- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 06 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Memorial lembra casal de ambientalistas assassinado

Mais Lidas

Familiares do casal de ambientalistas assassinado no assentamento Praialta Piranheira no dia 24 de Maio, em Nova Ipixuna, sudeste paraense, fizeram, na manhã de sábado (25), uma homenagem às duas vítimas da violência no campo no local onde o crime aconteceu. Um memorial em mármore foi colocado no local, onde foi escrito uma das frases que Jose Claudio havia dito em um congresso em Manaus. Na frase o extrativista comparava a luta dele com a da Irma Dorothy e de Chico Mendes.

Homens da força nacional acompanharam o ato, que contou com cerca de 50 pessoas entre familiares, moradores e representantes sociais. Enquanto estiveram presentes, amigos relembraram momentos da luta do casal que denunciava a extração de castanheira na região.

Os parentes estavam emocionados, entre eles a mãe de José Claudio e um dos filhos. A família pediu agilidade a justiça. O coordenador do CNS – conselho nacional das populações extrativistas aproveitou a ocasião para homenagear o colega e falou que vai pedir ao governo a presença mais freqüente da força nacional na área.

Até agora mais de um mês da morte do casal a policia ainda não divulgou nenhuma novidade no caso que segue em sigilo.

Caso

José Cláudio Ribeiro e sua esposa Maria do Espírito Santo da Silva, ambos com 54 anos, foram assassinados por volta de 8 horas da manhã do dia 24 de maio, em uma estrada vicinal de Nova Ipixuna, a 42km da sede do município, quando viajavam em uma motocicleta e foram surpreendidos por dois homens encapuzados que dispararam vários tiros contra o casal. (Portal ORM)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias