Connect with us

Pará

PARÁ: Novo diretor expõe metas para o Hospital Regional do Baixo Amazonas

Publicado

em

A instalação de mais três serviços de alta complexidade – cirurgia cardíaca, obstetrícia de alto risco e radioterapia – e a obtenção da Acreditação Hospitalar concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) estão entre as metas de Hebert Moreschi, novo diretor geral do Hospital Regional do Baixo Amazonas Dr. Waldemar Penna. Nesta quarta-feira (27), em uma entrevista coletiva em Santarém, Moreschi apresentou integrantes de sua equipe e anunciou os principais projetos e serviços que prentende implantar no hospital, onde são atendidos habitantes de quase todos os municípios do oeste do Pará.

Hebert Moreschi disse que trabalhará pelo fortalecimento da relação com os gestores e comunidades dos municípios do Baixo Amazonas, Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), corpo clínico do hospital, Central de Regulação Municipal e os Conselhos de Saúde. O diretor pretende ainda, em parceria com a Sespa e instituições de ensino, transformar o Hospital Regional em um polo de formação de profissionais da área de saúde.

Segundo o novo gestor, o Hospital Regional deverá atingir, no início do segundo semestre de 2010, seu pleno funcionamento, oferecendo todos os serviços de alta complexidade. Sobre o certificado de Acreditação Hospitalar, Moreschi explicou que “quando um hospital é Acreditado, significa que os seus serviços estão dentro de normas e padrões adequados à qualidade, segurança e humanização da assistência”.

Humanização

Hebert Moreschi também destacou que sua gestão será marcada pela humanização. “É impossível pensarmos em qualidade e segurança da assistência médico-hospitalar sem termos uma equipe treinada e comprometida com um atendimento humanizado. Já possuímos o nosso Grupo de Humanização, que realiza diversas atividades, e em 2010 seu trabalho será ampliado e fortalecido”, ressaltou.

Sobre as paralisações parciais do corpo clínico, a maioria ocorrida no último semestre de 2009, Moreschi comunicou que a Sespa está trabalhando para regularizar os repasses ao hospital, já tendo informado à Organização Social Pró-Saúde – responsável pelo gerenciamento do HRBA – que a partir de fevereiro a situação estará normalizada. Segundo ele, após a normalização não haverá motivos para novas paralisações.

A parceria do hospital com a Prefeitura de Santarém foi definida pelo diretor como fundamental. Ao visitar a prefeita Maria do Carmo Martins e a Câmara de Vereadores, ele colocou o Hospital Regional à disposição para estreitar as relações com as autoridades municipais. “O fortalecimento da parceria com a 9ª Regional da Sespa e a Central de Regulação Municipal é de vital importância para que possamos agilizar o acesso da comunidade aos serviços do Hospital Regional”, completou Hebert. Ele informou ainda que a 9ª Regional da Sespa e a Central de Regulação estão oferecendo profissionais para agilizar a marcação de cirurgias, internações, consultas e exames.

A coletiva foi encerrada com uma visita do diretor e dos jornalistas a várias dependências do hospital, como o Setor de Oncologia. Na Sala de Radioterapia foi mostrada a estrutura já instalada, obedecendo às normas regulamentadoras. “Com a ativação destes serviços de alta complexidade, o Hospital Regional atingirá seu pleno funcionamento, aumentando ainda mais sua abrangência na região e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de toda a população do oeste do Pará. Mas, para que o HRBA atinja seus objetivos, é necessário o comprometimento de toda nossa equipe, dos gestores públicos, dos médicos e de toda a comunidade”, enfatizou Hebert Moreschi.

Experiência

Nascido em Nova Venécia, no Espírito Santo, Hebert Moreschi tem 35 anos e é formado em Administração Hospitalar pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-graduado em Gestão Empresarial pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas. Desde 1995 atua em Assessoria e Gestão Hospitalar, tendo trabalhado em outros Estados.

Foi um dos ganhadores do Prêmio Johnson & Johnson de Administração Hospitalar em 2004 e obteve reconhecimento nacional e internacional pelo desenvolvimento de um projeto de prevenção e combate à malária, quando foi diretor do Hospital da Mineração Rio do Norte, em Porto Trombetas, município de Oriximiná. Seu último projeto foi em Angola, onde atuou como diretor geral na estruturação e implantação de um serviço hospitalar de alta complexidade.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Município e ANM assinam nesta quarta-feira Termo de Cooperação para regularização de mineradoras

Publicado

em

Buscando soluções que viabilizem empreendimentos minerários legalizados e sustentáveis, será assinado nesta quarta-feira, 13, o Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Parauapebas e a Agência Nacional de Mineração (ANM).

O evento será realizado no Hotel Vale dos Carajás, às 18h.

Em 22 de setembro a Prefeitura apresentou junto à ANM um documento com um plano de trabalho para indicar o interesse do município em firmar a parceria.


De acordo com o documento, o município coloca à disposição da ANM a equipe técnica da Secretaria Municipal de Mineração, Energia, Ciência e Tecnologia para contribuir com os processos de fiscalização da Contribuição Financeira por Exploração Mineral (Cfem) e de atividades de extração mineral, além de apoio em Processos Minerais.

“Segundo o cadastro da ANM, até dezembro de 2020, o município de Parauapebas registrava 761 Processos Minerais em todas as suas fases, desde requerimento até a autorização de lavra, representados por 197 pessoas físicas e jurídicas, com indicação de 29 substâncias minerais”, detalha o documento.

O município de Parauapebas tem longa experiência na fiscalização da Cfem, especialmente pelo trabalho desenvolvido desde 2007 em conjunto com o então Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), hoje ANM. Graças a essa sinergia, foram realizadas denúncias quanto à prática de preços externos da Vale S.A, que resultou no Processo de Cobrança nº 951.438/2009 e rendeu mais de meio bilhão de reais por meio da Execução Fiscal 0006181-37.2010.4.01.390.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Gilson Fernandes pode ser um dos nomes de Bolsonaro para federal

Publicado

em

O nome do líder dos pequenos mineradores, Gilson Fernandes, vem ganhando força no meio bolsonarista na região de Carajás, para disputar uma cadeira de deputado federal em 2022.

Gilson está a frente da Federação Brasileira da Mineração e da Cooperativa Brasileira da Mineração, e vem desde 2015 ganhando protagonismo nas pautas conservadoras e políticas alinhadas ao presidente Bolsonaro.

Gilson tem se mantido reservado quanto a possibilidade de aceitar disputar uma cadeira de deputado federal, mas vem sendo incentivado por correligionários do setor mineral e conservador da região de Carajás.

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Inscrições para a Corrida de São Félix de Valois iniciam dia 18

Publicado

em

As inscrições para a 11ª Corrida de São Félix de Valois começam no próximo dia 18 de outubro. O evento esportivo, que tem o apoio da Semel (Secretaria Municipal de Esporte) e da Paróquia do São Félix de Valois, é beneficente. Os interessados podem se dirigir até a Semel, localizada no Ginásio Poliesportivo “Renato Veloso”, a Folha 16, ou até a Academia Gol de Placa, na Folha 32, com um 1 pacote de fralda geriátrica ou 1 kg de leite de pó. Todos itens arrecadados serão doados para projetos sociais  indicados pela Paróquia e pela Prefeitura.  

Thyago Ferraz, coordenador da Semel, lembra que se trata de um evento de grande porte já inserido no calendário esportivo de Marabá. Cada participante receberá o kit do atleta com camisa, bolsa e squeeze (garrafa) antes da corrida. Para quem concluir a prova, que terá o percurso de 7 km, haverá premiação em medalha, como também premiação em dinheiro somente para os três primeiros vencedores da categoria masculina e feminina. Além disso, troféus para os três primeiros das categorias.

“Dessa forma, a Corrida do São Félix de Valois estará incentivando a prática de esporte de forma acessível, ao mesmo tempo que ajuda o próximo com as doações”, destaca Thyago Ferraz. A entrega do kit será no Partage Shopping, com data a definir. A largada e chegada será em frente a Paróquia São Félix de Valois, na Praça do Manduquinha, Marabá Pioneira. No final da prova, haverá também massagem desportiva e café da manhã para os participantes.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze