Connect with us

Pará

PARÁ: Abril fecha com saldo positivo de quase 3 mil novos empregos

Publicado

em

O Pará fechou o mês de abril com um saldo positivo de 2.994 empregos. De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), no último mês, o estado acumulou 22.490 admissões contra 19.496 desligamentos, um crescimento de 0,52% em relação ao mês anterior. Os setores de serviços e construção civil foram os que mais contribuíram para este resultado.

No comparativo com 2009, o estado mostrou que vem conseguindo afastar os efeitos da crise que assolou o cenário econômico mundial. Nos últimos doze meses, por exemplo, o Pará expandiu 5,61% o número de carteiras assinadas, o equivalente a 30.809 postos de trabalho. O que de acordo com o levantamento, em termos absolutos, foi o melhor resultado da região norte.

E se em abril de 2009, o saldo de empregos no Pará fechou em 2.143 postos de trabalho, em abril de 2010, houve um avanço para 2.994 empregos. No primeiro quadrimestre deste ano, o estado já acumula um saldo de 9.627 empregos e um crescimento de 1,69% em relação ao mesmo período do ano passado.

Este novo panorama econômico vem sendo marcado pela maior dinâmica das atividades produtivas, especialmente, o setor da indústria, sobretudo a extrativa mineral e de serviços industriais de utilidade pública, reproduzindo impactos positivos sobre o mercado de trabalho. O primeiro com um saldo positivo de 325 novos empregos (2,63%) e o segundo com a expansão de 104 novos postos de trabalho (1,27%).

Em termos absolutos, porém, as atividades que mais se destacam são a de serviços (com saldo de 1088 empregos e um crescimento de 0,55%) e a construção civil (responsável pelo saldo de 944 empregos e um incremento de 1,67%). A indústria da transformação também fechou em alta de 0,18% e um saldo de 161 novos postos.

Na avaliação do secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Sedect), Maurílio Monteiro, as perspectivas para os próximos meses permitem um elevado grau de otimismo, em virtude do bom desempenho assinalado pelos indicadores econômicos, mas também em relação aos novos projetos que estão sendo implantados no estado. A exemplo do programa de Produção Sustentável de Palma de Óleo, no município de Tomé-Açu, e da siderúrgica, em Marabá.

Na região Norte, em abril, a retomada da economia proporcionou a criação de 9.814 empregos formais, dos quais o Pará foi responsável por 30,51%. Este é o segundo melhor desempenho da região. Neste caso, o estado só perde para Rondônia que respondeu por 34,70% deste crescimento.

Paralelamente, a Região Metropolitana de Belém contribuiu com aproximadamente 54,91% do saldo de emprego no último mês no Pará. Ou seja, foram 1.644 empregos a mais, dos quais contribuíram positivamente os setores da construção civil e serviços.

Dentre os municípios pesquisados que apresentaram melhor saldo no estado do Pará no mês de abril de 2010 foram: Belém, Castanhal e Ananindeua, com saldos de 1.201, 247 e 244 empregos, respectivamente. Os menores resultados foram situados em Santana do Araguaia, com saldo negativo de -91, seguido de Tailândia, com -91 e São Felix do Xingu -47 postos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Ônibus é atingido por lamina de trator

Publicado

em

O ônibus que transportava trabalhadores de uma empresa terceirizada da Vale, se envolveu em um acidente de trânsito na noite desta quarta, 28, por volta das 19h. O veículo foi atingido por uma lâmina de um trator que estava sendo transportado por uma carreta prancha na Estrada Paulo Fonteles.

O ônibus trafegava no sentido Projeto Salobo/Parauapebas.

O motorista do ônibus teve ferimentos leves e foi levado para atendimento médico.

Continue lendo

Pará

ELDORADO DOS CARAJÁS: BRK Ambiental inaugura novo laboratório de análise da água

Publicado

em

A BRK Ambiental, concessionária responsável por serviços de saneamento em nove municípios do Pará, inaugurou um novo laboratório de análises de controle de qualidade da água para consumo humano em Eldorado do Carajás, na região de Carajás.   

A nova instalação permitirá a realização de mais de 800 amostras de água por mês, o que corresponde a aproximadamente 2.500 parâmetros distribuídos entre análises físico-químicas e microbiológicas em matrizes de água bruta e tratada, atendendo a legislação nacional de qualidade da água para consumo humano do Ministério da Saúde. 

Atualmente, a BRK Ambiental atende cerca de 165 mil pessoas na região com água tratada. O objetivo da companhia é dar continuidade ao monitoramento de forma estratégica, otimizando o processo de amostragem da qualidade da água em todas as etapas do processo de produção, ou seja, desde a captação, processo de tratamento, armazenamento em reservatórios e no sistema de distribuição, visando garantir a proficiência e confiabilidade dos dados gerados. 

“Atestar a qualidade da água com um trabalho rigoroso e transparente faz parte do nosso propósito de transformar a vida das pessoas garantindo água e saneamento de qualidade. Agora, com um novo laboratório, esse serviço traz mais eficiência e praticidade na rotina da operação, beneficiando ainda mais os nossos clientes”, afirma Sandra Leal, gerente de Operações da BRK Ambiental.   

O engenheiro Pedro Gobbo, responsável pelas operações da concessionária no Pará ressalta que, anualmente, são disponibilizados relatórios com informações sobre a qualidade da água distribuída. “Todos os anos, as nossas equipes preparam o relatório anual de qualidade da água, em cumprimento ao Decreto Presidencial nº 5.440/2005, em que é possível atestar as análises das amostras laboratoriais. É importante que a população saiba que a água fornecida pela BRK Ambiental possui qualidade comprovada”, explica Gobbo. 

Continue lendo

Pará

Aeroportos de Marabá e Parauapebas estão entre os 10 mais movimentados da região Norte

Publicado

em

Segundo dados da Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o Aeroporto João Corrêa da Rocha, em Marabá e o Aeroporto de Carajás, em Parauapebas, estão entre os dez mais movimentados da região Norte do Brasil.

No mês de junho, o Aeroporto de Marabá ficou na oitava colocação com um movimento de 18.760 passageiros, que representa um crescimento de 11,9% comparado a maio 2021 e uma recuperação de 91,9% sobre junho 2019, época entraves agudos da pandemia de Covid-19. Marabá superou o Aeroporto de Rio Branco, capital do Acre, que teve em junho 17.578 passageiros.

Em Parauapebas, o Aeroporto de Carajás, teve em junho o embarque e desembarque de 7.486 passageiros, segundo dados da ANAC. Isso representa crescimento de 9,3% sobre maio de 2021 e recuperação de 75,8% sobre junho de 2019.


O aeroporto mais movimento de todas a região norte é o Aeroporto Val-de-Cans, em Belém, capital do Pará, que teve 193.769 passageiros em junho de 2021, seguido do Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, no Amazonas, com 162.958 passageiros no mesmo período.

Outro aeroporto do Pará, que figura entre os 10 mais movimentados na região Norte, é o Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, que ocupa a 6ª posição com volume de 27.294 passageiros em junho.

Dos dez aeroportos mais movimentados na região Norte, 4 são do Pará.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze