Connect with us

Pará

PARÁ: Altamira ganha Unidade de Pronto Atendimento e IML

Publicado

em

A governadora Ana Júlia Carepa inaugurou a Unidade de Pronto Atendimento, no município de Altamira, bairro do Mutirão, que oferecerá 300 atendimentos de urgência qualificado durante 24h do dia. Na UPA ainda poderão ser feitas consultas médicas em regime de pronto atendimento em casos de menor gravidade, desafogando as unidades básicas de saúde e o Hospital Regional de Altamira.

Com investimentos na ordem de R$ 150 mil, o governo reativou a unidade, fazendo obras de revitalização e adaptação do espaço para receber a UPA, que além de atendimento de urgência e emergência, a população também vai realizar exames de raio-x, laboratoriais e terapêuticos. E para atender à população, foram contratados 107 servidores, sendo, em sua maioria, aprovados no concurso público da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

A governadora visitou as dependências da UPA e conheceu as salas de observação, com alas separadas entre homens e mulheres; sala para imobilizações e aplicação de gesso; laboratório, onde serão realizados exames de sangue, urina, fezes, entre outros, dos pacientes atendidos na UPA; consultórios médicos; salas para higienização pessoal, entre outras alas.

Ana Júlia Carepa foi recebida pelos servidores da unidade e agradeceram pela oportunidade do emprego, tanto daqueles contratados via concurso público, como os prestadores de serviço.

A governadora ressaltou a importância da comunidade ter a compreensão de que a UPA não é um hospital ou consultório médico. “Trouxemos hoje aqui para Altamira essa Unidade de Pronto Atendimento para somar aos serviços já existentes na área da saúde no município, como as Unidades Básicas de Saúde, Hospital Municipal e Hospital Regional de Marabá, onde investimos R$ 4,6 milhões só para compra de equipamentos”, disse Ana Júlia Carepa, que ainda informou que só para manutenção mensal do Hospital Regional de Altamira, são empenhados mais de R$ 2 milhões.

“Precisou eleger a sra. como governadora para que as coisas pudessem acontecer”, disse Antônia Martins, presidente da Associação de Mulheres de Altamira. “Não basta a vontade pessoal, é preciso ter vontade política de fazer serviços para a população, como essa unidade que hoje a senhora está entregando pra gente”, reconheceu a líder comunitária.

IML

Em Altamira também foi implantando um Instituto Médico Legal, que vai funcionar como Unidade Regional do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. “A ideia é descentralizar os atendimentos que antes eram feitos apenas na capital e em outras cidades pólo”, explica Raimundo Humberto Sena, diretor geral do CPC Renato Chaves. “O objetivo é termos 13 unidades regionais, como essa de Altamira, e as já instaladas em Belém, Abaetetuba, Castanhal, Marabá, Santarém, além do Núcleo Avançado de Bragança”, disse Sena.

Loredan Melo (PMDB), presidente da Câmara de Vereadores de Altamira, que também é médico, parabenizou a vontade e coragem do governo do Estado em investir na saúde. “Hoje é motivo de alegria e muita emoção para todos nós, em especial para mim, que sou médico, divido o sonho que há anos estamos lutando pela instalação do CPC”, disse o vereador. “Mais do que construir um prédio, o sucesso só vem se o serviço oferecido tem continuidade. E a senhora, governadora, está fazendo as duas ações: construção de obras e manutenção dos serviços”, agradeceu Melo, que finalizou dizendo que “a saúde não tem pressa e a senhora veio imediatamente nos atender. Sua presença honra muito o nosso município”.

“Se esse IML tivesse chegado aqui antes, muitos daqueles jovens poderiam ter sido reconhecidos, acalentando a angústia dos familiares que não puderam enterrar suas crianças”, disse Antônia Martins, da Associação de Mulheres, sobre as vítimas do caso dos emasculados de Altamira, que em sua maioria, pela ausência de um centro de perícias, não tiveram suas identidades reconhecidas.

A governadora Ana Júlia Carepa agradeceu a receptividade calorosa dos moradores de Altamira e destacou que essas obras (IML e UPA) são apenas a continuidade dos serviços e ações que o governo do Estado vem fazendo em Altamira e em todos os outros 142 municípios. A governadora ainda anunciou a construção de mil unidades habitacionais, do por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, a chegada de mais 65 novos policiais militares para Altamira e ressaltou a importância dos 3 infocentros do programa NavegaPará e o ponto de internet livre, instalado na orla da cidade.

“Vamos construir, em parceria com o presidente Lula, mil casas de 39 m² para dar um novo lar e nova vida para os moradores de Altamira, inclusive os do bairro Paixão de Cristo, que foram desalojados”, disse a governadora, muito aplaudida por moradores do bairro Paixão de Cristo. (Renata Biondi)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 31 e 1ª

Publicado

em

Continue lendo

Pará

PALESTINA: Trânsito deve ser municipalizado

Publicado

em

Os Poderes Executivo e Legislativo palestinense começaram a discutir sobre a municipalização do trânsito.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê a divisão de responsabilidades e uma sólida parceria entre órgãos federais, estaduais e municipais. Para os municípios se integrarem ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT), exercendo plenamente suas competências, precisam criar um órgão municipal executivo de trânsito com estrutura para desenvolver atividades de engenharia de tráfego, fiscalização de trânsito, educação de trânsito e controle e análise de estatística.


Conforme o porte do município poderá ser reestruturada uma secretaria já existente, criando uma divisão ou coordenação de trânsito, um departamento, uma autarquia, de acordo com as necessidades e interesse da municipalidade.

As conversas entre Legislativos e Executivo em Palestina, devem ser afuniladas, para a formalização de um projeto que terá de ser aprovado pelos parlamentares.

Continue lendo

Pará

Estado e prefeituras de Santa Maria das Barreiras e Santana do Araguaia vão recuperar estradas vicinais

Publicado

em

O governo do Estado do Pará e a prefeitura da cidade de Santa Maria das Barreiras assinaram nesta quarta-feira (28), dois convênios para a recuperação de estradas vicinais e para o repasse de combustível ao município. O documento foi assinado pelo governador Helder Barbalho, pelo prefeito Adriano Salomão e outras autoridades que acompanharam a cerimônia oficial, realizada em Casa de Tábuas, distrito de Santa Maria das Barreiras.

“Hoje nós estamos liberando cerca de R$ 3,6 milhões para a prefeitura de Santa Maria das Barreiras usar com combustível e recuperação de estradas. Com isso, vamos escoar a produção e, se Deus quiser, retornaremos aqui para trazer mais asfalto para as ruas de Santa Maria das Barreiras e também para Casa de Tábua”, destacou o governador.

No primeiro convênio está previsto, no total, a recuperação de  mais de 100 Km de vias. O trabalho será realizado em três trechos que ligam comunidades as principais rotas dentro do território barreirense. O objetivo é melhorar a trafegabilidade na região, garantindo assim, mais segurança para quem utiliza as estradas e para o escoamento da produção local.

“Esses grandes convênios pautados na área viária do Estado nos deixam muito felizes pelos benefícios que vão trazer”, destacou o prefeito de Santa Maria das Barreiras, Adriano Salomão.

Para quem precisa andar de moto pelas vicinais, como o estivador Claudionor Pereira da Silva, a ação para melhoria das estradas é importante. “Eu passo por esses lados todos os dias, então digo que esse serviço está melhorando muito a nossa vida. Passar por aqui, com a estrada ruim, é terrível”, destacou.

O segundo convênio assinado entre a prefeitura de Santa Maria das Barreiras e o governo do Estado será para repasse de óleo diesel, que servirá para abastecimento de equipamentos de terraplanagem e para o restabelecimento da trafegabilidade de vicinais.

Ao saber das ações realizadas pelo governo do Estado em parceria com a prefeitura municipal, dona Edinelza da Silva comemorou. “Esse trabalho está ótimo, eu acho muito bom. O serviço tá ficando maravilhoso em comparação com o que era antes”, disse a lavradora.

Durante a programação, o governador Helder Barbalho também assinou um terceiro convênio, desta vez, com a prefeitura de Santana do Araguaia. No documento consta a parceria entre Estado e município para garantir a reconstrução de vias e combustível para execução do serviço.

“Em Santana não será diferente. Nós assinamos um convênio com valor perto de R$ 600 mil para combustível. Assim, o prefeito poderá trabalhar nas estradas vicinais. Além disso, estou esperando a equipe do gestor terminar o projeto do hospital e do terminal. Na hora que terminar, nós vamos lá”, explicou o governador.

“O governador está doando combustível para Santana do Araguaia e nós vamos levar mais estradas ao nosso município”, destacou o prefeito de Santana do Araguaia, Eduardo Da Machado”.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze