Connect with us

Pará

Pará e Amazonas assumem coordenação de fórum de governadores

Publicado

em

pa1A governadora Ana Júlia Carepa e o governador Eduardo Braga, representando o Pará e o Amazonas, receberam esta semana das mãos do governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, o comando da chamada Força Tarefa dos Governadores, grupo de trabalho que coordena as ações conjuntas do Fórum Global de Governadores sobre Floresta e Clima (GCF, na sigla em inglês).

A partir de agora os dois estados vão coordenar todas as atividades relacionadas ao fórum, inclusive o encontro anual dos governadores, que por dois anos consecutivos foi realizado em Los Angeles e que agora será sediado em uma das duas capitais. O evento aconteceu em Copenhague, paralelo aos debates que envolvem a Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP 15).

Integram o GCF os governadores Ana Júlia, Eduardo Braga, Binho Marques (AC), Blairo Maggi (MT) e Waldez Góes (AP), além de outros governadores dos Estados Unidos e da Indonésia. O fórum reúne governadores de estados detentores de florestas tropicais. Na próxima reunião o Tocantins, que participou como observador, representado pelo governador Carlos Gaguin, deverá se integrar ao grupo.

Os governadores da Amazônia entregaram uma carta a Schwarzenegger sugerindo que ele crie uma lei em seu estado instituindo a metodologia do pagamento pela Redução do Desmatamento e Degradação Evitados (REDD, na sigla em inglês), e assim possibilite que as empresas sediadas na Califórnia, como a Microsoft, possam apoiar projetos que visem a conservação da floresta. Os governadores defendem a tese de que a floresta em pé vale mais que ela tombada. Schwarzenegger de pronto disse que gostou da ideia e assumiu o compromisso de trabalhar por ela. Em março de 2010 ele deverá visitar o Amazonas e disse que gostaria de sancionar a lei no Brasil.

Para a governadora Ana Júlia, esse sinal de Schwarzenegger é um reconhecimento de que as relações subnacionais, construídas entre estados, estão fortalecidas e que as florestas são reconhecidas como um bem importante para o mundo. A governadora esteve por duas vezes na Califórnia, no Fórum de Governadores e agora deverá recebê-los, como co-líder do grupo, assim como Eduardo Braga, no segundo semestre de 2010. “Estamos transformando em oportunidades o que antes era visto como adversidade, que é a utilização de forma sustentável e com distribuição de riquezas dos nossos recursos naturais”.

Ana Júlia tem reiterado aos seus interlocutores em Copenhague a necessidade de que os países desenvolvidos apoiem efetivamente a manutenção das florestas. “É preciso que o mundo reconheça que na floresta vivem pessoas que tem o mesmo direito à qualidade de vida que aquelas que moram nos países desenvolvidos. Por isso, o mundo tem que pagar pelos serviços ambientais que a floresta presta”.

Na terça a governadora se reuniu ainda com o presidente global da The Nature Conservancy (TNC), Mark Tercek, com quem falou sobre as metas de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa, e das metas de redução do desmatamento do Pará, de 80% até 2020. Falou ainda sobre a importância da flexibilidade da metodologia do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) a fim de que esse mecanismo possa financiar o reflorestamento.

A governadora lembrou a Tercek que todo esse esforço de governo, para instituir a regularização ambiental e fundiária e promover negócios sustentáveis tem um custo e que é preciso apoio a projetos que resultem em geração de benefícios para a população.

Tercek disse que acompanha de perto as ações da TNC no Pará e que a organização mantém um bom time na Amazônia. “Para nós, dar suporte à Amazônia é ajudar a nós mesmos”, ressaltou Tercek.

A TNC, que mantém sua sede na Amazônia em Belém, está desenvolvendo um projeto de Redução por Desmatamento e Degradação Evitados (REDD, na sigla em inglês), no município de São Félix do Xingu e acaba de aprovar um projeto no Fundo Amazônia para financiar atividades relacionadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR), mecanismo de regularização ambiental da propriedade rural, implementado pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema).

À noite a governadora participou de um jantar com Schwarzenegger e o ex-primeiro ministro do Reino Unido, Tony Blair. Nesta quarta-feira ela participa de uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva junto com os demais governadores da Amazônia. (Ivonete Motta)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Mercado Municipal em Morada Nova é inaugurado

Publicado

em

O Mercado Municipal de Morada Nova Lúcia Mendes foi entregue pela Prefeitura de Marabá, na sexta-feira (30), em meio a uma cerimônia que teve a presença do prefeito Tião Miranda, do vice Luciano Dias, do deputado federal Cristiano Vale, dentre outras autoridades políticas e lideranças comunitárias, inclusive a família da professora Lúcia Mendes, a homenageada. Os feirantes e comerciantes do mais novo equipamento público do distrito já iniciaram as atividades. 

“Aqui é um mercado que vai suprir as necessidades de Morada Nova e dessa região. É um mercado muito bom, com uma boa estrutura, estacionamento, acesso fácil. É mais um ganho pra Marabá, pra Morada Nova”, destaca o prefeito Tião Miranda. 

Luciano Dias, vice-prefeito, também enfatiza a valorização daquela região pela prefeitura que vem investindo em diversas frentes em Morada Nova, a exemplo da reforma do ginásio Erlon, e da pavimentação de ruas como a Piauí. 

“Esse todo faz parte de um plano de melhoramento das condições de Morada Nova que a prefeitura vem fazendo, aliado, a outras obras que vieram pra cá e estão em execução na região. Já reformamos todas as escolas com exceção da Arco Íris que em breve será reformada também, iluminação pública e asfalto”, salienta. 

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Bairros Cidade Nova e Bom Planalto recebem recuperação de vias

Publicado

em

A manhã desta segunda-feira (2) foi de muito trabalho para as equipes de recuperação de vias do SSAM (Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá). As máquinas, caçambas, motoniveladora e rolo compressor estavam a todo vapor no trabalho de manutenção de vias públicas.

De acordo com Nilton Amorim, responsável pelas equipes, o objetivo é permanecer durante toda a semana em um trecho entre os bairros Cidade Nova e Bom Planalto. “Estamos com a equipe nossa ideia é fazer a manutenção do máximo de ruas aqui na Cidade Nova e Bom Planalto”, disse.

Somente nesta segunda-feira (02), três ruas receberam os serviços, são elas: Vital Brasil, Manoel Abreu e Marechal Rondon. Em todas elas foram utilizadas aterro, retirada de entulhos e limpeza de meio-fio. As máquinas também realizaram a terraplanagem da pista recuperando alguns trechos danificados.

Os moradores ficaram satisfeitos com a realização dos serviços. De acordo com o morador Jair Sepulcro de Souza, muitos trechos estavam bastante difíceis de passar e alguns pontos os buracos apresentavam um risco para os motoristas e os ciclistas.

“Os serviços chegaram em boa hora porque aqui antes era muito ruim e estava ficando pior aqui tinha trecho que até de moto estava difícil e todos os vizinhos estão satisfeitos com as máquinas nas ruas”, disse Jair Sepulcro.

As máquinas devem continuar nos bairros até sexta-feira (06) com a finalização dos serviços de manutenção de ruas. (Victor Haôr / Fotos: Sérgio Barros)

Continue lendo

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze