- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Decreto de prisão de ex-delegado de Pacajá condenado por estupro é mantido

Mais Lidas

As Câmaras Criminais Reunidas mantiveram à unanimidade, na sessão desta segunda-feira, 25, a decisão de primeiro grau que negou direito ao ex-delegado de polícia civil Neldo Sena Ribeiro, de aguardar decisão de recurso de apelação penal em liberdade provisória. O réu foi condenado, no último dia 14 de abril, a 15 anos de prisão por ter estuprado (art. 213 o art. 69 do CP) três vezes, em 2009, uma detenta na delegacia de Pacajá, onde era delegado.

A defesa do réu sustentou que a decisão do juiz não estava legalmente fundamentada. Tal tese, no entanto, não foi comprovada pela desembargadora relatora do habeas corpus liberatório, Vânia Fortes Bitar. A magistrada destacou o perigo de manter o réu solto, tendo em vista que o mesmo já foi condenado em mais dois processos por crime de estupro (14 anos) e tentativa de estupro (7 anos).

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias