- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 06 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Funcionários protestam contra suposta privatização do Hospital Regional de Tucuruí

Mais Lidas

Uma possível terceirização geral no Hospital Regional de Tucuruí, sudeste paraense, deixou os funcionários revoltados. De acordo com uma comissão formada pelos trabalhadores do hospital, a má administração teria deixado as portas abertas para a privatização.

Em protesto contra a terceirização, a comissão prometeu realizar um manifesto, na manhã desta terça-feira (20), em frente à Promotoria Pública de Tucuruí, para alertar a população tucuruiense dos problemas que poderão ocorrer com a privatização do Hospital Regional. ‘Vamos tentar conscientizar o povo que com esse tipo de mudança no hospital, as portas, que antes eram abertas para a população, ficará fechada’, explica a coordenadora do protesto, Lurdes Ribeiro.

O mais agravante, segundo Lurdes, é a demissão em massa dos funcionários concursados e contratados do Hospital. ‘Não sabemos o que irá acontecer conosco depois que ocorrer essa privatização. Além disso, ainda tem os concursados que não foram chamados, o que acontecerá com a vaga deles?’, questiona a funcionária.

De acordo com os manifestantes, a proposta de terceirizar o hospital veio após várias denúncias dos concursados não chamados ao Ministério Público Estadual, que foram atendidas pela promotora da comarca em Tucuruí, Priscila Araújo Costa. Um ofício enviado pelo secretário de Saúde, Hélio Franco, ao MP, dizia que o problema do hospital era oriundo da má administração do hospital e que a situação não poderia mais ficar assim.

‘Nós tivemos acesso a esse documento, onde Hélio Franco diz que a administração está ruim e que a melhor forma de arrumar isso seria passando o hospital a uma organização social. Achamos que a administração está ruim, mas porque não há um pessoal responsável pela parte técnica, são apenas contatos políticos que não sabem como comandar um hospital’, denuncia Lurdes.

A promotora responsável pelo caso está de férias. Por conta disso, os funcionários têm uma reunião marcada com o promotor Isaac Sacramenta, para determinar quais serão as medidas tomadas em relação aos problemas enfrentados pelos servidores. ‘Hoje vamos entregar uma ação ao Ministério Público contra o Estado e tentar evitar essa privatização’, disse Lurdes.

Outro lado

Através da assessoria de comunicação, a Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública) informou que a privatização do Hospital Regional ainda é apenas especulação. Não há nada de concreto sobre a mudança. A secretaria informou também que a administração do hospital está diretamente ligada à Sespa.

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
João Alberto

O psdb só sabe mesmo é privatizar, dar de presente, conseder as entidades publicas.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias