Connect with us

Pará

PARÁ: Ana Júlia anuncia benefícios para as polícias Militar e Civil

Publicado

em

A governadora Ana Júlia Carepa anunciou uma série de benefícios para a corporação militar e servidores da Polícia Civil durante a solenidade cívico-militar alusiva ao Dia de Tiradentes, patrono das Polícias Militares e Civis do Brasil, que ocorreu na manhã desta quarta-feira, 21, no espaço Aldeia Amazônia Davi Miguel, em Belém. A governadora estava acompanhada do secretário de Segurança Pública, Geraldo Araújo, e do comandante geral da PM, coronel Augusto Leitão.

Dentre as medidas está o envio de Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa (Alepa) para instituir uma gratificação para policiais civis e militares pela apreensão de armas. Para Ana Júlia, com esse estímulo, o governo tira das ruas uma das maiores fontes de violência, além de melhorar a remuneração do policial a partir da sua produtividade. O governo também está estudando mecanismos legais para transformar o quinquênio em anuênio, permitindo assim que a cada ano o policial militar possa incorporar 1% no seu soldo, sem necessidade de esperar os cinco anos.

A governadora garantiu ainda destacar mais recursos para a realização de jornadas extraordinárias no interior e assegurou a realização de cursos de graduação para formação de sargentos, que vai beneficiar mil cabos. “Até o final do ano, essas promoções serão realizadas”.

Moradia

O sonho da casa própria vai se tornar realidade para dois mil e quinhentos policiais militares e 500 soldados bombeiro militar, que serão beneficiados com o programa Minha Casa, Minha Vida. “Estamos atendendo a uma demanda histórica dessa categoria, conferindo às suas famílias a dignidade da moradia”. Ana Júlia garantiu ainda que enviará Projeto de Lei para a Alepa para reestruturar a carreira do Corpo de Bombeiro Militar e, dessa forma, assegurar a promoção para esta corporação.

Previdência – Ela determinou ainda ao Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) que coordene um grupo de trabalho, com a participação das instituições militares, para estudar medidas legais que permitam a criação de um Fundo Previdenciário Militar, em regime de capitalização, e, dessa forma, desvincule a aposentadoria por reforma ou reserva da norma previdenciária geral do Estado. Ou seja, a governadora quer que se estude a criação de uma norma própria que dê mais segurança jurídica e assegure direitos aos militares, conforme vontade das instituições.

Avanços

Para a Polícia Civil, a governadora concedeu um abono em R$ 500,00 para a função de delegado, R$ 200,00 para os demais policiais civis e R$ 100,00 para os auxiliares administrativos. “Estamos reestruturando a carreira da Polícia Civil”.

Em resposta ao anseio da corporação civil, a governadora garantiu a retirada gradual de presos das delegacias, à medida em que as obras que visam o aumento de vagas no sistema penitenciário sejam concluídas. “De imediato, serão abertas 350 vagas para presos na Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) ainda nesse semestre, sendo que contrataremos imediatamente ou remanejaremos agentes prisionais para a guarda desses presos nas seccionais urbanas”, enfatizou.

Balanço

A governadora aproveitou a ocasião para fazer um balanço dos investimentos em segurança feitos pelo seu governo. No biênio 2008/2009, foram aplicados mais de R$ 2 bilhões em políticas de segurança, como no aumento do efetivo, que pulou de 12.144 policiais quando assumiu o mandato para 14.427 em 2009, devendo chegar a 15 mil no final de 2010, 25% a mais que no início de seu mandato.

Foram adquiridos 1.236 veículos novos para o reaparelhamento da segurança, 1.121 coletes balísticos, 625 capacetes para policiamento ostensivo, 2.636 novos armamentos e 200 unidades de pistola teaser, armamento não letal que, pela primeira vez, é utilizado no Pará.

A governadora relacionou ainda a reforma de dez unidades da PM, com investimentos superiores a R$ 2 milhões, e destinou mais R$ 11 milhões para treinamento, a fim de tornar as operações mais eficientes, além de valorizar os policiais. Foram construídas ainda seis novas unidades para a Polícia Civil; outras sete receberam reformas ou adaptações; e outras sete estão com obras em andamento.

O governo Ana Júlia nomeou 79 delegados, 29 investigadores, 19 escrivães e 15 papiloscopistas, oriundos de concurso público da gestão anterior. Em 2009 foi realizado novo concurso público para o ingresso de mais 350 policiais civis, que se encontra em andamento, com 50 vagas para delegados de polícia, 150 escrivães e 150 investigadores.

Para a governadora, esses investimentos refletem em melhores condições de trabalho e o resultado pode ser visto. Em 2009, a Polícia Civil promoveu 8.524 prisões; desse total, 2.719 eram traficantes. Apreendeu 2.082 armas de fogo, 540,836 quilos e 200 mil pés de maconha, e 655,651 quilos de cocaína.

A Polícia Civil planejou e executou 143 operações policiais integradas com outros órgãos do sistema, que resultaram na prisão de 594 pessoas, e no resgate de 93 adolescentes em situação de risco (Operação Cadê seu filho). “Alguns poderiam achar que isso já é muito, mas nós não estamos satisfeitos. Queremos cada vez mais valorizar os profissionais dessa área tão complexa e cujos trabalhos nem sempre são reconhecidos apropriadamente”.

Condecorações

A governadora Ana Júlia, na condição de Comandante em Chefe da Polícia Militar, em reconhecimento público, condecorou com a medalha Mérito Tiradentes personalidades civis e militares que contribuem para o fortalecimento da instituição militar. Ela anunciou ainda as promoções dos integrantes da tropa na carreira militar.

Ao final da solenidade, a governadora e os convidados assistiram ao desfile dos diversos grupamentos da PM. Dentre os convidados o vice-governador Odair Corrêa; o chefe da Casa Militar, coronel Pantoja Júnior; a presidente do Tribunal de Contas, Lurdes Lima; desembargador Leonam Gondin e Ronaldo Vale (TJE); os secretários Edilson Rodrigues (Governo), Vando Vidal (Fazenda), Marcílio Monteiro (Projetos Estratégicos), Wilson Figueiredo (Sead), Raimundo Benassuly (delegado Geral da Polícia Civil), Justiniano Neto (superintendente da Susipe), Valter Franco (presidente do Igeprev), dentre outros. (Ivonete Motta – Secom, com colaboração do Major Jorge Vasconcelos – Ascom – PM)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Florada dos Ipês dão atrativo especial a época do ano

Publicado

em

O verão marabaense, entre os meses de junho e agosto, vai ganhando ainda mais cor com a florada de ipês. Amarelo, branco, rosa, os ipês dão um colorido especial para as avenidas e ajudam na arborização da cidade. Essa semana, mais ipês floresceram garantindo um espetáculo de cores na cidade.

Para deixar a cidade ainda mais bonita, a coordenação de paisagismo da Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) e a Sevop (Secretaria de Viação e Obras Públicas) devem plantar até o final do ano mais de 2 mil mudas de ipês. A beleza dessas árvores desperta uma boa sensação na população. Além dos ipês, o paisagismo também semeia espécies como pau preto, açaí, palmeiras e plantas ornamentais.

Edilson Nunes Ferreira, coordenador do paisagismo, explica que a arborização do município é um trabalho que o setor já desenvolve há algum tempo, e esta época em especial os ipês ganham evidência na cidade. “A época da floração do ipê é muito bonita para a nossa cidade. Estamos continuando plantando cada vez mais, nas avenidas principalmente”, pontua.

A equipe do paisagismo atualmente planta grama no Km 07 e está arborizando os locais que precisam. “Já temos uma pista de caminhada e precisamos no futuro ter a sombra para as pessoas fazerem a caminhada tranquilos”, lembra Edilson Nunes, acrescentando que desvios da Folha 33 também estão no rol de locais que recebem o paisagismo no município.

A previsão é que até o mês de dezembro sejam plantadas mais de 2.000 mil espécies de ipês em pontos estratégicos do município.

Rubens Sampaio, secretário municipal de Meio Ambiente, relembra que este mês de julho se trata de um período onde muitas espécies fazem sua floração. “Isso é importante para o meio ambiente, porque as árvores ajudam a diminuir o calor na cidade, sabemos que existe uma necessidade muito grande de arborizarmos Marabá e, às vezes, falta arborização. Fazemos um trabalho junto com o paisagismo da cidade, onde temos um viveiro na Semma que realizam a arborização da cidade somente nos logradouros públicos”, comenta Rubens Sampaio.

As árvores assumem um papel importante na área urbana, uma vez que, absorvem poluição sonora e atmosférica, dando conforto térmico, visual e melhorando consequentemente a qualidade de vida. (Emilly Coelho / Fotos: Sérgio Barros e Paulo Sérgio)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Operação sensibiliza banhistas em balneários sobre a preservação de igarapés e rio

Publicado

em

Com o objetivo de sensibilizar banhistas em balneários da cidade para que destinem corretamente os resíduos e contribuam com a preservação de igarapés e do rio Parauapebas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) iniciou no sábado, 24, a operação Verão Sem Lixo – Ambientes Saudáveis, que seguirá até o dia 15 de agosto.

“Estamos percorrendo os balneários da cidade, principalmente aqueles que têm como sua fonte hídrica igarapés, pois tudo o que é jogado neles vai parar no rio Parauapebas. Levamos a mensagem de conservação para que o rio sobreviva por mais tempo”, explica Francilma Dutra, coordenadora de educação ambiental da Semma.

O gerente do balneário Vitória, Carlos Conceição, o primeiro a receber a ação, reforçou a importância de campanhas de sensibilização assim, “a gente deixa cestos de lixo em vários pontos, colocamos placas, mas ainda assim as pessoas insistem em jogar latas, plásticos e outras coisas na piscina de água natural. Por isso acho ações como essas importantes pra chamar a atenção das pessoas”.

Durante a programação as crianças recebem uma atenção especial, já que são aliadas importantes no processo de divulgação das práticas corretas com relação ao lixo e à preservação da natureza. O Caio Cunha, de seis anos, disse que aprendeu a não jogar lixo na água, “porque a gente bebe a água do rio”.

A Luiza Albuquerque, também de seis anos, participou da leitura compartilhada e também aprendeu uma mensagem importante sobre o meio ambiente, “a gente não pode jogar lixo no rio porque também tem os seres vivos que vivem lá e se a gente jogar lixo eles vão morrer”, disse a pequena.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) também acompanha a ação e contribui com a distribuição de materiais educativos e com o sorteio de brindes para as crianças que participam da programação. (Karine Gomes / Fotos: José Piedade)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Construção do sistema viário avança às margens do Igarapé Ilha do Coco

Publicado

em

Do quintal da casa da aposentada Maria Pereira Batista, de 66 anos, é possível ver a movimentação de homens e máquinas da empresa Transvias na construção de novas vias às margens do Igarapé Ilha do Coco. As execuções resultarão em maior proteção ao canal, melhor mobilidade urbana na área do projeto, e benefícios para toda a comunidade.

Moradora da rua 19, no bairro União, dona Maria acompanha de perto os trabalhos, confiante de que as melhorias serão sentidas por ela e seus vizinhos.  “Se Deus quiser, isso aqui vai ficar muito bom! Vai melhorar cada dia mais. Agora eu estou gostando, meu filho também está satisfeito”, diz a aposentada sobre os serviços realizados na área.


O engenheiro civil do Prosap, Lucas Carvalho, reforça que nessa primeira etapa de obras serão construídos 3,44 quilômetros de vias marginais ao longo do Igarapé Ilha do Coco, em ambos os lados do canal, com sarjeta, meio-fio, calçada e ciclofaixa, além de dispositivos de drenagem, sinalização e iluminação pública.

“Ainda na semana passada, realizamos uma obra de drenagem visando à melhoria de uma situação ocorrida em uma margem do viário na rua 19, que gerou um alagamento pontual. Como ainda vamos aumentar a dimensão do sistema viário, uma drenagem provisória foi executada com a implantação de manilhas”, explica o engenheiro civil.

O sistema viário vai interligar os bairros Liberdade e Rio Verde, alcançando a avenida Liberdade, e a estrutura em construção em frente à prefeitura municipal. “Com os Parques Lineares do Liberdade e Rio Verde, o Parque Urbano Municipal e a lagoa, a população terá mais lazer e bem-estar”, acrescenta o engenheiro Lucas. (Jéssica Borges / Fotos: Jéssica Borges)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze