Connect with us

Pará

PARÁ: DIOE prende dono da “Banca do Pornô” no centro comercial de Belém

Publicado

em

Está preso na Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), desde a tarde de sábado, 6, Carlos Humberto Costa de Oliveira, 27 anos, conhecido por “Louro do Pornô”. Ele foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva decretado pela Vara de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares, do Tribunal de Justiça do Pará. O acusado estava foragido desde janeiro, quando policiais civis da DIOE fecharam a “Banca do Pornô”, de propriedade de Carlos, na rua João Alfredo, centro comercial de Belém. Na ocasião, mais de mil DVDs com filmes pornográficos adultos e com imagens de adolescentes em cenas de sexo foram apreendidos. O delegado Rogério Morais, titular da DIOE, explica que o acusado já tinha passagem pela Polícia pelo mesmo tipo de crime.

Ao ser interrogado, Carlos Humberto admitiu ser o dono da banca, mas alegou que não vendia mídias pornográficas com imagens de adolescentes. Ele foi preso no centro comercial de Belém, por volta de 14h30. “Louro do Pornô” baixava filmes pela internet e os vendia por um real. Ele também fabricava DVDs eróticos com imagens gravadas via celular em que apareciam cenas de sexo envolvendo estudantes de escolas públicas da capital. Essas mídias eram vendidas a dez reais cada. Oliveira vai responder por vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, de acordo com o artigo 241, do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Em 21 de janeiro deste ano, policiais civis da DIOE prenderam em flagrante, no centro comercial de Belém, Luiz Floriano Alves, 34 anos, e Ataíde Vaz, 21, que vendiam as mídias na “Banca do Pornô”. Com os dois, as mais de mil mídias foram apreendidas. Algumas delas apresentavam imagens de sexo entre adolescentes e até um menino de três anos aparecia em uma simulação de cena de sexo com um adulto. O delegado Rogério Morais, na ocasião das prisões dos vendedores, classificou como difícil o trabalho realizado pela equipe policial para flagrar a venda das mídias. Os produtos não ficavam expostos na banca, como as outras mídias. Ficavam escondidas nos fundos do local e eram vendidas com horários previamente agendados com clientes.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Bairros Cidade Nova e Bom Planalto recebem recuperação de vias

Publicado

em

A manhã desta segunda-feira (2) foi de muito trabalho para as equipes de recuperação de vias do SSAM (Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá). As máquinas, caçambas, motoniveladora e rolo compressor estavam a todo vapor no trabalho de manutenção de vias públicas.

De acordo com Nilton Amorim, responsável pelas equipes, o objetivo é permanecer durante toda a semana em um trecho entre os bairros Cidade Nova e Bom Planalto. “Estamos com a equipe nossa ideia é fazer a manutenção do máximo de ruas aqui na Cidade Nova e Bom Planalto”, disse.

Somente nesta segunda-feira (02), três ruas receberam os serviços, são elas: Vital Brasil, Manoel Abreu e Marechal Rondon. Em todas elas foram utilizadas aterro, retirada de entulhos e limpeza de meio-fio. As máquinas também realizaram a terraplanagem da pista recuperando alguns trechos danificados.

Os moradores ficaram satisfeitos com a realização dos serviços. De acordo com o morador Jair Sepulcro de Souza, muitos trechos estavam bastante difíceis de passar e alguns pontos os buracos apresentavam um risco para os motoristas e os ciclistas.

“Os serviços chegaram em boa hora porque aqui antes era muito ruim e estava ficando pior aqui tinha trecho que até de moto estava difícil e todos os vizinhos estão satisfeitos com as máquinas nas ruas”, disse Jair Sepulcro.

As máquinas devem continuar nos bairros até sexta-feira (06) com a finalização dos serviços de manutenção de ruas. (Victor Haôr / Fotos: Sérgio Barros)

Continue lendo

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo

Pará

Em Belém, Remo vence CSA por 1 a 0

Publicado

em

O Remo bateu o CSA por 1 a 0 e ganhou justamente a posição do adversário na classificação da Série B. Assumiu neste domingo o 12° posto. No Baenão, em Belém, o único gol da partida saiu aos oito minutos do primeiro tempo, com o atacante Renan Gorne. O time alagoano perdeu a segunda consecutiva e volta para Maceió sob pressão.

O Remo abriu o placar logo na primeira chance. Erick Flores deu um drible desconcertante em Fabrício na área do CSA e serviu a Renan Gorne, que só teve o trabalho de empurrar para a rede, aos oito minutos. Aos 14, Gabriel lançou para Aylon, que finalizou com perigo, mas estava impedido. Não valeu o ataque do CSA. O jogo ficou morno e só esquentou aos 31, num chute colocado de Gabriel. Assustou o goleiro do Remo. Depois, o time alagoano rondou a área paraense, mas não foi efetivo.


O Remo teve a primeira oportunidade do segundo tempo. Lucas Tocantins, que havia acabado de entrar, passou fácil por Yuri e bateu por baixo. Thiago Rodrigues defendeu com dificuldades, com as pernas, e a zaga do CSA aliviou. Depois, o Remo passou a controlar mais o jogo. O técnico do CSA mexeu no ataque, mas o time continuou com enorme dificuldade para finalizar. Aos 29, Lucas Tocantins bateu cruzado, pela esquerda, e levou perigo ao gol do CSA. Aos 36, Dudu Beberibe acertou uma cabeçada na área do Remo e obrigou Vinícius a fazer uma boa defesa. Aos 38, Fabrício, do CSA, bateu falta com veneno e deu trabalho ao goleiro do Remo.

O Remo chegou a 19 pontos e fechou a 15ª rodada da Série B na 12ª colocação. Com 18, o CSA perdeu uma posição e caiu para o 13º lugar, com cinco pontos de vantagem para a zona do rebaixamento.

O CSA volta a jogar em Maceió no próximo sábado. Às 19h, recebe o Avaí no Estádio Rei Pelé. Antes, na sexta, o Remo faz outro jogo no Estádio Baenão, em Belém, desta vez contra o Operário-PR, às 16h. (Foto: Samara Miranda)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze