Connect with us

Pará

PARÁ: Mutirão fundiário realiza audiências de conciliação em Marabá

Publicado

em

As audiências de conciliação entre movimentos sociais e donos de fazendas começaram nesta segunda-feira, 7, como parte da programação do I Mutirão Fundiário, que acontece em Marabá, sudeste paraense. A ação, coordenada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), tem como objetivo reduzir os conflitos agrário do Brasil em mais de 10% ao ano.

A expectativa é agilizar o cumprimento dos mandados de reintegração de posse na região de forma pacífica. Os trabalhos de conciliação começaram por Marabá porque o município tem o maior número de casos de violência no campo. Hoje, as audiências tratam da desocupação de seis fazendas das regiões nordeste e sudeste paraense.

A primeira audiência tratou sobre a ocupação na fazenda Araguaia. A área está localizada no município de São João do Araguaia, no sudeste paraense. Cerca de 111 famílias, ligadas a Federação dos Trabalhadores da Agricultura, ocupam parte da fazenda desde 2004. A Justiça já cumpriu dois mandados de reintegração de posse no local, mas a propriedade foi ocupada novamente.

As ocupações nas fazendas Rainha, Mandaraí, Viscaya, Pioneira e Betânia também foram discutidas nas audiências. Na terça-feira, 8, será a vez da conciliação com as partes envolvidas nos conflitos das fazendas Aras Santo Elias, Brlataf, Maria Bonita, Fortaleza e Caroço do Olho.

O último dia de audiências, quarta-feira, 9, está reservado para as fazendas Cedro, Retiro Porto Rico, Couraça, São João e Retiro. Essas fazendas estão localizadas nos municípios de São João do Araguaia, Itupiranga, Dom Eliseu, Marabá, Bom Jesus do Tocantins, Eldorado dos Carajás e Breu Branco e envolvem cerca de 575 famílias. A expectativa é de que em, pelo menos, metade das audiências, haja sucesso e consiga se chegar a um consenso.

De acordo com o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), as famílias que deixarem as fazendas pacificamente serão levadas para uma área de 1.500 hectares. O Incra também vai criar quatro assentamentos com capacidade para 234 famílias. (Portal ORM)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Helder tem celular clonado e Toni Cunha dispara, “Será que fez bobagem pelo telefone…?”

Publicado

em

Esta semana o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse por meio de suas redes sociais, que mais uma vez, teve seu telefone clonado. “Boa noite, pessoal. Fui vítima de crime cibernético. Meu número de telefone foi clonado. Já fiz boletim de ocorrência e estou tomando as providências para resolver o problema”, escreveu.

Encabulado, com a quantidade de vezes que o governador já teve seu aparelho alvo de ataques cibernéticos, o deputado estadual, Toni Cunha (PTB), seu adversário, escreveu. “De novo!! Será que o governador está mal orientado por quem cuida de sua privacidade!!? Toda vez é isso!! Acho que é o governador que mais teve telefones “clonados” na história do Brasil. Vá ser clonado assim “lá na China”!!. Será que fez bobagem pelo telefone e quer dizer que não foi ele?”

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Morre aos 68 anos Faisal Salmen

Publicado

em

Faisal Salmen, médico e primeiro prefeito de Parauapebas, município da região de Carajás, Pará, morreu na noite desta sexta, 23.

Faisal vinha lutando contra as sequelas de um câncer.

Faisal Faris Mahmoud Salmen Hussain, tinha 68 anos e era paulista de Agudos. Foi eleito prefeito de Parauapebas, em novembro de 1988 e cumpriu o mandato de 1989 a 1992.


O atual prefeito de Parauapebas, Darci Lermen (MDB), comentou sobre a morte. “Obrigado Faisal Salmen, nosso primeiro prefeito, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. Nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. Parauapebas terá sempre muito orgulho desse cidadão parauapebense. A força de Faisal Salmen vem do seu exemplo e do seu caráter. leal à família, aos amigos, ao povo de Parauapebas, sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva”, disse o gestor.

O corpo de Faisal Salmen será velado na Câmara Municipal de Parauapebas a partir das 15 horas deste sábado e seu sepultamento está marcado para as 18 horas no Cemitério local.

A Prefeitura de Parauapebas decretou luto oficial de três dias.

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 24 e 25

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze