Connect with us

Pará

PARÁ: Governadora entrega rodovia que liga Paragominas ao rio Capim

Publicado

em

A governadora Ana Júlia Carepa entregou a pavimentação da rodovia PA-256, no trecho de 41 km que liga a BR-010 (Belém-Brasília), no município de Paragominas, até a margem direita do Rio Capim. O trecho do rio Capim até a PA-150, num total de 174 km, ainda está sem asfalto, mas foi totalmente recuperado. As obras estão sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Transportes (Setran).

A governadora lamentou, durante a entrega da estrada, que a população do Pará esteja sendo penalizada com a decisão da maioria dos deputados estaduais de não autorizar a contratação de uma linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para compensar as perdas financeiras impostas pela crise econômica. Ela informou que seu governo tem buscado outras alternativas para garantir a manutenção das obras iniciadas, e que estão prejudicadas por causa dessa posição da Alepa. “Nunca, em nenhum governo do Pará, a Assembleia Legislativa teve esse comportamento. Eles se esquecem que esse dinheiro é do povo”, reiterou Ana Júlia Carepa.

Ela anunciou que conseguiu recursos com o Ministério da Educação para recuperar todas as escolas estaduais que estão deterioradas em Paragominas, e garantiu que as obras começarão ainda neste semestre. A governadora assegurou também a retomada das obras do Instituto de Medicina Legal (IML), informando que parte dos recursos do convênio firmado com o Ministério da Justiça, no valor de R$ 1 milhão, para reestruturar o Corpo de Bombeiros Militar, será destinado a Paragominas para aquisição de equipamentos. Paragominas terá ainda dois infocentros, que garantirão acesso à internet à população mais carente.

A governadora foi recebida pelo vice-prefeito de Paragominas, Paulo Tocantins, que a acompanhou em toda a agenda de trabalho no município. Da comitiva participaram os secretários de Estado de Agricultura, Cássio Pereira; de Meio Ambiente, Aníbal Picanço, e de Integração Regional, André Farias, além do deputado estadual Airton Faleiro, líder do governo na Assembleia Legislativa; do presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Williamson de Sousa Lima, e dos prefeitos de Ipixuna do Pará, Evaldo Cunha, e Lourival Fernandes de Lima, de Santa Luzia do Pará. Na ocasião, Evaldo Cunha disse que Ana Júlia Carepa conduz o governo do Pará “com o olhar voltado para o povo”.

Saúde

A Região de Integração Rio Capim, anunciou a governadora, terá um hospital de urgência e emergência em Ipixuna do Pará, cujas obras já foram iniciadas, e Paragominas será beneficiado com mais 500 unidades habitacionais, além das mil habitações contempladas pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

Ana Júlia Carepa participou da abertura das plenárias do programa Territórios da Cidadania e do Planejamento Territorial Participativo (PTP), ocasião em que reiterou aos conselheiros que sejam os fiscais do povo em todas as políticas públicas de seu governo. “Vocês são meus olhos e devem dialogar com a população, especialmente com aqueles que não querem enxergar o que nosso governo está fazendo”, frisou.

A governadora entregou duas motocicletas para a Emater, resultado de um convênio entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Caixa Econômica Federal (CEF). Os veículos apoiarão o projeto de fruticultura, atendendo ainda aos escritórios de Dom Eliseu e Ulianópolis. De acordo com o presidente da empresa, Williamson de Sousa Lima, as motocicletas serão destinadas aos projetos de produção de goiaba dos dois municípios, principais polos dessa cultura no Estado.

Fábrica

Embora não constasse de sua agenda em Paragominas, Ana Júlia Carepa visitou a fábrica de MDF (Fibra de Média Densidade) da empresa Florpac, pertencente ao grupo Rio Concren, que está em fase de montagem e deverá entrar em operação em junho próximo. Ela foi recebida pelos sócios-diretores da empresa, Vitório Sufredini Neto e Adriano D’Agnoluzzo, que mostraram parte da estrutura fabril e uma área reflorestada.

A Florpac será a primeira fábrica de MDF do Norte, Nordeste e Centro-Oeste e atenderá aos mercados dessa região, praticando um preço 25% menor que o MDF oriundo de outros Estados. Construída em uma área de 200 mil m2, a fábrica tem capacidade instalada para produzir 90 mil m³ de madeira processada/ano.

Hoje, a empresa emprega 300 pessoas, mas quando entrar em operação vai gerar 700 empregos diretos. Toda a madeira utilizada no projeto é reflorestada e certificada. A empresa possui uma área de 30 milhões de hectares, com 19 milhões de mudas. D’Agnoluzzo disse que em 38 anos de existência do grupo nunca havia recebido um apoio tão grande como o que o atual governo do Pará está dando ao empreendimento.

A governadora disse que além da isenção concedida à empresa para a importação do maquinário, o governo aprovará no próximo dia 30 a concessão de incentivos fiscais, para que possam investir em novos projetos e gerar mais empregos. “Esse investimento vai viabilizar o polo moveleiro de Paragominas, inaugurado em 2007”, reiterou.

Para fortalecer ainda mais o polo moveleiro, Ana Júlia Carepa assegurou que a Universidade do Estado do Pará (Uepa) oferecerá no próximo vestibular o curso de Design Industrial, a fim de atender a demanda da região. E acrescentou que o governo garantiu 500 Bolsas Trabalho, visando preparar o jovem para esse novo mercado. “Isso é criar condição para ter desenvolvimento”, garantiu ela. (Ivonete Motta)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Bairros Tropical e Jardim Ipiranga recebem mutirão de limpeza

Publicado

em

Dando continuidade ao mutirão de limpeza realizado na cidade, as equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semurb) estão nesta semana nos bairros Tropical I, II e Jardim Ipiranga. 

Antes de iniciar o mutirão nesses locais, a equipe de educação ambiental juntamente com os fiscais de urbanismo desenvolveram uma ação educativa de porta em porta para comunicar aos moradores sobre o mutirão e também falar a respeito do acondicionamento correto do lixo e ainda sobre limpeza dos lotes.


De acordo com o coordenador de educação urbana da Semurb, Daniel Barros, a ação tem a proposta de intensificar a limpeza geral na cidade, com a colaboração dos moradores. “Estamos nos bairros tropical I e II e Ipiranga. Uma semana antes de iniciar os serviços percorremos os bairros avisando nas residências e também colocamos carro som nas ruas sobre ação”, explicou o coordenador. 

“Também conversamos sobre o lixo domiciliar, pois algumas pessoas ainda colocam pra fora nos dias e horários inadequados, por isso pedimos a colaboração dos moradores para que façam o acondicionamento nos dias e horários corretos. E ainda falamos sobre a limpeza dos lotes”, concluiu Daniel.  

Além da retirada de entulhos e galhadas, as ruas recebem capina e roçagem. O mutirão segue em outros locais do município, conforme cronograma que será divulgado pelo Semurb. (Liliane Diniz / Foto: Oril Lima)

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Km7 e Transmangueira recebem serviço de tapa-buraco

Publicado

em

Na manhã desta terça-feira (4), as equipes estavam divididas na Nova Marabá, nas proximidades da UBS Mariana Moraes e no KM 7. Quatro ruas do bairro receberam recuperação da camada de asfalto e também recuperação das sarjetas, melhorando o escoamento da água pluvial.

Do km 7, a equipe seguiu para a Transmangueira, área de divisão entre a Velha Marabá e Nova Marabá. Na programação desta semana, há ainda os bairros de Belo Horizonte e São Félix.

Manoel Penha, responsável pela equipe Tapa-Buraco da Sevop, diz que os serviços seguem uma programação semanal que visa atender todos os bairros.

“Com o serviço melhora o tráfego e vamos fazendo de acordo com a demanda. É uma questão de segurança e agora com o verão vamos aumentando os serviços”, disse Manoel Penha.

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Novo Decreto aumenta flexibilização

Publicado

em

O Decreto Municipal n° 195, que entrará em vigor amanhã, dia 6, flexibiliza abertura de bares, comércio de rua, atividades físicas, aulas de danças ao ar livre, a serem realizadas em espaço público, como também das arenas de futebol, academias de ginásticas e escolinhas de todas as modalidades esportivas. Entretanto, as fiscalizações continuam intensas quanto às restrições de limite de público e respeito aos protocolos sanitários estabelecidos pela Divisão de Vigilância Sanitária do município. Essa abertura só ocorreu após a apresentação de um plano de trabalho de protocolos de prevenção e precaução à Covid-19 apresentado pelos donos de bares.

De acordo com o decreto, o funcionamento do comércio de rua deve obedecer o horário de 8 às 18 h, de segunda à sábado. No caso das arenas de futebol, academias de ginásticas e escolinhas de todas as modalidades esportivas ficam restringidas a funcionarem até 22 horas, respeitando o limite de público de 30% da capacidade total. As competições amadoras e amistosos estão proibidos, bem como a presença de torcidas nesses espaços.

 “Assim como as academias e depois as escolinhas de futebol, dessa vez conseguimos incluir as arenas de futebol neste novo decreto. Sempre com muito respeito e cuidado com a saúde pública e cobrando todos os protocolos sanitários. Mais um passo em direção à normalidade”, destaca o secretário municipal de esporte e lazer, Thiago Miranda.

Os cinemas ficam autorizados a funcionar com 30% (trinta por cento) da capacidade total, respeitado o protocolo sanitário estabelecido pela Vigilância Sanitária do Município de Marabá. Desta feita, os bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e congêneres ficam limitados a funcionar com 30%(trinta por cento) de sua capacidade total, com horário de funcionamento até o limite de 23 (vinte e três) horas, sob pena de cassação de Alvará de Funcionamento, respeitado o devido processo legal. 

Apesar da flexibilização, a Divisão de Vigilância Sanitária de Marabá (Divisa) seguirá com as ações de fiscalização com equipes, em cada núcleo realizando rondas nesses estabelecimentos que já constam nos dados do órgão.

“Nós fazemos fiscalizações que já resultaram, inclusive, em interdições de alguns espaços. Com o novo decreto, nosso monitoramento continua sempre buscando cumprir com as determinações sanitárias e de capacidade máxima desses locais”, ressalta Daniel Soares, coordenador da DIVISA. O decreto municipal n°195 entra em vigor a partir desta quinta-feira, 6 de maio.

O leitor acompanha em anexo o conteúdo completo do decreto, clicando AQUI

(Emilly Coelho e Ronaldo Palheta)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze