- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 17 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Navegapará vai expandir rede em mais cinco municípios

Mais Lidas

Nesta segunda-feira (11), foi a vez do município de Castanhal, no nordeste do Pará, conhecer o projeto de expansão do Navegapará, denominado Novas Redes Metropolitanas (NRM). O município foi o quarto a receber a apresentação da Empresa de Processamento de Dados (Prodepa), após Santarém, Marabá e Altamira, mês passado.

Segundo o técnico de Suporte de Sistema e assessor da presidência da Prodepa, Ronaldo Conde, a expansão do programa de inclusão digital deverá acrescentar dez mil computadores conectados à rede. A conexão será de 1 Giga, que pode chegar a dez. Em Castanhal, o projeto foi apresentado aos representantes da comunidade de tecnologia de informação e comunicação.

Como explica o técnico, além dos quatro municípios, o projeto também será implantado em Novo Repartimento, no sudoeste do Estado, dentro do acordo com a Rede Nacional de Pesquisa (RNT), que a princípio é a responsável pelos recursos para a passagem da fibra ótica. Ela vai criar a rede que atenderá ao primeiro enfoque do projeto (instituições de ensino e pesquisa). Outras demandas foram incorporadas além do acordo executivo firmado com a RNT.

 “A Prodepa, em nome do governo do Estado, vai executar esse projeto. Vamos mais que apenas atender as instituições de ensino e pesquisa, que é o enfoque RNT. Queremos, a partir da parceria com os governos federal e municipal, ir além disso e chegar aos diversos setores de serviços sociais”, afirma Ronado.

Falta uma semana para que os órgãos e locais de serviço dos municípios de Santarém, Marabá, Altamira, Novo Repartimento e Castanhal, que ainda não integram o Navegapará, manifestem seu projeto à adesão ao serviço. Com a integração dos novos pontos de acesso nesses locais, serão 60 mil computadores conectados na rede. O prazo para adesão às Novas Redes Metropolitanas (NRM) vai até segunda-feira (18).

Segundo Ronaldo Conde, a partir do dia 18 começa a fase de elaboração do projeto técnico, para que ele seja submetido ao Ministério da Ciência e Tecnologia, que fará o aporte aos recursos ao projeto. “O objetivo é que, em 90 dias, já tenhamos o início da implantação, com a instalação das fibras óticas nos municípios”, acrescenta o técnico.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias