Connect with us

Pará

PARÁ: Cerca de 500 militantes do MST interditam agência do Banco do Brasil em Parauapebas

Publicado

em

A quarta-feira amanheceu e a sede do município de Parauapebas já havia recebido uma caravana com integrantes do Movimento dos Sem Terras que interditou o pátio de estacionamento em frente a agência do Banco do Brasil, na rua F. Durante todo o dia o movimento era fomentado com mais militantes.Na manhã desta quinta-feira, 27, já com o grupo constituído por cerca de 500 militantes, a agência do BB em Parauapebas foi interditada por tempo indeterminado e clientes e funcionários foram instruídos a não comparecerem a mesma.

Segundo informações obtidas no local, o movimento é no sentido de sensibilizar o governo federal, usando o bloqueio de instituições financeiras estatais ( Banco do Brasil, BASA e Banco do Nordeste Brasileiro), que atuam nas linhas de créditos rurais.

O movimento acontece simultaneamente em diversas cidades brasileiras, e tem como principais reivindicações a anistia de todas as dívidas dos pequenos agricultores  que compõem a agricultura familiar oriundas do PRONAF A,B,A/C, C, D e E, e a concessão de novos créditos nas linhas já existentes. 

O governo federal, através da MP 432, de abril de 2008, já havia concedido anistia similar, que posteriormente foi efetivada pela Lei 11.775, de agosto de 2008.

A interdição

A agência 3245-x – Parauapebas foi interditada logo pela manhã. Assim que o gerente geral da agência chegou à mesma, foi recebido por uma comissão do movimento que lhe entregou a pauta de reivindicações, para que fosse transmitida às instâncias superiores do Banco.

O gerente geral é o único funcionário do Banco do Brasil dentro da agência. Segundo foi verificado, a interdição é temporária e acontece de forma calma e pacífica, não sendo usado qualquer tipo de violência ou coação por parte dos militantes.

O comandante da Polícia Militar em Parauapebas, Capitão Juniso, esteve pessoalmente na agência conversando no sentido de manter a ordem, a segurança pessoal do gerente e patrimonial da agência.

Várias guarnições da PM-PA encontram-se nas proximidades da agência acompanhando muito de perto todas as movimentações.

O sistema de auto-atendimento do Banco do Brasil em toda a cidade está prejudicado. Segundo uma liderança do movimento, a manifestação não visa prejudicar o Banco do Brasil, e nem retaliar a agência Parauapebas, que sempre dispensou um bom atendimento aos assentados e usuários das linhas de crédito da agricultura familiar e aos movimentos sociais da região. Essa foi a forma encontrada pelo movimento, que, a nível nacional, necessita que o governo federal se sensibilize com os agricultores.

Uma comissão formada por alguns líderes do movimento se deslocou até Brasília, onde se reunirá com membros do governo federal e dos bancos envolvidos para que se chegue a um consenso, terminando assim as interdições.

Seria interessante que os clientes e usuários da agência BB em Parauapebas procurassem primeiro se informar se a interdição terminou para, só depois, se deslocarem até a agência para tratar de algum assunto, evitando assim algum possível conflito, já que as ações ´do movimento acontecem de forma pacífica.

Por causa da votação hoje no Congresso Nacional do Plano Safra 2010-2011, movimentos sociais em todo o país pressionam o governo para incluir no Plano vários pontos de uma pauta, que deverá ser repassada à imprensa local logo mais em uma entrevista coletiva.

VALE – outra interdição

A poucos quilômetros dali, na vila Palmares I, um outro grupo de assentados interditaram a entrada do pátio de armazenagem do cobre, da VALE. Eles reivindicam a parceria da mineradora na execução de uma extensa pauta entregue ao prefeito de Parauapebas, Darci Lermen (PT). (Zé Dudu – Foto: Waldyr Silva)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

ELDORADO DOS CARAJÁS: BRK Ambiental inaugura novo laboratório de análise da água

Publicado

em

A BRK Ambiental, concessionária responsável por serviços de saneamento em nove municípios do Pará, inaugurou um novo laboratório de análises de controle de qualidade da água para consumo humano em Eldorado do Carajás, na região de Carajás.   

A nova instalação permitirá a realização de mais de 800 amostras de água por mês, o que corresponde a aproximadamente 2.500 parâmetros distribuídos entre análises físico-químicas e microbiológicas em matrizes de água bruta e tratada, atendendo a legislação nacional de qualidade da água para consumo humano do Ministério da Saúde. 

Atualmente, a BRK Ambiental atende cerca de 165 mil pessoas na região com água tratada. O objetivo da companhia é dar continuidade ao monitoramento de forma estratégica, otimizando o processo de amostragem da qualidade da água em todas as etapas do processo de produção, ou seja, desde a captação, processo de tratamento, armazenamento em reservatórios e no sistema de distribuição, visando garantir a proficiência e confiabilidade dos dados gerados. 

“Atestar a qualidade da água com um trabalho rigoroso e transparente faz parte do nosso propósito de transformar a vida das pessoas garantindo água e saneamento de qualidade. Agora, com um novo laboratório, esse serviço traz mais eficiência e praticidade na rotina da operação, beneficiando ainda mais os nossos clientes”, afirma Sandra Leal, gerente de Operações da BRK Ambiental.   

O engenheiro Pedro Gobbo, responsável pelas operações da concessionária no Pará ressalta que, anualmente, são disponibilizados relatórios com informações sobre a qualidade da água distribuída. “Todos os anos, as nossas equipes preparam o relatório anual de qualidade da água, em cumprimento ao Decreto Presidencial nº 5.440/2005, em que é possível atestar as análises das amostras laboratoriais. É importante que a população saiba que a água fornecida pela BRK Ambiental possui qualidade comprovada”, explica Gobbo. 

Continue lendo

Pará

Aeroportos de Marabá e Parauapebas estão entre os 10 mais movimentados da região Norte

Publicado

em

Segundo dados da Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o Aeroporto João Corrêa da Rocha, em Marabá e o Aeroporto de Carajás, em Parauapebas, estão entre os dez mais movimentados da região Norte do Brasil.

No mês de junho, o Aeroporto de Marabá ficou na oitava colocação com um movimento de 18.760 passageiros, que representa um crescimento de 11,9% comparado a maio 2021 e uma recuperação de 91,9% sobre junho 2019, época entraves agudos da pandemia de Covid-19. Marabá superou o Aeroporto de Rio Branco, capital do Acre, que teve em junho 17.578 passageiros.

Em Parauapebas, o Aeroporto de Carajás, teve em junho o embarque e desembarque de 7.486 passageiros, segundo dados da ANAC. Isso representa crescimento de 9,3% sobre maio de 2021 e recuperação de 75,8% sobre junho de 2019.


O aeroporto mais movimento de todas a região norte é o Aeroporto Val-de-Cans, em Belém, capital do Pará, que teve 193.769 passageiros em junho de 2021, seguido do Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, no Amazonas, com 162.958 passageiros no mesmo período.

Outro aeroporto do Pará, que figura entre os 10 mais movimentados na região Norte, é o Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, que ocupa a 6ª posição com volume de 27.294 passageiros em junho.

Dos dez aeroportos mais movimentados na região Norte, 4 são do Pará.

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Mercado de Morada Nova será inaugurado na sexta, dia 30

Publicado

em

Na próxima sexta-feira (30), no Distrito de Morada Nova, será inaugurado o Mercado Municipal Lúcia Mendes. O empreendimento conta com 52 boxes e dez barracas que serão montadas para vendedores de produtos da horta comunitária dos Residenciais Tiradentes e Jardim do Éden.

Edillany Campos trabalha com moda feminina há cinco anos, mas por causa da pandemia teve que interromper seu trabalho, que será retomado agora com a inauguração do novo mercado, após ser sorteada para ter sua loja em um dos boxes. “Estou muito ansiosa para voltar a minha rotina e trabalhar. Nós esperamos praticamente um ano por causa da pandemia. O ambiente está muito bom, os boxes são bem organizados, estruturados”, pontua a comerciante.

Ela ainda afirma que não tem do que reclamar e espera que o novo mercado abra um leque de oportunidades para quem vive no distrito. “Para nós que moramos aqui em Morada Nova vai melhorar muita coisa porque vai ter oportunidade para as pessoas trabalharem e um local para as pessoas passearem”, comenta.


Outro trabalhador que estava dando uns toques finais no novo ponto de trabalho era o barbeiro Josiel Silva, que atua há 27 anos no ofício. “A minha expectativa é que o ‘trem’ aqui vai ser bom. Nós esperamos um tempo por causa da pandemia, mas é normal. Nós estamos nos sentindo bem e alegres com a inauguração e acho que vai ser bom para todo mundo”, ressalta.

Entre os produtos e serviços que serão ofertados no novo espaço estão açougues, peixarias, hortifrúti, lanchonetes, lojas de roupas, barbearias, chaveiros e outros.

O feirante Antonio Filho trabalha há 12 anos com venda de frutas e compartilha o sentimento ao inaugurar a frutaria no novo mercado. “Nós esperamos que seja muito bom. Morada Nova pela primeira vez está conseguindo um mercado municipal, algo que não existia antes. Então é muito importante para nós termos o mercado aqui”, ressalta.

No mês passado, agentes da Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas (SEVOP) realizaram os últimos ajustes no sistema elétrico e na pintura do novo mercado.

A inauguração do Mercado Municipal Lúcia Mendes ocorre na próxima sexta-feira, às 17h, na Avenida Tocantins, ao lado do Ginásio de Morada Nova cumprindo todos os protocolos contra a Covid-19. (Ronaldo Palheta / Fotos: Aline Nascimento)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze