- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 24 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Garimpeiros inadimplentes ainda tem chance de retornar

Mais Lidas

Diretores da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada – Coomigasp estiveram em visita ao jornal de Marabá CORREIO DO TOCANTINS. Na oportunidade eles reforçaram notícia já veiculada dando conta de que, por um erro de redação na Portaria 05/2011, publicada no Diário Oficial do Estado, foi veiculada a informação de que 40 mil garimpeiros seriam desligados da entidade, porque estariam devendo mensalidades.

De acordo com o diretor Jurídico da cooperativa, Jairo Leite, o quadro social está passando uma revisão e até o momento já foi constatado que cerca de 26.500 cooperados estão em dia com suas obrigações.

Entretanto, ainda segundo Leite, os inadimplentes têm até o dia 15 de março para se regularizarem e isso já está acontecendo. “Cremos que, ao fim do prazo concedido para a regularização, cerca de 38.500 garimpeiros estarão com a situação regular diante da Coomigasp”, afirma ele.

Indagado sobre se haverá casos de anistia da dívida, Jairo Leite afirmou que aqueles cooperados que estiverem doentes ou absolutamente impedidos financeiramente de quitar as mensalidades atrasadas terão a dívida perdoada. Porém, para isso, terão de comparecer às delegacias da entidade e expor a situação.

O diretor jurídico da Coomigasp calcula que cerca de 6 mil garimpeiros ficarão desligados da cooperativa ao final do prazo. “Mesmo assim, eles só serão desligados definitivamente caso essa medida seja aprovada pela assembléia-geral”, lembrou.

Serra Pelada

Jairo Leite, que estava acompanhado de outros diretores da cooperativa e falou em nome do grupo, esclareceu que atualmente a Coomigasp é a entidade oficial que representa os garimpeiros que trabalharam em Serra Pelada na década de 1980.

“Hoje a Cooperativa é quem detém, com exclusividade, o direito de explorar a lavra de 100 hectares em que está localizada a cava em que funcionou o maior garimpo a céu aberto de mundo”, garantiu Jairo, mostrando documentos emitidos pelo Ministério das Minas e Energia (MME) que comprovam o que diz.

Segundo ele, a Coomigasp também detém a posse de outros 823 hectares em Serra Pelada, totalizando quase mil hectares. “Desses, apenas 100 hectares estão sendo explorados pela mineradora canadense Colossus”, explicou Jairo Leite.

Acerca de outras cooperativas de garimpeiros que hoje estão instaladas em Serra Pelada, ele afirmou que reconhece a legitimidade destas, pois todas têm Permissão de Lavra Garimpeira (PLG), “mas a atuação delas se dá em áreas distintas, não na área sob a responsabilidade da Coomigasp”.

“Então, torno a dizer: legalmente, a única representante dos antigos garimpeiros que trabalharam em Serra Pelada, no auge da exploração do ouro, ou seus beneficiários, é a Coomigasp. Temos documentos que provam o que estamos dizendo. Nossa diretoria foi escolhida em eleição legítima”, afirmou Jairo, anunciando que no próximo dia 9 de março, a Coomigasp realiza uma pré-assembleia em Marabá, onde reunirá também garimpeiros de São Domingos do Araguaia, Xinguara e Novo Repartimento.

Jairo Leite veio ao Jornal acompanhado dos diretores: Antônio Ferreira Milhomem (secretário-geral), Pedro Gomes, ex-vereador de Araguatins (presidente do Conselho Fiscal), Marco Antônio Rodrigues Prado (diretor Comercial), Neuton Paulino (delegado regional em Marabá), Adauto Gomes (delegado regional em São Domingos do Araguaia), José Ribamar Lima (delegado regional em Novo Repartimento), Antônio Benigno (delegado regional em Xinguara), Vitor Albarado (delegado regional em Belém) e do advogado Adebral Favacho Júnior, que faz parte do corpo jurídico da Coomigasp. (Da Redação)

- Publicidade -spot_img

3 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
vera

Estamos cheio de tantas assembléias!!! vejo meu pai,já não pode mais trabalhar,não tem saúde,sempre à espera de uma resolução que possa lhe dar um pouco de tranquilidade…já que tudo que ele tinha investiu neste sonho louco “serra pelada”…temo que ele morra e veja o desfecho desta “estória” de garimpeiro…

Randerson

Minha familia pensa o mesmo do primeiro comentario , meu pai hj nao esta aponsentado por esas enrolacoes ….perdeu tempo e esta mas de 16 anos na espera de alguma respostas ….

sandram.fiel@hotmail.com

Gostaria de ter mais informações sobre sete assunto,pois meu avó faleceu aí numa viagem que ele tinha feito para pagar o sindicato.nos moramos no parana de ano em ano ele ia para aí pagar numa dessas viagem ele faleu, então não sabemos como esta esta situação;só sei que ele esta mexendo com isso a mais de 30 anos se alguem puder nos ajudar me passe uma mensagem desde já obrigada.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias