Connect with us

Pará

PARÁ: Paysandu perde e dá adeus a Copa do Brasil

Publicado

em

O clima de tensão, presente no 1 a 1 com o Mirassol, no último sábado, 27, pelo Paulistão, chegou a existir novamente na noite desta quarta-feira, 31, no Palestra Itália. Mas com um gol de Robert, aos 15 minutos do segundo tempo, o Palmeiras venceu o Paysandu por 1 a 0 e se garantiu nas oitavas de final da Copa do Brasil – o time já havia vencido o confronto em Belém, há duas semanas, por 2 a 1.

A vitória, apesar da vantagem pela resultado conquistado fora de casa, foi importante para amenizar o clima entre equipe e arquibancadas, principalmente depois da eliminação precoce no Campeonato Paulista. E representou a volta dos triunfos no Palestra Itália depois de quase um mês sem sucesso – a última vitória aconteceu em 25 de fevereiro, no 4 a 0 sobre o Flamengo-PI, também pela Copa do Brasil.

Agora, o Palmeiras aguarda a decisão do seu adversário, que sairá da partida entre Atlético-PR e Sampaio Corrêa, do Maranhão, que nesta quinta-feira, na Arena da Baixada – o primeiro jogo foi 1 a 1. No Paulista, o time enfrenta o Oeste, sábado, no Palestra Itália.

Jogo de erros

Na última terça-feira, Robert dizia que o Palmeiras precisava marcar um gol nos primeiros minutos da partida para amenizar o clima com as arquibancadas. As oportunidades existiram aos montes para o time paulista. Mas não foram aproveitadas.

Na primeira chance, aos 10 minutos Diego Souza cruzou e Armero arriscou de longe. Alexandre Fávaro colocou para fora e salvou o Papão. Seis minutos depois, Ivo arriscou de longe e o goleiro rebateu. Mas Bruno Paulo, que estreava no clube como titular no ataque, não conseguiu aproveitar a falha do camisa 1 do Paysandu.

Os erros palmeirenses intercalavam entre passes e finalizações. E quando não eram os jogadores que deixavam a desejar, a arbitragem pecava. Aos 29, Paulão pôs a mão na bola dentro da área, para tentar cortar um cruzamento alviverde. O árbitro carioca Pablo dos Santos Alves mandou seguir a jogada, sem assinalar a penalidade, e irritou os torcedores palestrinos.

Além de errar na conclusão das jogadas, o Palmeiras sentia a falta de Cleiton Xavier, maestro da equipe que ficou fora por conta de dores na parte posterior da coxa esquerda. Ivo, seu substituto, até tentava. Mas não demonstrou o mesmo entrosamento do camisa 10 com a frente alviverde. E o 0 a 0 persistiu no placar até o fim da primeira etapa, sem Marcos ser incomodado pelo ataque adversário.

– Mostramos um bom volume de jogo, mas temos de marcar nas oportunidades que tivermos. Seria bom se vencêssemos esse jogo – disse o volante Pierre.

Robert confirma classificação

Nos primeiros minutos da segunda etapa, o Palmeiras chegou ser pressionado pelo desorganizado Paysandu. Na única vez que levou perigo ao goleiro Marcos, Léo conseguiu salvar a defesa alviverde, depois de cruzamento perigoso de Bruno Rangel, que substituíu Didi.

Na frente, a equipe paulista seguia perdendo oportunidades com Robert e Bruno Rangel. Diego Souza também se arriscou em cobranças de faltas e chutes de longa distância, mas nada de a bola entrar.

Mas aos 18 minutos a insistência palmeirense finalmente deu resultado. Depois de lindo cruzamento de Armero, Robert deu uma cabeçada certeira para fazer 1 a 0 e incendiar o Palestra Itália. O camisa 20 chegou a 13 gols em 21 jogos na temporada e deu a tranquilidade que a equipe necessitava na partida.

A classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, no 3 a 1 nos resultados agregados, representou a salvação da equipe, que segue no sonho da conquista do título nacional e encontra ânimo para fechar o primeiro semestre de forma mais amena. (Globoesporte.com)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

JACUNDÁ: Jovem faz cachorro inalar fumaça de maconha e caso vai parar na Polícia

Publicado

em

Um vídeo de uma influencer digital de Jacundá, na região de Carajás, Pará, publicado nas redes sociais foi alvo de denúncias por maus tratos à polícia.

Nas imagens, a jovem aparece tragando um cigarro de maconha e expirando na boca de um cachorro, o obrigando a inalar a fumaça.

Ainda no vídeo, uma pessoa que está com a jovem pede para ela parar, avisando que seria maus-tratos, o que é crime por lei: “Não faz isso não, mano. Coitado do animal. Isso aí é maus-tratos”.


A denúncia foi parar na Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, da Polícia Civil (PC), que informou, em nota, ter instaurado um Auto de Investigação (AI) para apurar o caso.

De acordo com a PC, informações preliminares apontam que o vídeo foi gravado há cerca de um mês, quando a investigada ainda era adolescente.

“A investigada e o amigo, dono do animal, compareceram à unidade policial para prestar esclarecimentos e aguardam a conclusão da investigação”, segundo a PC.

O crime de maus-tratos a animais é previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais 9.605/98 e, com atualização, pode ser punido com pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda.

Continue lendo

Pará

Tuna bate Paysandu e se aproxima do título do Parazão 2021

Publicado

em

Deu Tuna Luso nos primeiros 90 minutos da decisão do Campeonato Paraense 2021. Em partida no Estádio do Souza, a Águia Guerreira derrotou o Paysandu por 4 a 2 e chega com boa vantagem para o jogo de volta no próximo domingo, dia 23, na Curuzu. Na primeira etapa, os laterais Léo Rosa e Alexandre Pinho marcaram os dois primeiros para a Lusa. Na volta do intervalo, Lukinha ampliou. O Papão diminuiu com Perema, de cabeça. Paulo Rangel fez valer a lei do ex e marcou o quarto dos donos da casa, mas Gabriel Barbosa diminuiu o prejuízo para os bicolores minutos depois. No segundo jogo, a Tuna pode perder por até um gol de diferença que mesmo assim fica com a taça, feito que não acontece desde 1988.


Antes da partida começar, a Tuna já tinha o melhor ataque da competição e disparou ainda mais nesse quesito hoje. A equipe cruzmaltina tem 29 gols em 13 jogos no Parazão, uma média de 2,2 por partida. Paulo Rangel, com sete gols, é o artilheiro do time, o vice da competição, atrás de Cris Maranhense, com oito. Outro destaque é o lateral-direto Léo Rosa e o meia-atacante Lukinha, que têm cinco e três gols respectivamente.

O Paysandu chegou à final com a melhor defesa do campeonato, tendo sofrido apenas sete gols. A equipe chegou a ficar sete jogos sem ter a defesa vazada. O então ponto forte do Papão não funcionou hoje e levou quatro gols da Tuna, deixando as coisas complicadas para a volta na Curuzu.

O jogo de volta da final do Campeonato Paraense 2021 está marcado para o próximo domingo, dia 23, às 17h, na Curuzu. O Papão precisa vencer por dois gols de diferença, se quiser pelos menos levar a decisão para os pênaltis, ou mais, se quiser o título no tempo normal. Já a Tuna pode perder por até um gol de diferença que mesmo assim conquistará o 11° título estadual.

Continue lendo

Pará

BREU BRANCO: Chamonzinho leva ações do Mais Saúde

Publicado

em

Neste sábado, 15, o deputado Chamonzinho (MDB), levou até Breu Branco, na região de carajás, Pará, ações do Mais Saúde, promovidas pelo Instituto Miguel Chamon, com atendimentos de saúde para fortalecer o combate à pandemia.

Chamonzinho esteve acompanhado de vereadores, vice-prefeito e prefeito da cidade, onde também visitaram a Praça São Cristóvão, que será reformada e revitalizada, através de uma emenda destinada pelo parlamentar.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze