- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 23 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Estado vai aprimorar projeto de educação para detentos em Redenção

Mais Lidas

O projeto “Palavras do cárcere para a liberdade”, que promove a reinserção social pela educação, passará por mudanças a fim de aprimorar os benefícios oferecidos pelo Estado a 30 detentos do Centro de Recuperação Regional de Redenção (CRR), que funciona no sul do Pará.

As melhorias no projeto foram garantidas pelo major Francisco Bernardes, superintendente do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), em reunião na última sexta-feira (18), com professores que desenvolvem as ações do projeto. Em março próximo, o titular da Susipe visitará o Centro, para ver de perto as necessidades e agilizar o aprimoramento do trabalho, realizado desde 2008.

Os beneficiados são divididos em duas turmas de 15 alunos, que funcionam em dois turnos. Além do aprendizado de disciplinas como Português e Geografia, eles também participam de ações de humanização, aulas de artesanato e educação religiosa. Segundo os professores, o rendimento dos alunos é próximo de 100%.

Respeito

A professora Socorro Abreu afirmou que “não há nenhum lugar onde o professor seja mais respeitado do que no cárcere”. Ela contou que eles agradecem a oportunidade de estudar oferecida pelo projeto.

O “Palavras do cárcere para a liberdade” começou com o apoio da Pastoral Carcerária e atualmente conta com a parceria da Secretaria do Estado de Educação (Seduc) e Universidade do Estado do Pará (Uepa).

Os detentos estão participando da segunda etapa (terceira e quarta séries), que envolve sete professores durante quatro dias por semana. Os educadores informaram que nas aulas muitos alunos descobrem habilidades, que os estimulam a buscar um futuro melhor fora das prisões.

Para a major Ivone Mendes, coordenadora do Núcleo de Supervisão e Reinserção Social (NSRS), da Susipe, a educação tem o poder de transformar vidas. Ao final da reunião, ela acompanhou os professores Dayanny Pinheiro, Socorro Abreu, Delson Mourão e José Chaves, participantes do projeto, em uma visita ao Núcleo e à Divisão de Educação Prisional (DEP).

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
marcia

Eu,acho ótimo os detentos terem a chance de estudarem.Ate porque muitos não tiveram esta oportunidade aqui fora só espero que todos aproveitem e quem sabe quando sairem tenham a oportunidade de um bom recomeço.
Eu só gostaria de saber porque esta oportunidade não é dada à todas as alas inclusive as de ladroes e assaltantes para terem este direito eles tem que mudarem para outras alas.
Obrigada pela atenção.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias