz a lista completa com as 131 unidades selecionadas. Na lista, está a RESEX do Extremo Norte do Tocantins, situação com 99,58% de sua área, no município de Carrasco Bonito e 0,42% no município de Sampaio, no Bico do Papagaio.

Clique AQUI e veja os detalhes da unidade de conservação.

Instituído pelo Decreto nº 10.623, de 9 de fevereiro de 2021, o Programa Adote um Parque tem a finalidade de “promover a conservação, a recuperação e a melhoria das unidades de conservação federais por pessoas físicas e jurídicas privadas, nacionais e estrangeiras”.

Além de apresentar a lista com as unidades selecionadas, a portaria estabelece os valores mínimos para as propostas de adoção dessas unidades. No caso de empresas nacionais, será de R$ 50 por hectare. Para empresas estrangeiras, o valor será equivalente a € 10 por hectare – valor que deverá ser convertido do Euro para o Real na data do fechamento da proposta, pelo sistema do Banco Central.

O governo federal pretende atrair recursos com o objetivo de custear a conservação dos parques nacionais. A área dessas unidades varia entre 2.574 e 3.865.172 hectares. Dessa forma, programa teria potencial para canalizar R$ 3,2 bilhões ao ano nessas unidades de conservação. Os recursos deverão ser aplicados para o monitoramento, a proteção, prevenção e combate a incêndios florestais, prevenção e combate ao desmatamento ilegal e recuperação de áreas degradadas.

Continue lendo
publicidade Bronze