Palmas amanheceu coberta de poeira e com ventos fortes nesta terça-feira, 6. A ventania começou durante a madrugada e os ventos chegaram a 73,44 km/h, segundo o meteorologista e professor doutor José Luiz Cabral, do Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (Nemet/RH) da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).

De acordo com os dados do Nemet, os ventos estão sendo intensificados por ventos advindos da costa brasileira e vêm em altitude interagindo com as condições topográficas do local. “Em Palmas, temos uma condição topográfica que favorece a intensificação dessas rajadas de vento. Temos uma região de vale, com as Serras Gerais e Serra do Estrondo”, explica José Luiz Cabral.

Segundo o meteorologista, na estação meteorológica, as rajadas de vento chegaram a 73,44 km/h, mas é bem provável que em alguns locais de Palmas esses ventos tenham ultrapassado essa velocidade. O professor da Unitins lembra que a forte massa de ar quente e seco, um sistema de alta pressão que atua na região central do país, associada com outros fenômenos meteorológicos na alta atmosfera contribuem para o aumento da velocidade do vento.

Conforme os dados do Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos, a intensidade e velocidade do vento está dentro dos padrões normais deste período do ano. (Charlyne Sueste/Foto: Nonato Silva)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.