Connect with us

Pará

PARÁ: Desfiliação de Almir Gabriel divide opiniões na AL

Publicado

em

PA2Um dia após a divulgação da desfiliação do ex-governador Almir Gabriel do PSDB, partido que ajudou a fundar, o clima entre os tucanos era uma mistura de luto e indignação. Luto entre os que lamentavam a saída daquele que ainda é considerado um dos maiores líderes da legenda no Estado. Indignação com trechos do comunicado em que o ex-governador acusa o partido de ter se afastado dos princípios “políticos e éticos” que alicerçavam a legenda.

As deputadas Suleima Pegado e Tetê Santos foram as que mais demonstraram tristeza. Amiga de longa data do ex-governador, Suleima não escondeu ter chorado ao saber da notícia. “Você acha que eu estou com essa cara inchada por quê?”, indagou. “Fiquei muito triste. Para mim, Almir Gabriel é o grande líder. Foi ele quem nos ensinou a fazer política, sem ódio, sem rancor, com seriedade e ética”, declarou.

Tetê Santos disse ter aprendido com o médico Almir Gabriel até noções de primeiros socorros. “Essa saída em nada vai diminuir meu sentimento de gratidão por ele”. Para Ítalo Mácola e Manoel Pioneiro, a decisão não chegou a ser surpresa. Embora tenham ressaltado a importância de Gabriel na construção do PSDB do Pará, os dois lembraram que ele já havia se despedido da política após as eleições de 2006. “Temos um sentimento de perda, mas já sabíamos que ele deixaria a política partidária porque quando partiu de Belém (em 2007) disse que não queria mais ser um operador da política. Queria apenas discutir os grandes temas”, afirmou Mácola.

A resposta mais ácida a Almir veio do deputado federal Zenaldo Coutinho, que classificou a atitude do ex-governador de deixar o partido de contraditória.

“As palavras ofensivas desdizem a trajetória do doutor Almir no PSDB”, disse o deputado, lembrando que Almir havia declarado que só seria candidato tucano ao governo em caso de não haver acordo entre Mário Couto e Simão Jatene, o que acabou ocorrendo após dez meses de disputa.

Almir Gabriel anunciou a saída do PSDB no último domingo, mesmo dia em que os tucanos comemoravam com festa na Assembleia Legislativa o anúncio da pré-candidatura de Simão Jatene ao governo. “Nenhuma razão de ordem pessoal ou política é maior que a decisão unânime daqueles que estão no dia-a-dia da política no Pará”, completou o deputado federal.

O líder do PSDB na Assembleia, José Megale, disse que ainda tem esperanças de que, num outro momento, Almir retorne ao ninho tucano. “Não existe mágoa de nenhum de nós em relação a ele”.

Megale afirmou, contudo, que “com Almir ou sem Almir, com Jatene ou sem Jatene, o PSDB será sempre um grande partido”.

PT trataria melhor aos seus

O assunto repercutiu também entre outras bancadas. O líder do PPS, Arnaldo Jordy, que apoiou Almir Gabriel na última eleição, classificou a desfiliação como “um desfalque para o PSDB”.

“No que pesem as nossas divergências, as virtudes e os defeitos, o Almir foi, no essencial, um político bom para o Estado. Foi um bom prefeito e talvez um dos últimos grandes senadores que o Pará teve”, disse Jordy, lembrando que o ex-governador foi senador Constituinte e, como tal, relator de capítulo da ordem social da atual Constituição Federal.

O petista Carlos Bordalo leu o comunicado de Almir publicado ontem no DIÁRIO na Tribuna da Assembleia e questionou: “o doutor Almir deve uma explicação à sociedade paraense. O que fez o PSDB para que ele considere ter se desviado dos princípios éticos?”.

Bordalo disse ter ficado surpreso com a “forma como está sendo rejeitado o fundador do PSDB”. “O Almir morreu? Onde está enterrado? A maneira como falam dá a entender de que se trata de um cadáver”.

Aos jornalistas, Bordalo ressaltou que o PT trata os seus muito melhor. “Nem o Delúbio foi tratado por nós dessa forma”, declarou, referindo-se ao ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, expulso da legenda acusado de ser um dos principais operadores do mensalão. (Diário do Pará)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Divisa e órgãos de segurança realizam mais de 200 fiscalizações durante fim de semana

Publicado

em

A Divisão de Vigilância Sanitária (Divisa) realizou 190 fiscalizações durante o final de semana para verificar o cumprimento dos horários estabelecidos pelo decreto municipal 195, de combate à Covid-19, principalmente em estabelecimentos como bares, lanchonetes, supermercados, depósitos de bebidas.

Durante todo o final de semana, a ação contou com o apoio dos órgãos de segurança da Secretaria Municipal de Segurança Institucional (SMSI) e da Polícia Militar, foram mais de 60 orientações, um supermercado foi notificado e uma pizzaria vistoriada.

Ações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), Departamento Municipal de Segurança Patrimonial (DMSP) e Guarda Municipal de Marabá (GMM) garantiram a ordem e segurança em diversos pontos da cidade durante o final de semana.

Guarda e Patrimonial

O Departamento Municipal de Segurança Patrimonial seguiu com as rondas preventivas no Hospital Municipal de Marabá (HMM) e Hospital Materno Infantil (HMI) a fim de evitar furtos, resguardar o patrimônio público e promover segurança aos colaboradores e pessoas que utilizam os serviços. Além disso, também houve apoio aos agentes que atuam no trailer da central de distribuição de medicamentos em frente ao HMM.

Durante as ações foram utilizadas duas viaturas com seis agentes, além da atuação de oito agentes no HMI e seis agentes no HMM.

A GMM, por sua vez, realizou rondas diárias em diversos pontos da cidade como, por exemplo, Orla de Marabá, HMM, HMI e Rodoviária do KM 6. No domingo, ocorreram rondas nas feiras Laranjeiras e Folha 28, Pôr do Sol, NA Orla da Velha Marabá e avenida Paraíso no bairro Liberdade.

Na sexta-feira, 7, a guarda deu apoio ao Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) na realização de blitz entre 9h e 10h30 da manhã. Na ocasião, foram removidas ao pátio do DMTU, duas motos e um carro.

No sábado, a GMM auxiliou o posto de vacinação Maria Bico Doce, no Núcleo São Félix, entre 8h e meio dia.

Meio Ambiente

No final de semana, o Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), da GMM, realizou patrulhamento em no Núcleo São Félix e no distrito de Morada Nova, além dos residenciais Tiradentes, Jardim do Éden e Tocantins.

O GPA também auxiliou a SEMMA em oito denúncias de poluição sonora. Foram 39 denúncias atendidas, resultando em dez notificações e a apreensão de um som automotivo. Os núcleos que lideraram em número de denúncias foram Nova Marabá com 32 e Cidade Nova com 26.

Trânsito

No domingo, a guarda deu apoio ao DMTU na fiscalização da Orla Sebastião Miranda e no HMI das 14h às 2 da manhã de segunda.

O DMTU também realizou rondas de rotina em todos os núcleos da cidade com fiscalização em ruas, praças e estabelecimentos. Também foi realizada operação de fiscalização de transporte nos Núcleos Cidade Nova, Nova Marabá e Marabá Pioneira resultando na remoção de cinco veículos ao pátio do órgão.

Para as ações, foram necessárias seis viaturas e 18 agentes de trânsitos.

Continue lendo

Pará

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal ficam no empate nas semifinais do Parazão 2021

Publicado

em

As semifinais do Campeonato Paraense 2021, ficaram empatadas. As duas partidas aconteceram neste domingo, 9.

Tuna vs Remo

Tuna e Remo fizeram um bom jogo na manhã deste domingo, dia 9, no estádio do Souza, em Belém. Ambos os times vieram com posturas ofensivas para o jogo, mas quem aproveitou melhor as chances no começo foi o Remo, que abriu o placar com Uchôa, aos 20 da etapa inicial. Em seguida, Léo Rosa marcou de pênalti, aos 34, e empatou a partida. Na segunda etapa, o Leão foi superiou, criou mais chances, levou mais perigo, mas parou em uma atuação de gala do goleiro tunante Gabriel Bubniack. Vaga na final precisará ser definida na quarta-feira, no jogo de volta, no Baenão.

Com o resultado, nenhuma das equipes obteve vantagem para o jogo de volta das semifinais. A vaga na final será decidida na quarta-feira, dia 12, às 19h30, no estádio do Baenão. Caso o segundo jogo termine em empate novamente, a classificação será definida nos pênaltis.

Castalhal vs Paysandu


Castanhal e Paysandu realizaram uma partida fraca tecnicamente e de poucas oportunidades. O destaque do primeiro tempo foi para o atacante Marlon, responsável pelas principais chances no jogo, acertando o travessão de Axel Lopes. O Castanhal tentava chegar à meta de Victor Souza, mas não conseguia dar o último passe de forma correta, ficando a maioria das vezes sob o domínio da defesa bicolor. As coisas melhoraram um pouco mais na etapa complementar, principalmente com a entrada do atacante Fidélis, do Castanhal. Ele deu maior dinamismo ao time, que conseguiu levar certo perigo à meta bicolor. Desta forma, cedeu a oportunidade de ataque do Papão trabalhar no contra-ataque, como foram nas chegadas do volante Elyeser e do lateral-esquerdo Bruno Collaço, que finalizaram bem, mas viram o goleiro Axel evitar que o gol.

Definição da vaga para a final do Parazão 2021 fica para a próxima quarta-feira, dia 12, na Curuzu, em Belém. (Fotos: Samara Miranda/Remo e John Wesley/Paysandu)

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste fim de semana – 8 e 9 de maio

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze