Connect with us

Pará

PARÁ: Novo mapa traz ampliação da área do Parque Estadual do Utinga

Publicado

em

O mapa da área territorial do Parque Estadual do Utinga (Peut), localizado entre os municípios de Belém e Ananindeua, na Região Metropolitana, foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (1º). O decreto oficializa os limites físicos do Parque e informa o aumento da área protegida de 1.248 hectares para 1.393,0088 ha. O Peut é a maior área de conservação da natureza com proteção integral na Região Metropolitana de Belém aberta à visitação e o único parque natural do Brasil localizado próximo à área urbana.

O aumento da área do Peut se deu pela observação da existência de áreas ambientais conservadas que estavam fora do território protegido. A incorporação dessas áreas aumenta a proteção das espécies. A necessidade de integração de novas áreas ao Parque se deu a partir do estudo para oficialização dos limites. “Além de uma nova dinâmica da área urbana, que proporcionará o prolongamento da Avenida João Paulo II, o novo limite do Parque nos permitirá uma maior gestão em torno da área protegida”, explica o diretor de Áreas Protegidas do Estado, Paulo Altieri.

O Parque do Utinga contempla as áreas de floresta de terra firme, várzea e igapós. No local existem mamíferos, répteis, anfíbios e insetos, além de uma grande variedade de aves e de espécies da flora. A área é gerenciada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). “Com a publicação do memorial descritivo, a população passa a ter a verdadeira visibilidade do Parque, já que até então esta era de conhecimento apenas da Sema. Com esse documento se tem a perfeita ideia de onde estão passando os limites do Parque do Utinga”, informa o diretor da Sema.

Atualmente, o Parque do Utinga tem várias funções: protege os mananciais da Região Metropolitana de Belém, responsáveis por 60% do abastecimento público da RMB; funciona como de área de pesquisa para faculdades e universidades, como laboratório natural de biodiversidade; sedia reuniões de governo; abriga um banco de sementes de espécies regionais, além de ser uma área de lazer para a população.

Preservação

Apenas na RMB existem três áreas de proteção ambiental. O Parque Estadual do Utinga (Peut), que entre suas principais funções está a conservação de mananciais; a Metrópole da Amazônia, que protege a fauna e flora da região, e a Área de Proteção Ambiental do Combu (APA Combu), na parte insular de Belém, a mais voltada para o extrativismo vegetal, como o cultivo de açaí e cacau. “Cada uma possui uma função principal, mas acabam tendo várias funções”, ressaltou Altieri.

No total, o Estado tem 27 áreas de proteção. “As maiores Áreas de Proteção Integral e as maiores Áreas de Uso Sustentável do mundo foram criadas na gestão do governador Simão Jatene”, informa o diretor. As maiores Áreas de Proteção Integral são as florestas do Paru, Trombetas e Faro, e as maiores Áreas de Uso Sustentável são a Maicuru e a Estação Ecológica Grão Pará, que juntas totalizam mais de 3 milhões de hectares.

O Parque do Utinga recebe todos os dias pessoas que praticam exercícios físicos e contemplam a natureza, além de grupos de visitantes, que marcam as visitas previamente. Outra atividade do Parque são as trilhas, com sete opções para receber os visitantes: a do Macaco, da Castanheira, da Jararaca, da Mariana, da Água Preta, da Acapu e do Bolonha. O servidor público Niclevan Araújo é um dos frequentadores, que procura o local para caminhar. “Gosto de vir aqui, pois posso caminhar em um local de ar puro, além de poder contemplar esse cenário maravilhoso”, diz ele.

Em 2010 passaram pelo Peut 37 mil pessoas. Este ano, até novembro já haviam passado mais de 55 mil visitantes. O gerente do Parque, Vitor Matos, informa que uma das propostas é dinamizar ainda mais a área ambiental, para que a “população usufrua ainda mais dessa área ambiental. Para isso, promovemos visitas programadas e estudamos novas atrações”.

Serviço

O Peut está localizado na Avenida João Paulo II. O horário de visitação, de segunda à sexta-feira, é das 8h ao meio dia. A Sema fornece, com visita marcada previamente, transporte de ida e volta, em ônibus com 40 lugares, para escolas públicas estaduais, municipais e comunidades carentes. Os grupos podem marcar as visitas, a partir de 15 pessoas, no próprio parque. Mais informações podem ser obtidas na gerência do Parque Estadual do Utinga, pelos telefones: (91) 3276-2778 e 3184-3613 e e-mail [email protected]

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Município e ANM assinam nesta quarta-feira Termo de Cooperação para regularização de mineradoras

Publicado

em

Buscando soluções que viabilizem empreendimentos minerários legalizados e sustentáveis, será assinado nesta quarta-feira, 13, o Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Parauapebas e a Agência Nacional de Mineração (ANM).

O evento será realizado no Hotel Vale dos Carajás, às 18h.

Em 22 de setembro a Prefeitura apresentou junto à ANM um documento com um plano de trabalho para indicar o interesse do município em firmar a parceria.


De acordo com o documento, o município coloca à disposição da ANM a equipe técnica da Secretaria Municipal de Mineração, Energia, Ciência e Tecnologia para contribuir com os processos de fiscalização da Contribuição Financeira por Exploração Mineral (Cfem) e de atividades de extração mineral, além de apoio em Processos Minerais.

“Segundo o cadastro da ANM, até dezembro de 2020, o município de Parauapebas registrava 761 Processos Minerais em todas as suas fases, desde requerimento até a autorização de lavra, representados por 197 pessoas físicas e jurídicas, com indicação de 29 substâncias minerais”, detalha o documento.

O município de Parauapebas tem longa experiência na fiscalização da Cfem, especialmente pelo trabalho desenvolvido desde 2007 em conjunto com o então Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), hoje ANM. Graças a essa sinergia, foram realizadas denúncias quanto à prática de preços externos da Vale S.A, que resultou no Processo de Cobrança nº 951.438/2009 e rendeu mais de meio bilhão de reais por meio da Execução Fiscal 0006181-37.2010.4.01.390.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Gilson Fernandes pode ser um dos nomes de Bolsonaro para federal

Publicado

em

O nome do líder dos pequenos mineradores, Gilson Fernandes, vem ganhando força no meio bolsonarista na região de Carajás, para disputar uma cadeira de deputado federal em 2022.

Gilson está a frente da Federação Brasileira da Mineração e da Cooperativa Brasileira da Mineração, e vem desde 2015 ganhando protagonismo nas pautas conservadoras e políticas alinhadas ao presidente Bolsonaro.

Gilson tem se mantido reservado quanto a possibilidade de aceitar disputar uma cadeira de deputado federal, mas vem sendo incentivado por correligionários do setor mineral e conservador da região de Carajás.

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Inscrições para a Corrida de São Félix de Valois iniciam dia 18

Publicado

em

As inscrições para a 11ª Corrida de São Félix de Valois começam no próximo dia 18 de outubro. O evento esportivo, que tem o apoio da Semel (Secretaria Municipal de Esporte) e da Paróquia do São Félix de Valois, é beneficente. Os interessados podem se dirigir até a Semel, localizada no Ginásio Poliesportivo “Renato Veloso”, a Folha 16, ou até a Academia Gol de Placa, na Folha 32, com um 1 pacote de fralda geriátrica ou 1 kg de leite de pó. Todos itens arrecadados serão doados para projetos sociais  indicados pela Paróquia e pela Prefeitura.  

Thyago Ferraz, coordenador da Semel, lembra que se trata de um evento de grande porte já inserido no calendário esportivo de Marabá. Cada participante receberá o kit do atleta com camisa, bolsa e squeeze (garrafa) antes da corrida. Para quem concluir a prova, que terá o percurso de 7 km, haverá premiação em medalha, como também premiação em dinheiro somente para os três primeiros vencedores da categoria masculina e feminina. Além disso, troféus para os três primeiros das categorias.

“Dessa forma, a Corrida do São Félix de Valois estará incentivando a prática de esporte de forma acessível, ao mesmo tempo que ajuda o próximo com as doações”, destaca Thyago Ferraz. A entrega do kit será no Partage Shopping, com data a definir. A largada e chegada será em frente a Paróquia São Félix de Valois, na Praça do Manduquinha, Marabá Pioneira. No final da prova, haverá também massagem desportiva e café da manhã para os participantes.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze