Connect with us

Pará

PARÁ: Mãe adolescente “esquece” filhas e vai para balada

Publicado

em

Moradores de uma pequena vila localizada na travessa Barão do Triunfo, entre a avenida Pedro Álvares Cabral e o canal São Joaquim, no bairro do Barreiro, em Belém, estavam revoltados com uma adolescente de 17 anos. As reclamações e as denúncias para o Centro Integrado de Operações (Ciop) eram porque a garota costumava sair de casa e deixar suas duas filhas, uma de 3 anos e a outra de 10 meses de vida, sozinhas em um cômodo no andar superior de uma casa.

Os policiais militares da 1ª ZPol, à frente o tenente Jandyr e o cabo Amorim, foram até o local após receber um chamado de policiais de uma unidade móvel da PM que fica em frente à passagem Santa Rosa, dando conta de que várias pessoas haviam procurado aquela unidade para informar que duas crianças estavam chorando muito dentro da residência e que tomaram a iniciativa de procurar a polícia porque não encontraram a mãe delas.

Enquanto os policiais estavam colhendo informações da ocorrência, uma garota de camisa vermelha e short jeans passa em frente ao trailler da Polícia Militar acompanhada de uma outra menina aparentando ser mais nova ainda. Elas riam e conversavam sobre a festa que havia acontecido em um local próximo à residência delas.

O tenente Jandyr foi até o local e chegou ao mesmo tempo que as duas adolescentes estavam entrando na casa denunciada. “Algum problema?”, pergunta a adolescente ao policial. “Recebemos a informação de que nesta casa há duas crianças chorando e que a mãe não está presente”, responde o tenente Jandyr. “Isso não é verdade. Esse pessoal não tem o que fazer e fica inventando histórias”, retruca a adolescente, que logo confirma ser a mãe das crianças.

O tenente Jandyr pede para entrar na casa, a adolescente chega a negar, mas em seguida cede ao pedido do militar, que, ao entrar no local, encontrou a menina de 3 anos dormindo e a de 10 meses chorando. “Vimos que realmente não havia ninguém dentro da casa e que as meninas estavam sozinhas. Isso é um perigo muito grande”, conta o tenente Jandyr, ao relembrar da tragédia ocorrida no mês passado em que uma mãe deixou seus três filhos para ir a uma festa e a casa acabou pegando fogo, matando as crianças, no bairro do Aurá, município de Ananindeua. A casa de apenas um cômodo onde a adolescente mora com as crianças fica no quintal de uma vila de moradias de madeira.

“Iremos levá-las até o Conselho Tutelar para que seja feito o procedimento por abandono de incapaz”, informa o tenente Jandyr. A adolescente chegou a chorar e negar que tinha deixado as crianças sozinhas, mesmo sabendo que os policiais militares viram o momento em que a adolescente chegava em casa.

A adolescente, que não quis informar quem é o pai das crianças, e suas filhas foram levadas até o Conselho Tutelar da Sacramenta, onde foram tomadas as devidas providências sobre o caso. “A gente pede para que as mães tenham mais cuidado com os seus filhos e, caso haja mãe que maltrate seus filhos ou abandone em casa, que denunciem para a polícia, para que seja resolvido o problema antes que mais tragédias aconteçam”, avisa o tenente Jandyr.

Outra vez

Caso semelhante a este aconteceu no início do mês passado, quando outra adolescente de 17 anos saiu para uma festa e deixou em casa seus três filhos sozinhos. A denúncia partiu de moradores da WE-69, na Cidade Nova 7, em Ananindeua, que acordaram por volta das 3h com o choro de uma das crianças. Os policiais da 3ª ZPol e o Ciepas da PM foram acionados e chegaram ao local antes que alguém da família aparecesse. Alguns vizinhos já estavam em frente à casa da adolescente com uma das crianças no colo, após terem arrombado a porta para socorrê-las.

Poucos minutos depois, a avó das crianças de 1, 4 e 7 anos chega à casa da filha e encontra o tumulto. Ela chegou a confirmar ao repórter do programa Rota Cidadã 190 que sua filha havia saído para uma festa com os amigos e que deixou seus filhos em casa na companhia da avó, que também saiu para fazer um lanche e, quando retornou para casa, encontrou a polícia e os vizinhos revoltados com a situação. A adolescente não foi encontrada e a avó foi conduzida junto com as crianças para a Seccional da Cidade Nova e, em seguida, ao Conselho Tutelar de Ananindeua. (Diário do Pará)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

REDENÇÃO: Operação Seguro Fake apura fraudes em benefícios do seguro desemprego

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã de terça, 1, a Operação Seguro Fake II, que visa apurar esquema de fraudes ao seguro desemprego, e outros benefícios sociais, no Pará.

Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Belém, a maioria deles relacionados a alvos localizados na cidade de Redenção/PA, sendo um dos  mandados cumprido em Palmas/TO. A Justiça determinou também a indisponibilidade de bens de quatro alvos, para fins de ressarcimento dos prejuízos causados à Fazenda Pública, que comprovadamente já ultrapassam o valor um milhão de reais.

Os crimes investigados são o estelionato previdenciário (art.171, parágrafo 3, do Código Penal), inserção de dados falsos em sistema de informação (art.313-A do Código Penal) e organização criminosa (art.2, caput, da Lei n° 12850/2013).

Continue lendo

Pará

DOM ELISEU: Mais de 106 mil latas de cerveja

Publicado

em

Equipe de fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) apreendeu, na madrugada deste domingo (29), 106.656 latas de cerveja, na unidade de Coordenação de Mercadorias em Trânsito do Itinga, no município de Dom Eliseu, na região de Carajás, no estado do Pará, na divisa com o Maranhão.

A carga foi localizada em um caminhão oriundo do Centro-Oeste do Brasil com destino ao município de São Sebastião da Boa Vista, no Arquipélago do Marajó. O transportador apresentou nota fiscal incompatível com a mercadoria. A equipe de fiscalização vistoriou a carga e encontrou as latas da bebida, com valor estimado em R$ 255 mil.

O imposto e a multa totalizaram R$ 85.741,30. Com esta apreensão, a unidade de controle de mercadoria em trânsito do Itinga somou 300 toneladas de bebidas apreendidas em um ano, por

Continue lendo

Pará

Concurso da PM do Pará abre inscrição. São 2.405 vagas

Publicado

em

O Governo do Pará abriu nesta segunda-feira (30) as inscrições para o concurso da Polícia Militar. São 2.405 vagas, sendo 2.310 para praças e 95 para oficiais, com salário chegando até R$ 4.256,58.

As inscrições vão até o dia 10 de dezembro e as provas discursiva e objetiva acontecem no dia 28 de fevereiro de 2021. Para quem for concorrer para praças, o valor da inscrição é de R$ 76, e para oficiais o valor é de R$ 88. O certame é organizado pelo Instituto Ades. Veja o edital AQUI.

Continue lendo
publicidade Bronze