- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Asdrubal Bentes será julgado hoje por crime eleitoral

Mais Lidas

O Supremo Tribunal Federal julga hoje a ação penal (481) em que o deputado federal Asdrubal Bentes (PMDB-PA) é acusado de ter oferecido cirurgias de laqueadura (esterilização de mulheres) em troca de votos nas eleições municipais de 2004, ocasião em que concorreu à Prefeitura de Marabá. O Ministério Público Federal pede a condenação do deputado por corrupção eleitoral, formação de quadrilha, estelionato e esterilização cirúrgica em desacordo com a legislação. O processo tem como relator o ministro Dias Toffoli.

Antes do julgamento, pela parte da manhã, Asdrubal Bentes reassume a cadeira de deputado federal. Ontem, ele foi exonerado pelo governador Simão Jatene do cargo de secretário de Pesca e Aquicultura, cuja indicação foi do presidente do PMDB no Estado, o ex-deputado Jader Barbalho. No entanto, segundo Bentes, sua saída da Pesca não tem relação com o seu julgamento.

‘Não tem nada haver com o meu julgamento. Uma coisa é o meu julgamento e outra é a minha saída. Fui eu quem pedi para sair. E foi na semana passada que eu pedi, pessoalmente, ao governador a minha exoneração. Isso porque não estava me sentindo confortável na secretaria, sendo da linha de frente da luta pela criação do Estado do Carajás’, explicou. Em seu lugar, o governador Jatene nomeou o secretário adjunto, Henrique Sawaki, para responder interinamente pelo órgão. (O Liberal)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias