- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 24 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Altamira completa 100 anos, de olho do futuro

Mais Lidas

Neste domingo (06), Altamira completa 100 anos. O maior município brasileiro em extensão territorial teve, em 2011, seu desenvolvimento alavancado após a Licença de Instalação da UHE Belo Monte. São empresas que chegam à cidade trazendo novas oportunidades de emprego e projetos que vão contribuir para maior qualidade de vida e de renda para a população altamirense.

A cidade tem, hoje, aproximadamente 105 mil habitantes, segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE) de 2010. Quando perguntados sobre qual seria a mudança mais importante em Altamira, crianças e adultos têm a mesma opinião. Eles esperam que o município se torne mais bonito, com mais acesso da população de menor renda à educação e à saúde. A professora baiana Alzira Vargens Mendes da Costa, 60 anos, está em Altamira há 32 anos e acredita no avanço da cidade. “O progresso está vindo rápidamente, principalmente nestes últimos dez anos. Acredito que a educação ficará melhor, teremos outras universidades e oferta de novos cursos” afirma.

Os jovens são os principais beneficiados pela melhora do sistema educacional na região e têm consciência disso. “Eu espero que Altamira tenha mais faculdades, pois não quero sair daqui para estudar. Eu quero mais oportunidades de emprego e que o desenvolvimento chegue à região”, diz a estudante paulista Ariane Nicareta Amorim, de 16 anos.

A preocupação da aposentada amazonense Evani Fontineli da Silva, 66 anos, vai além. Ela acredita que deva haver, também, maior assistência às crianças carentes. “Eu espero que Altamira seja ótima, que tenha mais escolas, programas que incluam os jovens e que tenha um espaço para crianças carentes”, conclui.

A recepcionista Sonia Moura dos Santos, de 34 anos, natural de Altamira, sabe que o futuro do município também é o seu futuro. “Serão os melhores anos da minha vida. A cidade está em fase de crescimento e eu espero que depois da Hidrelétrica ela possa continuar crescendo”. Já a empresária goiana Benedita Inácio Nogueira de Moraes, de 45 anos, diz sua maior é poder continuar sentindo orgulho de sua terra. “Quero que o município tenha uma excelente qualidade de vida, mais segurança e oportunidades para as próximas gerações, e que em 2111 os habitantes tenham orgulho de todos que hoje fazem parte desta história”, deseja Benedita.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias