- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 06 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

PARÁ: Operação da Polícia Civil desmonta quadrilha de traficantes no Tapajós

Mais Lidas

Lançada na manhã desta quinta-feira, 18, a “Operação Tapajós” resultou na captura de nove criminosos e apreensão de mais de dois quilos de pedra “oxi”, 30 petecas de crack e maconha, além de vários aparelhos celulares e eletroeletrônicos. Entre as prisões, oito ocorreram no município de Itaituba – onde a operação foi deflagrada – e uma ocorreu na cidade de Porto Velho, no estado de Rondônia.

O objetivo da operação, explica o diretor da 19ª Seccional Urbana de Itaituba, delegado Alexandro Napoleão Sant’Ana, é combater as quadrilhas de traficantes de drogas instaladas na região. “Após cinco meses de investigação, foi possível levantar provas suficientes para solicitar a decretação da prisão preventiva de dez indivíduos, bem como outros dez mandados de busca e apreensão”.

Segundo ele, a operação teve êxito. “Capturamos nove criminosos, sendo oito em Itaituba e um em Porto Velho, este último preso por Policiais Civis do Departamento de Narcóticos do Estado de Rondônia. Todos os presos foram indiciados por tráfico ou associação para o tráfico de entorpecentes (Arts. 33 e 35, Lei 11.343/06), e encontram-se recolhidos à disposição da justiça criminal da comarca de Itaituba. O único criminoso foragido está sendo procurado no Estado de Rondônia, onde reside”, detalhou o delegado.

A “Operação Tapajós” foi supervisionada pelo Superintendente Regional, delegado Ednaldo Silva de Sousa, contando com a participação de policiais civis da Superintendência Regional do Tapajós, da 19ª Seccional de Itaituba, da Divisão Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM) de Itaituba e de Santarém, 16ª Seccional e do Núcleo de Apoio à Investigação também de Santarém, num total de vinte e sete policiais.

Foram capturados Wilma Alves de Lima, a “Hilma”; Eugislene Boasquevesque Gabrecht, chamada de “Gê” ou “Neide”; Edevilson Pereira da Silva, o “Davi” ou “Deca”; Luis Neto Matias, o “Netinho da carne de sol”; Maria Lucineide Oliveira dos Santos, a “Lucia”; José Solon Oliveira Silva, o “Zezinho”; Marcos Paulo de Freitas Sousa, o “Gargamel”; Silvano Ribeiro Soares e Fabiano Ferreira de Souza, este último preso em Rondônia.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias