Connect with us

Pará

PARÁ: Cacau orgânico da Transamazônica é matéria prima de linha de sabonetes

Publicado

em

A indústria de cosméticos Natura lançou nesta terça-feira, 25, no município de Altamira, região do Xingu, uma linha de sabonete exclusiva, feita com o cacau orgânico produzido na área de influência da rodovia Transamazônica. O produto foi lançado no Centro de Referência de Orgânicos e reuniu cerca de 60 produtores da região, que integram as sete cooperativas de produtos orgânicos da Transamazônica.

Darcírio Wronski, proprietário de uma área de produção de cacau orgânico no município de em Medicilândia, certificado como um dos melhores em aroma no mundo, disse que a negociação com a empresa de cosméticos começou em 2008, quando representantes da Natura visitaram o município. “De lá para cá a comercialização melhorou muito. Este ano estamos vendendo 100 toneladas de cacau orgânico só para a Natura”, informou Wrosnki.

É da Transamazônica também uma das melhores amêndoas de cacau produzidas no planeta, considerando padrão, aroma, tamanho e peso. O cacau da região possui 23% a mais de manteiga do que o produzido nas demais regiões do país.

História

Os sabonetes produzidos com o cacau da Transamazônica trazem nas embalagens um pouco da história de cada uma das famílias, que migraram para a região na década de 70 do século XX e se dedicaram à lavoura cacaueira.

O cacau orgânico da Transamazônica também já é matéria prima para uma fábrica de chocolates na Europa. No ano passado, a Zoother Chocolateira lançou um chocolate de alto padrão com a amêndoa regional.

Os produtores contam com o fomento e o apoio técnico oferecidos pela Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) e da Comissão do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). (Iolanda Lopes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

REDENÇÃO: Operação Seguro Fake apura fraudes em benefícios do seguro desemprego

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã de terça, 1, a Operação Seguro Fake II, que visa apurar esquema de fraudes ao seguro desemprego, e outros benefícios sociais, no Pará.

Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Belém, a maioria deles relacionados a alvos localizados na cidade de Redenção/PA, sendo um dos  mandados cumprido em Palmas/TO. A Justiça determinou também a indisponibilidade de bens de quatro alvos, para fins de ressarcimento dos prejuízos causados à Fazenda Pública, que comprovadamente já ultrapassam o valor um milhão de reais.

Os crimes investigados são o estelionato previdenciário (art.171, parágrafo 3, do Código Penal), inserção de dados falsos em sistema de informação (art.313-A do Código Penal) e organização criminosa (art.2, caput, da Lei n° 12850/2013).

Continue lendo

Pará

DOM ELISEU: Mais de 106 mil latas de cerveja

Publicado

em

Equipe de fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) apreendeu, na madrugada deste domingo (29), 106.656 latas de cerveja, na unidade de Coordenação de Mercadorias em Trânsito do Itinga, no município de Dom Eliseu, na região de Carajás, no estado do Pará, na divisa com o Maranhão.

A carga foi localizada em um caminhão oriundo do Centro-Oeste do Brasil com destino ao município de São Sebastião da Boa Vista, no Arquipélago do Marajó. O transportador apresentou nota fiscal incompatível com a mercadoria. A equipe de fiscalização vistoriou a carga e encontrou as latas da bebida, com valor estimado em R$ 255 mil.

O imposto e a multa totalizaram R$ 85.741,30. Com esta apreensão, a unidade de controle de mercadoria em trânsito do Itinga somou 300 toneladas de bebidas apreendidas em um ano, por

Continue lendo

Pará

Concurso da PM do Pará abre inscrição. São 2.405 vagas

Publicado

em

O Governo do Pará abriu nesta segunda-feira (30) as inscrições para o concurso da Polícia Militar. São 2.405 vagas, sendo 2.310 para praças e 95 para oficiais, com salário chegando até R$ 4.256,58.

As inscrições vão até o dia 10 de dezembro e as provas discursiva e objetiva acontecem no dia 28 de fevereiro de 2021. Para quem for concorrer para praças, o valor da inscrição é de R$ 76, e para oficiais o valor é de R$ 88. O certame é organizado pelo Instituto Ades. Veja o edital AQUI.

Continue lendo
publicidade Bronze