- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Duplicação urbana em Marabá está defasada em 5 anos

Mais Lidas

Uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) esteve nesta, quarta-feira, 6, na sala de comissões da Câmara Municipal de Marabá para prestar esclarecimentos aos vereadores sobre a lentidão no andamento das obras de duplicação do trecho de 5,9 quilômetros da Rodovia Transamazônica, em Marabá. A CMT Construtora e Prefeitura de Marabá também foram convidadas, uma vez que fazem parte do processo, mas não enviaram representante.

A vereadora Vanda Américo disse que a Câmara anda sendo muito cobrada pela população sobre a lentidão nas obras da duplicação. “Queremos saber como estão às obras; se estão paradas ou não, e se o cronograma está sendo seguido”, observou.

Dilson Gouveia, engenheiro do DNIT, lembrou que no convênio estabelecido entre a Prefeitura de Marabá e DNIT, ficou estabelecido que o município tem gestão direta sobre a execução da obra, que é feita pela CMT, vencedora da licitação. A Skill Engenharia Ltda. foi contratada para supervisionar o andamento da obra. Por sua vez, o DNIT fiscaliza realizando a medição e fazendo o reembolso às empresas.

Dilson garantiu que as obras não estão paradas. Segundo ele, houve apenas uma diminuição no andamento em função do período chuvoso, que atrapalha e encarece a execução do projeto. “A parte de terraplanagem está praticamente completa. Estamos com 70% das obras concluídas. Dar andamento aos trabalhos agora seria colocar em risco a qualidade da obra”, justificou, lembrando que o prazo para a entrega do complexo viário está marcado para o dia 28 de dezembro deste ano.

Enílson Vieira Rocha, analista de Infraestrutura do DNIT, avaliou que com a instalação do projeto Alpa, a duplicação estará defasada daqui a cinco anos. Ele antecipou que está agendada uma reunião na sede da Associação Comercial e Industrial de Marabá nesta sexta-feira (ACIM), para discutir com os empresários locais os trabalhos que estão sendo executados na duplicação da rodovia.

Os vereadores, por sua vez, tentam mudar o local da reunião para o auditório da Câmara, onde a comunidade interessada poderá acompanhar a exposição dos representantes do DNIT.

Pela Câmara Municipal, participaram da reunião os vereadores Antônia Carvalho, Ronaldo Yara, Antônio da Ótica, Vanda Américo, Edivaldo Santos e Chico do Flamengo.

O valor total da obra é R$ 92.727,499,40. Até agora, segundo os representantes do DNIT, foram repassados R$ 64.391.574,44, o que corresponde a 69,44% do total. O saldo contratual é R$ 28.335.924,96, ou 30, 56%.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias