Connect with us

Pará

PARÁ: Embaixadores da Europa visitam Marabá

Publicado

em

Embaixadores da União Européia em MarabáA delegação de embaixadores da União Europeia que realiza uma visita de três dias ao Pará, conheceu na quarta-feira, 21, em Marabá, exemplos produtivos da cadeia da pecuária e couro, demonstrada pelo Grupo Bertin, a produção siderúrgica integrada da Siderúrgica Norte Brasil S/A (Sinobras), os planos de investimentos da companhia Vale para os próximos anos e um balanço do programa Terra Legal, do Ministério de Desenvolvimento Agrário.

A comitiva, liderada pela embaixadora da Suécia, Annika Markovic, chegou no final da manhã ao aeroporto e foi recebida pelo secretário de Governo, Edilson Rodrigues, que representou a governadora Ana Júlia Carepa, e pelo prefeito Maurino Magalhães, que preparou um receptivo ao som do carimbó.

O prefeito deu as boas-vindas ao grupo, formado por 16 pessoas, e falou sobre o crescimento do município, que, segundo ele, experimenta taxas superiores à da China, na ordem de 20% ao ano. Magalhães falou das dificuldades que o gestor enfrenta para prover o município de toda a infraestrutura, inclusive social, para receber as demandas decorrentes do crescimento do município.

O primeiro contato da comitiva foi com o zootecnista Rodrigo Dias Lopes, do Grupo Bertin, que falou sobre as ações de sustentabilidade da cadeia bovina na região e sobre a adequação de fornecedores aos critérios exigidos pela empresa. Lopes disse aos embaixadores que é grande o desafio da pecuária na Amazônia, atividade que tem peso no desmatamento e é considerada uma vilã, mas que pode contribuir para diminuir a pressão sobre a floresta com uma combinação de tecnologia e mudança de mentalidade.

Em 15 anos, a pecuária paraense cresceu de 26 milhões de cabeças para 44,3 milhões, que hoje representa 22% do rebanho brasileiro (quinto maior) e é responsável por 23% do Produto Interno Bruto (PIB), com uma contribuição de R$ 7 bilhões/ano. Segundo Lopes, esse crescimento se revela estável desde 2004.

Além de clima e de todas as condições favoráveis para se produzir uma carne saudável, Lopes relata que o desafio da pecuária no Pará se assenta na regularização ambiental (Área de Reserva Legal e Área de Preservação Permanente), sem onerar os custos de produção, a necessidade de se enfrentar a burocracia para promover a regularização fundiária, de intensificar a produção e maximizar os custos, conter o desmatamento e mudar a mentalidade do produtor.

Rodrigo Lopes considera que a alteração do Código Florestal, que altera a reserva legal de 50% para 80% no bioma amazônico foi ruim para a pecuária, mas reconhece que instrumentos legais como o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE), promovido pelo governo estadual, que flexibiliza em até 50% o uso de áreas já consolidadas, foi um avanço, bem como a simplificação do Cadastro Ambiental Rural.

O Grupo Bertin exclui da sua lista de fornecedores propriedades condenadas à lista suja do Ministério do Trabalho e Emprego, que possuem título falso da propriedade, promovam a violência agrária, o desmatamento irregular, estejam em conflitos com áreas indígenas e na lista suja de áreas embargadas pelos órgãos ambientais.

A empresa está fazendo um projeto piloto em 26 propriedades da região, que possuem 160 mil cabeças de gado que estão sendo orientadas a fazer o cadastro socioambiental, que inclui o registro de funcionários, uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI), dentre outros. Nas propriedades são identificadas as APP´s, reserva legal, nascente, erosão. Elas são georreferenciadas e os proprietários recebem orientação e treinamento sobre boas práticas de manejo e o uso de tecnologia para evitar o desmatamento.

Segundo Rodrigo, a recomendação do embargo à carne proveniente de área de desmatamento, feita pelo Ministério Público Federal aos principais compradores gerou várias consequências, como danos à imagem da empresa, risco de perda do mercado de couro, reflexo negativo na renda de muitas famílias, mas por outro lado, trouxe um efeito positivo que foi a mobilização do setor e seu comprometimento com o desmatamento zero, que requer a necessidade da regularização ambiental e fundiária e da desburocratização dos instrumentos legais que assegurem essa mudança.

Apoio

A visita dos embaixadores ao Pará tem o apoio do governo Ana Júlia Carepa. A comitiva é liderada pela embaixadora da Suécia, Annika Markovic. O Parlamento Europeu está sob a presidência da Suécia, que organiza esta missão de caráter institucional. Integram a comitiva os embaixadores Hans-Peter Glanzer (Áustria), Claude Misson (Bélgica), Nikolay Tzatchev (Bulgária), Ilpo Manninen (Finlândia), minisro Hermann-Josef Sausen (Alemanha), Kees Peter Rade (Holanda), Jacek Junosza Kisielewski (Polônia), Alan Charlton (Reino Unido) e João José Soares Pacheco (União Europeia). (Ivonete Motta)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: UEPA abre inscrições para curso de enfermagem

Publicado

em

Quem concluiu o ensino médio e/ou participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos de 2019, 2020 e 2021 já poderá, a partir desta terça-feira, 18, se inscrever ao Processo Seletivo Especial Parauapebas aberto exclusivamente pela Universidade do Estado do Pará (Uepa) para o curso de enfermagem, no município.

As inscrições irão até o dia 10 de março deste ano, ao valor de R$ 60, e somente serão feitas pela internet pelo endereço: www2.uepa.br/proselesp22. Para os pedidos de isenção da taxa, o prazo vai até 22 de fevereiro.

São 40 vagas, das quais 60% para candidatos que concluíram o ensino médio em Parauapebas e 40% para outros municípios e demais Estados brasileiros.

Conforme o edital do chamado Prosel Especial Parauapebas 2022, para se inscrever o candidato precisa preencher corretamente todos os dados solicitados e executar a sequência de procedimentos descrita na inscrição.

É obrigatório ter CPF e endereço de e-mail válido e único, “ou seja, que não tenha sido utilizado por outro candidato”.

Inicialmente, o candidato precisa preencher o cadastro com seus dados pessoais e, posteriormente, preencher as informações relativas ao Prosel. Depois disso, será gerado um número de protocolo do pedido de inscrição.

Atenção: “somente o preenchimento do cadastro com dados pessoais não implica na geração de solicitação de inscrição para o processo”, avisa o edital da Uepa.

Sobre participação no Enem

Para quem usar as notas do Enem para se inscrever, a Uepa vai consultar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) utilizando exclusivamente o número do CPF do candidato e o ano de referência indicados no ato do pedido de inscrição.

Estará automaticamente eliminado o candidato que:

  • Faltou, pelo menos, um dia de prova do Enem do ano de referência indicado na inscrição ao Prosel;
  • Obteve nota inferior a 400 na redação também no ano de referência indicado na inscrição;
  • Obteve média aritmética das notas das áreas de conhecimento do Enem inferior a 400.

O resultado definitivo da confirmação de inscrição sairá dia 5 de abril. No dia 12 de maio, será a divulgação do resultado final do processo seletivo. As matrículas ao curso de enfermagem em Parauapebas serão entre os dias 23 e 27 de maio.

Para saber de todos os detalhes do Prosel Especial Parauapebas 2022, não deixe de acessar o site da Uepa: www2.uepa.br/proselesp22. (Hanny Amoras)

Continue lendo

Pará

MARABÁ: CCZ realiza ação de vacinação no shopping

Publicado

em

O domingo,16, foi dia de levar os animaizinhos de estimação para receber a vacina antirrábica no Shopping Partage. Uma programação especial do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) motivou dezenas de pessoas a levar os pets ao shopping para receber o imunizante.

A iniciativa partiu da direção de marketing do próprio Shopping Partage, que emitiu um ofício ao CCZ para fazer um dia de vacinação antirrábica para a conclusão da ação da campanha de arrecadação de ração realizada pelo Shopping, chamada de Projeto Pet Friendly. A campanha iniciou na quarta-feira, 12, e finalizou no sábado dia 15.

Uma equipe do CCZ esteve durante toda a tarde de domingo realizando a vacinação. Miryan Andrade levou ao Shopping a cadelinha Stela de 5 meses, uma dócil poodle.

“Essas iniciativas são boas pois nem sempre temos tempo para nos deslocar até o CCZ no Novo Horizonte para vacinar nossos amiguinhos e quando há esse trabalho em outros bairros temos que aproveitar”, pontuou.

Segundo Flávio Ferreira da Silva, coordenador do CCZ, as ações itinerantes são realizadas dentro do programa da Campanha de Vacinação, porém, outras atividades são realizadas para que se possa obter o maior número de cães vacinados.

“A ação no Shopping foi muito bem avaliada. Estivemos lá com nossas equipes onde conseguimos vacinar 15 cães. De acordo com a própria direção de marketing a repercussão foi muito boa”, destacou o coordenador.

A vacinação antirrábica continua acontecendo durante a semana e nos feriados. Basta se dirigir até o Centro de Controle de Zoonoses, na Avenida 2000, bairro Belo Horizonte, no horário de 08h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Telefone para contato: 3324 4411. (Victor Haor / Fotos: Paulo Sérgio)

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Reunião apresenta programa de fortalecimento da agricultura familiar

Publicado

em

Na tarde da última sexta-feira, 14, ocorreu no Plenarinho da Câmara Municipal de Marabá uma reunião da Secretaria Estado de Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (SEDAP) com prefeitos e representantes de oito municípios da região. Na ocasião, estiveram presentes o vice-prefeito de Marabá, Luciano Dias, e o secretário adjunto de agricultura do município, Marcos Eleres.

O objetivo da reunião foi apresentar o programa Territórios Sustentáveis, do governo do estado, cujo intuito é atuar com outros órgãos estaduais e prefeituras a fim de garantir aos produtores da agricultura familiar acesso a crédito, regularização fundiária e orientação técnica aliados ao desenvolvimento sustentável.

“Nós temos aqui como chegar ao agricultor para orientá-lo não apenas como produzir, mas o que produzir, que lhe dê retorno financeiro, aumentando o faturamento. É essa transformação de orientação e crescimento do agricultor familiar que precisa da ação do estado, não só orientação técnica, mas principalmente com financiamento”, pontua o titular da SEDAP, Giovanni Queiroz.

Na ocasião, o secretário elogiou a estrutura da Secretaria Municipal de Agricultura de Marabá (SEAGRI) como uma referência na região.

Para o vice-prefeito de Marabá, Luciano Dias, o programa só tem a agregar com o trabalho de excelência executado pela prefeitura. “É muito importante porque você agrega, dá valor ao trabalho que nós estamos fazendo aqui com o apoio que o governo do estado vem dando para Marabá e para toda a região sul do Pará”, ressalta.

O secretário adjunto de agricultura do município, Marcos Eleres, observa que Marabá está à frente no que diz respeito à atenção ao agricultor familiar e prova disso é a rota do cacau no município que conta com assistência da SEAGRI.

“Diante do investimento da prefeitura na agricultura, hoje Marabá é uma referência, principalmente em relação à produção de cacau na região. Nós temos viveiro, análise de solo, laboratório e realizamos visita técnica com os parâmetros da SEAGRI, para garantir a aptidão dos produtores”, finaliza. (Ronaldo Palheta / Fotos: Paulo Sérgio)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze