- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 18 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Juiz de Tucumã manda prender 9 invasores de terras

Mais Lidas

O Juiz da Comarca de Tucumã, Edivaldo Saldanha Souza, decretou, na manhã desta segunda-feira, 21, a prisão preventiva de nove pessoas acusadas de invadirem terras com o objetivo de extorquirem dinheiro dos proprietários. Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), os invasores se faziam passar por integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST).

As investigações do MP constataram que o grupo era liderado por Antônio Jorge Nogueira dos Anjos, conhecido por “Jorjão”, que já estaria praticando o golpe há oito anos, com o movimento que ele mesmo criou e intitulou de “Reforma Agrária Já”. A última investida dos invasores ocorreu na fazenda São Judas, de propriedade Waldoir Arpini, no município de Tucumã. Para intimidar o proprietário, o grupo teria montado barracas em frente à propriedade, além de terem rodeado a fazenda à noite munidos de arma de fogo.

Tendo em vista as evidências do crime, o juiz decretou a prisão de Antonio da Silva, Dimas Gonçalves Vilela, Teófilo Gomes Santiago, Erivan de Farias, Edielson Santos, Hermes Coelho da Fonseca, Valteide Pereira de Souza, Antonio Jorge Nogueira dos Anjos e Dorivan Barbosa da Silva. Em sua sentença, o magistrado destacou o risco social de mantê-los solto. “Os diversos atos e ameaças à vítima, por si só, demonstram o ânimo dos representados. Considero que as condutas dos representados tem sim real objetivo que é trazer pânico à zona rural, promovendo o medo aos produtores, bem como às famílias que vivem da produção agropastoril”.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias