Connect with us

Pará

PARÁ: Grupo Rede Celtins pode ser alvo de CPI no Congresso

Publicado

em

O deputado Wladimir Costa (PMDB-PA) protagonizou um intenso debate, no plenário da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as tarifas de energia elétrica, em torno das deliberações dos requerimentos para investigar suspeitas de irregularidades no Setor Elétrico. A exaltação de ânimo se deu em virtude do pedido de inversão de pauta para votação do requerimento de autoria do deputado Alexandre Santos (PMDB-RJ), que solicitava a convocação da presidente do Grupo Rede, Carmem Campos Pereira, para prestar esclarecimentos sobre as denúncias de irregularidades na substituição dos medidores e de cobrança indevida de consumo de energia elétrica da Empresa Energética de Mato Grosso do Sul (Enersul). O Grupo Rede também tua no Tocantis, operando a Celtins que recebe uma enxurrada de reclamações parecidas.

O deputado paraense questionou a origem das denúncias, uma vez que estranhou o interesse do deputado fluminense em investigar uma empresa de outro Estado. Contrário a convocação da presidente, Wladimir Costa destacou o avanço das Centrais Elétricas do Pará (Celpa) após a compra dela pelo Grupo Rede. ‘Sou membro titular da CPI e representante da região de atuação da empresa. Posso subsidiar o deputado com informações sobre a idoneidade desse grupo que conseguiu saltar de setecentos mil, para quase um milhão e seiscentos mil o número de pessoas com energia elétrica no Pará. Ainda assim reduziu a tarifa tornando a energia elétrica do Estado uma das mais baixas do Brasil’, defendeu Costa. Mas o deputado não deve visitar o Tocantins para saber como o grupo opera aqui.

A reclamação também provocou a manifestação dos deputados Arnaldo Jardim (PPS-SP) e Cláudio Cajado (DEM-BA) que levantaram a questão da obstrução dos partidos de oposição em virtude do pedido de urgência do governo para os itens do pré-sal, para tentar retirar o requerimento da sessão plenária da CPI. Entretanto, por placar apertado ele foi aprovado. ‘Fui voto vencido, mas não vou abrir mão de falar das coisas boas que a Celpa está fazendo no Estado do Pará. Não há nada no sentido de evitar que eles (Grupo Rede) não prestem esclarecimentos sobre denuncias, mas tem que haver consciência do lado bom que essa empresa tem oferecido a população paraense, tocantinense e, agora, a do Mato Grosso do Sul, cuja administração do grupo está, apenas, há oito meses’, afirmou Wladimir. O deputado deve estar visitando pouco o Tocantins.

Alexandre Santos se comprometeu a apresentar ao deputado do Pará, em uma semana, as origens das denúncias que, conforme ele, partiram da Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul. ‘Estou ainda aguardando uma resposta, mas temos que ver o outro lado. Vai ser importante porque a população de Mato Grosso do Sul vai saber quais são os projetos que o grupo tem para eles, quais as intenções e, sobretudo, como o grupo recebeu essa empresa’, destacou o deputado paraense.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Policial atacado por homem surtado no Pará acaba morrendo

Publicado

em

Morreu nesta segunda-feira (18) o cabo da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) Elder Vilhena. Ele estava internado há 7 dias depois de ser agredido com uma barra de ferro na cabeça durante uma intervenção policial no bairro do Tenoné, em Belém.

O agressor era Luiz Carlos Rodrigues, de 43 anos, que possuía transtornos mentais. O homem foi morto pela polícia logo em seguida a agressão.

Segundo a PM, a equipe atendeu ao chamado da população para conter o homem que ameaçava as pessoas durante um surto. Vídeos gravados por celular mostram o momento em que policiais militares das Rotam cercaram o homem e efetuaram vários disparos. Os tiros eram de bala de borracha.

Após os disparos, Luiz, armado com uma barra de ferro, perseguiu um dos PMs. O agente caiu no chão e o morador transtornado agride o policial com golpes na cabeça. Um outro policial revida e atira contra o morador, que morreu no local.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup) informou que se solidariza com a família do cabo e os demais militares da corporação.

Continue lendo

Pará

Vacinação da Covid-19 começa nesta terça, 19, no Pará

Publicado

em

O governo do Estado anuncia que a vacinação contra a Covid-19 no Pará terá início nesta terçaa-feira (19), em Belém, e as doses serão distribuídas aos demais municípios paraenses para que iniciem a vacinação. Para a Região Norte, foram destinadas 296 mil doses. O Pará recebe 173.240 mil no primeiro lote.

“Hoje é um dia muito especial, que representa a renovação da esperança dos brasileiros e a salvação de muitas vidas. O povo tem pressa. Trabalhamos para que, rapidamente, consigamos imunizar o maior número de paraenses, para que possamos construir um novo momento na vida de todos nós”, destaca o governador do estado do Pará, Helder Barbalho.

O primeiro lote será direcionado aos profissionais da saúde que atuam na linha da frente, indígenas aldeados e idosos institucionalizados, que compõem o grupo prioritário da primeira fase da campanha. 

O governador Helder Barbalho participou de reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores de outros estados, na manhã desta segunda-feira (18), para dar início à distribuição das doses de vacinas. O chefe do Executivo Estadual esteve no Centro de Distribuição de Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e acompanhou o envio do primeiro lote encaminhado ao Pará.

“Precisamos reforçar juntos aos brasileiros de que se vacinar representa salvar a sua vida e a vida dos outros. Pessoas perderam vidas, perderam familiares e passaram a viver uma situação dramática desde o início da pandemia. O dia de hoje representa virar essa página, renovar as nossas esperanças”, reforça Helder Barbalho.

O planejamento de vacinação do Governo do Pará conta com o apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Segup), para garantir eficiência na logística e segurança da distribuição. 

COLETIVA

Nesta terça-feira (19), às 7h, o governador concederá coletiva de imprensa no salão Marajó, no Hangar Centro de Convenções.

AUTORIZAÇÃO

No domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, por unanimidade, o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19 no país. A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a doença no Brasil.

Continue lendo

Pará

Leitos de UTIs para Covid-19 são ampliados no Pará

Publicado

em

O Pará está ampliando leitos de UTIs em todas as regiões, especialmente no Baixo Amazonas e Tapajós (no oeste e sudoeste do território paraense) a partir deste sábado (16).

Em Itaituba, hoje com 30 leitos de UTI e 54 clínicos, estarão disponíveis 60 leitos de UTI e 24 clínicos; Santarém passará de 16 leitos para 20 leitos de UTI, e cinco leitos clínicos exclusivos no Hospital Regional do Baixo Amazonas, enquanto Juruti terá mais 10 leitos de UTI e cinco leitos clínicos.

O governador Helder Barbalho (MBD), fez um alerta aos prefeitos que administram hospitais municipais. “Acompanhem de perto, façam um planejamento em relação ao oxigênio. Estamos vendo o drama que está em Manaus (AM). Não esperem para correr o risco de colapso e sermos surpreendidos”, enfatizou.

Continue lendo
publicidade Bronze