Connect with us

Pará

PARÁ: Criada primeira universidade pública do interior da Amazônia

Publicado

em

GOV PARA UFOPAO presidente da República em exercício, José Alencar, sancionou nesta quinta-feira, 5, em Brasília, o Projeto de Lei 2.879/09, que cria a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Primeira universidade pública com sede no interior da região amazônica, a Ufopa será instalada no município de Santarém, no início de dezembro.

A governadora Ana Júlia Carepa compareceu à solenidade e comemorou a criação da nova universidade: “Esta é uma luta de muito tempo e fruto da união do Estado. A população do oeste paraense merece este presente”, frisou. A Ufopa absorverá o campus da Universidade Federal do Pará (UFPA) em Santarém e uma unidade descentralizada da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra-Tapajós).

A meta é receber aproximadamente 10 mil estudantes de cursos de graduação. Ana Júlia Carepa disse que a Ufopa é um investimento essencial para o desenvolvimento do oeste do Pará, uma vez que a região reúne os municípios mais distantes da capital paraense.

A nova instituição deverá promover a cooperação regional e internacional, com a participação dos demais Estados da Amazônia Legal – Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão e do Mato Grosso – e dos outros países membros da Organização do Tratado da Cooperação Amazônica (Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela).

Vocações

Serão oferecidas 1,6 mil vagas nos cursos de Engenharia Florestal, Sistemas de Informação, Direito e licenciatura em Letras, Pedagogia, Física, Matemática e Biologia. A partir de 2010 serão abertos cursos em áreas do conhecimento relacionadas às vocações regionais. “A Ufopa já nasce com os olhos voltados para o século XXI e talvez até para o século XXII, porque tem cursos voltados à biodiversidade, às águas e aos arranjos produtivos locai”, ressaltou o ministro da Educação, Fernando Haddad.

A nova universidade está incluída nos planos do governo federal para expandir a rede de ensino superior e ampliar os investimentos em ciência e tecnologia, com foco na inclusão social. Além da formação intelectual, ensino, pesquisa e extensão, a Ufopa impulsionará o desenvolvimento regional.

GOV PARA UFOPAA Universidade é um projeto do governo federal a partir de uma Indicação (a 4.821/2005), do deputado federal Zé Geraldo (PT-PA), que sugeriu ao Poder Executivo e ao ministro Fernando Haddad a criação da universidade. Em 2008, o Poder Executivo enviou ao Congresso o projeto atual, que tramitou nas comissões da Câmara dos Deputados e no Senado.

“A Ufopa é a 12ª universidade federal criada pelo presidente Lula. Com isso, ele se torna o presidente brasileiro que mais criou universidades federais”, destacou a governadora paraense. Ela observou, ainda, que a região oeste do Pará merece a universidade, dado o seu grande potencial turístico e suas riquezas minerais, agropecuárias e pesqueiras.

Paradigmas

Segundo Ana Júlia Carepa, a nova universidade quebra paradigmas, por levar o desenvolvimento a todo o território paraense. Ela ressaltou que o governo estadual está empenhado em apoiar a educação e a pesquisa: “Junto à Ufopa teremos um parque de tecnologia e o trabalho da Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará (Fapespa). Estou muito feliz e orgulhosa de ser a governadora do Pará neste momento histórico de criação dessa universidade, que já nasce pujante e grandiosa”.

“O Brasil está se preocupando cada vez mais com o desenvolvimento sustentável da Amazônia”, disse o presidente em exercício, José Alencar. Ele declarou ser “uma honra excepcional sancionar o projeto que cria a Ufopa” e, num discurso emocionado, lembrou sua passagem por Santarém, da beleza da região, especialmente do rio Tapajós.

José Alencar informou que faz questão de ir a Santarém para a inauguração da universidade, que deverá ocorrer entre os dias 06 e 8 de dezembro deste ano.

O ministro Fernando Haddad destacou a importância da Ufopa, observando que o Pará tem dimensões “não de país, mas de continente”, e destacou que a nova instituição começa com um projeto político pedagógico diferenciado, voltado para a sustentabilidade e com foco na interiorização da educação superior.

A solenidade foi prestigiada pelo ministro-chefe das Relações Institucionais, Alexandre Padilha; pelo coordenador da Comissão de Implantação da Ufopa, José Seixas Lourenço; pelos senadores José Nery e Flexa Ribeiro; pelos deputados federais José Geraldo, Nilson Pinto e Elcione Barbalho, além do deputado estadual Airton Faleiro e da prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins.

Contratação

Os cursos de graduação e pós-graduação oferecidos pela UFPA no campus de Santarém e nos núcleos de Óbidos, Oriximiná e Itaituba, e pela Ufra na unidade descentralizada do Tapajós, integrarão a estrutura da Ufopa. Os alunos matriculados nesses cursos farão parte, automaticamente, da nova universidade.

Segundo o Ministério da Educação, cinco unidades multidisciplinares de pesquisa, ensino e extensão estão sendo estruturadas a partir de projeto que articula ciências humanas e sociais com ciências da natureza e tecnologia. Essas unidades serão agregadas aos institutos de biodiversidade e florestas, de ciências e tecnologia das águas, de engenharia e geociências, de ciências da sociedade e de ciências da educação.

Além dos cargos de reitor e de vice-reitor, serão criados 500 cargos de professor e 333 técnico-administrativos de nível superior e nível médio. Os professores e técnicos serão selecionados ainda este ano. Em 2010 devem ser contratados 146 professores e 166 técnicos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Mercado Municipal em Morada Nova é inaugurado

Publicado

em

O Mercado Municipal de Morada Nova Lúcia Mendes foi entregue pela Prefeitura de Marabá, na sexta-feira (30), em meio a uma cerimônia que teve a presença do prefeito Tião Miranda, do vice Luciano Dias, do deputado federal Cristiano Vale, dentre outras autoridades políticas e lideranças comunitárias, inclusive a família da professora Lúcia Mendes, a homenageada. Os feirantes e comerciantes do mais novo equipamento público do distrito já iniciaram as atividades. 

“Aqui é um mercado que vai suprir as necessidades de Morada Nova e dessa região. É um mercado muito bom, com uma boa estrutura, estacionamento, acesso fácil. É mais um ganho pra Marabá, pra Morada Nova”, destaca o prefeito Tião Miranda. 

Luciano Dias, vice-prefeito, também enfatiza a valorização daquela região pela prefeitura que vem investindo em diversas frentes em Morada Nova, a exemplo da reforma do ginásio Erlon, e da pavimentação de ruas como a Piauí. 

“Esse todo faz parte de um plano de melhoramento das condições de Morada Nova que a prefeitura vem fazendo, aliado, a outras obras que vieram pra cá e estão em execução na região. Já reformamos todas as escolas com exceção da Arco Íris que em breve será reformada também, iluminação pública e asfalto”, salienta. 

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Bairros Cidade Nova e Bom Planalto recebem recuperação de vias

Publicado

em

A manhã desta segunda-feira (2) foi de muito trabalho para as equipes de recuperação de vias do SSAM (Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá). As máquinas, caçambas, motoniveladora e rolo compressor estavam a todo vapor no trabalho de manutenção de vias públicas.

De acordo com Nilton Amorim, responsável pelas equipes, o objetivo é permanecer durante toda a semana em um trecho entre os bairros Cidade Nova e Bom Planalto. “Estamos com a equipe nossa ideia é fazer a manutenção do máximo de ruas aqui na Cidade Nova e Bom Planalto”, disse.

Somente nesta segunda-feira (02), três ruas receberam os serviços, são elas: Vital Brasil, Manoel Abreu e Marechal Rondon. Em todas elas foram utilizadas aterro, retirada de entulhos e limpeza de meio-fio. As máquinas também realizaram a terraplanagem da pista recuperando alguns trechos danificados.

Os moradores ficaram satisfeitos com a realização dos serviços. De acordo com o morador Jair Sepulcro de Souza, muitos trechos estavam bastante difíceis de passar e alguns pontos os buracos apresentavam um risco para os motoristas e os ciclistas.

“Os serviços chegaram em boa hora porque aqui antes era muito ruim e estava ficando pior aqui tinha trecho que até de moto estava difícil e todos os vizinhos estão satisfeitos com as máquinas nas ruas”, disse Jair Sepulcro.

As máquinas devem continuar nos bairros até sexta-feira (06) com a finalização dos serviços de manutenção de ruas. (Victor Haôr / Fotos: Sérgio Barros)

Continue lendo

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze